Páginas

quinta-feira, 24 de maio de 2018

O que mais precisa acontecer?


Romanos 8.17: “Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.”

Como você tem passado os dias maus? Como você tem enfrentado as injustiças e as calamidades?

Existem situações na nossa vida que somente uma intervenção divina pode solucioná-las. Mas nós, muitas vezes, não ajudamos. Pelo contrário, só sabemos reclamar!

“Por que comigo, Senhor?”. Você acha mesmo que adianta fazer este tipo de pergunta?

Enquanto você estiver neste questionamento, você ficará distante de Deus e, consequentemente, da solução.

“Como assim, Bispa? Eu me apegar a Deus? Como é que Ele permite que essas coisas aconteçam comigo? Ele pode aliviar minha situação, mas, pelo jeito, quer me ver sofrendo!”.

Desta forma, você acaba brigando com o único que pode resolver este problema e transformar a sua história. No final, você ficou com quem? Ficou só com o problema.

Hoje, eu quero te fazer uma pergunta: “O que mais precisa acontecer para você se aproximar de Deus? Qual outra perda você precisa sofrer para se apegar ao Senhor? Qual desgraça ainda precisa acontecer para você entregar sua vida para Jesus Cristo?”.

Então, em nome de Jesus, hoje mesmo, você vai se reconciliar com o Senhor. Venha renascer em Cristo. Se com Ele sofremos, com Ele, nós também seremos glorificados. 

Não sabe por onde começar? Eu sugiro que seja com uma oração sincera: “Senhor , eu não sei se o outro não merece estar bem; essa é a vida dele. Eu não quero mais ficar me comparando aos outros. Mas eu sei que eu preciso de um milagre na minha vida. Ensina-me a enfrentar esta adversidade. Ensina-me a ser uma pessoa melhor.”.

Humilhe-se na presença de Deus; Ele vai se compadecer e mudar a sua sorte. Não seja mais arrogante. Você precisa e depende, sim, do Senhor! Não brigue mais com a solução. 

Tenha consciência de que aquele que enviou o seu único filho para salvar a humanidade está contigo. Se você buscá-lo em espírito e em verdade, você O encontrará!

Romanos 8.32: “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”

Deus, de maneira nenhuma, despreza um coração contrito e honesto.

Quando a gente passa por um sofrimento, junto com Jesus, somos consolados, somos iluminados e recebemos um entendimento do céu sobre o porquê deste sofrimento. Este sofrimento se transforma em uma grande experiência com Deus. 

A experiência marca a gente de tal forma, que, mesmo na tempestade, a gente é conduzido pelo Senhor de forma abençoada. A gente sai do dia do sofrimento com uma nova vida, com novas perspectivas. Ficamos mais sensíveis, mais tolerantes, mais humanos...

Entregue este sofrimento nas mãos de Deus, e peça para Ele te ensinar, te transformar, para que a glória do Senhor e o milagre possam se manifestar na tua vida!

Você tem um milagre para viver? Então, não se “embarace” mais nos problemas, nos questionamentos e nas incertezas. Entregue os seus caminhos ao Senhor. Assim, você viverá além do que você sonhou ou imaginou.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Quando tropeçamos em nossas palavras!


Jó 42.7 a 9: “Tendo o SENHOR falado estas palavras a Jó, o SENHOR disse também a Elifaz, o temanita: A minha ira se acendeu contra ti e contra os teus dois amigos; porque não dissestes de mim o que era reto, como o meu servo Jó.

Tomai, pois, sete novilhos e sete carneiros, e ide ao meu servo Jó, e oferecei holocaustos por vós. O meu servo Jó orará por vós; porque dele aceitarei a intercessão, para que eu não vos trate segundo a vossa loucura; porque vós não dissestes de mim o que era reto, como o meu servo Jó.

Então, foram Elifaz, o temanita, e Bildade, o suíta, e Zofar, o naamatita, e fizeram como o SENHOR lhes ordenara; e o SENHOR aceitou a oração de Jó.”

Muitas vezes, você não entende por que o Senhor não atende suas orações, seu choro e o seu clamor. Parece que os ouvidos d´Ele estão atentos para todos, menos para você. Por que isso acontece?

Eu vou responder este questionamento com duas perguntas: Quais palavras você tem escolhido para se comunicar com Deus? Quais palavras você tem usado para definir o seu relacionamento com Ele?

Sabe, querido leitor, na Bíblia, está escrito que de uma mesma fonte não podem jorrar águas doces e águas amargas.

A história de Jó e de seus amigos mostram o quanto o nosso comportamento pode influenciar no nosso relacionamento com Deus. Muitas vezes, os seus comportamentos têm criado um verdadeiro abismo entre você e o Senhor!

Por que as orações dos “amigos” de Jó não eram atendidas? Porque eles eram maledicentes... Achavam-se no direito de julgar o Senhor. Eles só tinham palavras duras e pesadas.

Existem muitas pessoas que são doces, gentis uns amores, mas, em seus momentos de descontrole, colocam tudo a perder. Suas bocas, de uma hora para outra, tornam-se instrumentos letais de destruição.

“Mas, Bispa, eu só falei a verdade!”. Este argumento não justifica tanta agressividade. Não temos o direito de destruir ninguém.

Muitas mulheres me procuram para justificarem seus momentos de loucura: “Bispa, a senhora não entende. Meu marido, simplesmente, não trabalha! Por isso eu falo dessa maneira com ele!”.

Sabe, o que eu respondo: “Veja bem, querida, se você não cooperou com suas palavras. Você o incentivou? Não! Você sempre o julgou, o condenou, o acusou e o humilhou. Você sempre fez questão de mostrar que você é melhor do que ele! Você sabia que nossas palavras têm poder? E que nós nos alimentamos daquilo que nós falamos?”.

Provérbios 18.20 e 21: “Do fruto da boca o coração se farta, do que produzem os lábios se satisfaz. A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

Para que os amigos de Jó não sofressem as consequências das palavras que eles haviam proferido, foi necessário que eles entregassem um sacrifício a Deus.

Na verdade, aquela oferta teria que ser consagrada a Jó, porque ele era digno.

Eu quero, por meio deste texto, mostrar que suas atitudes podem, sim, quebrar o poder daquelas palavras e comportamentos destrutivos.

A atitude de louvar a Deus e de se submeter à Sua vontade vai te libertar deste peso de acusação.

Se você perdeu tudo e acha não há mais motivos para viver, levante-se e entregue sua vida a Jesus Cristo. Levante-se e reassuma sua posição de filho amado, porque é isso que você é!

Deixe o passado definitivamente para trás. Querido leitor, não adianta mais ficar com aquela história: “Deus, o que eu fiz para que tudo isso acontecesse comigo?”.

Mude de oração: “Deus, mostra-me o caminho para que eu possa viver a restituição que o Senhor tem para mim. Deus, mostre-me o caminho para que tudo isso o que aconteceu comigo se transforme em um grande testemunho, para que a minha vida, em vez de mostrar assolações e desgraças, mostre o Deus de amor a quem eu sirvo e a misericórdia que restitui e abençoa!”.

O Senhor, hoje, te fala: “Existe, sim, um caminho! Existe, sim, uma vida além dessa dor!”.  O caminho é Jesus Cristo, que nos torna adoradores de coração limpo e puro. Ele nos leva a ter atitudes que fecham a boca do devorador e que trazem uma verdadeira mudança de sorte para nossas vidas.

Receba esta palavra e levante-se para quebrar esse ciclo de céus fechados, onde as orações não são respondidas. Levante-se para viver um tempo de bênçãos, libertação e restituição, a exemplo do que aconteceu com Jó.

Jó 42.10 a 13: “Mudou o SENHOR a sorte de Jó, quando este orava pelos seus amigos; e o SENHOR deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuíra.

Então, vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado; cada um lhe deu dinheiro e um anel de ouro.

Assim, abençoou o SENHOR o último estado de Jó mais do que o primeiro; porque veio a ter catorze mil ovelhas, seis mil camelos, mil juntas de bois e mil jumentas. Também teve outros sete filhos e três filhas.”


Pense nisso!

terça-feira, 22 de maio de 2018

Como você quer ser lembrado?


Querido internauta, hoje, eu tenho uma palavra muito especial para você! Não sei se você está no trabalho ou em casa, mas separe este tempo para refletir na Palavra de Deus!

O Pensamento do Dia de hoje está no livro de Salmo 90.12 “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos um coração sábio.”.

Sabe, eu tenho uma história com essa passagem. Ela está na música “Ensina-me” do Renascer Praise 6. Eu já falei sobre isso em outros Pensamentos, mas, hoje, vou colocar um trecho da letra para vocês. É uma linda oração:

Ensina-me a entregar os meus caminhos,
em tuas fortes mãos e simplesmente nelas descansar.
Ensina-me que o teu amor, teu amor Senhor
nunca falhará, insistirá em me fazer feliz.

E se eu cair, não resistir
e até desanimado me prostrar.
Sentirei teu braço forte, ouvirei tua voz de amor.
Teu Espírito me faz ressuscitar.

Ensina-me que tudo coopera para o meu bem,

Ensina-me, ensina-me,
ensina-me a viver. 

Certo dia, eu disse para uma pessoa: “Eu não sei o que você está fazendo da tua vida, mas eu sei o que eu fiz da minha! Eu sei para onde eu a dirigi e a quem eu busquei! Por isso, nós temos forças para ficar em pé!”.

Existem pessoas que estão enterrando suas vidas em uma torre de depressão. Como também existem pessoas que usam suas vidas como um instrumento de destruição, e fazem isso tanto pelo prazer, quanto pelo dinheiro.

Sabe quem fez isso? Judas! Judas fez da vida dele a cruz de Jesus Cristo! Ganhou dinheiro, apareceu, ficou famoso e é conhecido até hoje como o traidor, como um suicida! O que você está fazendo com a vida que Deus te deu? Como você quer ser reconhecido?

As justificativas não anulam os erros...

Muitas pessoas vêm com um milhão de justificativas para continuar errando.  "Estou vendo que está errado, mas eu não abro mão!”, “Não, eu prefiro viver uma mentira, ser uma amante, ser a pessoa que está destruindo uma família, do que aguardar em Deus e buscar um casamento!”, “Ah, eu faço isso, porque isso me dá uma boa condição financeira!”.

Você está bastante enganado! Olha o que você está fazendo! É isso que vai ser o teu futuro! O teu futuro começa aqui, hoje, porque de Deus ninguém zomba. Aquilo que o homem semear, ele vai colher!

O que você está fazendo com o teu filho? Isso é jeito de falar? O que você está fazendo no dia da luta? Está procurando um culpado? Olha, têm duas coisas que te fazem superar a luta. A primeira é lutar! Luta, a gente só vence lutando! A gente não vence luta reclamando! A gente não vence luta chorando! A gente não vence luta, sofrendo! A gente não vence luta, blasfemando! Agente não vence, achando culpado! Pense nos propósitos que o Senhor tem.

Em vez de se entregar à amargura, ao ódio, sair atrás de culpado, corra atrás da solução! Sabe qual é o segundo posicionamento que você deve tomar? Apague-se ao Senhor. Peça para Deus te ensinar a viver o dia de hoje!

Sabe quem é Jesus? Jesus é aquele que está descrito em Isaías:  Ele é conselheiro, maravilhoso, pai da eternidade e o príncipe da paz! Ore! Peça para Ele te aconselhar hoje!

Clame: “Jesus, eu não vou me conformar com isso. Ainda que eu tenha tentado dez vezes, eu vou persistir, porque na Tua Palavra fala que Espírito Santo está sobre nós para nos ensinar!”.

Em Tiago 1: 5 está escrito: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.”.

A origem do erro... 

Sabe por que está dando errado? Porque você não quer aprender com a situação! Quer sair achando culpado para tudo quanto é lado! Deus não nos prova além do que podemos suportar, mas, antes com a provação, vem o escape! Seja conhecido por ser uma bênção para as outras pessoas e não por ser um peso, um fardo, uma loucura, uma acusação! Você pode ser melhor que isso!

Você pode se perguntar hoje: “Mas como serei uma bênção, se estou desempregado?”. Ah! Querido! O teu posicionamento e a tua fé no Senhor vão te dar graça! Você é mais do que o dinheiro! Deus vai te honrar e vai te abrir uma porta! A tua disposição de levantar, de ir atrás, de acreditar... vai trazer milagres para a tua vida. No dia da tua dor, seja uma bênção! Tem gente que quando sente dor perde até a educação. Peça para Deus te ensinar a passar pela dor da melhor maneira possível! 

Bons aliados, em dias de guerra...

Tem gente que só porque está sendo caluniado e perseguido, desconta tudo na família. Quer abrir mão de tudo. Faça da tua vida, um hino de louvor a Deus! Peça para Deus te ensinar a viver! Na Palavra de Deus, está escrito que aqueles que se humilham diante de Deus serão exaltados. Peça para Deus te ensinar a organizar seus sentimentos e pensamentos.

Deus vai abrir uma porta para você e vai te mostrar o caminho na tempestade, vai te dar inteligência e você vai ser conhecido como um servo d´Ele. Os filhos de Deus nós reconhecemos no dia da luta. Nos momentos de adversidade, nossos valores são reconhecidos. Cuidado com aquilo que você está manifestando no dia da guerra. Chiliques e loucuras não vão resolver seus problemas, pelo contrário, só vão afastar as pessoas que podem te ajudar.

Desta situação, não ficará nenhum trauma, nenhuma sequela. Deus está permitindo que você passe por isso, para você ser um grande testemunho aqui na terra e ser reconhecido pelas vitórias que o Senhor te dará.

 Deus vai te ensinar a contar todos os dias para que você tenha um coração sábio! 

Pense nisso!

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Os olhos são a lâmpada da alma

Mateus 6.22 e 23: “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. 

Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”.

A maneira como você enxerga cada situação pode te trazer vida, luz e alegria ou morte, escuridão e tristeza.

Talvez, você esteja enxergando sua família com as “lentes” do ódio, da raiva, do medo ou, quem sabe, de um trauma. Talvez, você esteja enxergando seu emprego da perspectiva do medo, da insegurança ou da falta de reconhecimento.

Cuidado para não cometer injustiças!

Eu adoro ler. Mas existe um livro, em especial, que, para mim, deixou uma mensagem muito forte. Eu vou tentar repartir um pouco da história com vocês:

O autor estava dentro de um metrô colocando suas leituras em dia quando, de repente, entra um pai com seus dois filhos dentro do vagão que ele estava. Os meninos, simplesmente, começaram a tropeçar nas pessoas e a bagunçar, uma verdadeira loucura! 

O pai, ao ver os filhos se batendo e destruindo tudo, simplesmente, ficou anestesiado, e agiu como se nada estivesse acontecendo.

Como paciência tem limite, o autor desse livro decidiu dar um basta naquela falta de respeito e, em tom de bronca, disse para o pai da crianças: “Que tipo de pai é você? Você não está vendo o que seus filhos estão aprontando? Você, simplesmente, vai ficar aí parado só olhando? Que absurdo!”.

O pai, em um tom sereno, respondeu: “O senhor me desculpe. O senhor está certo!”. Na sequência, ele chamou os filhos para perto e disse: “Sabe o que é? Nós acabamos de sair do enterro da minha esposa. Eles perderam a mãe. E eu, sinceramente, não estou sabendo lidar com esta situação. Eu acho que eles também não!”.

O autor do livro ficou totalmente desconcertado e pensou consigo mesmo: “Nossa! Meu Deus! O que eu fiz? Na minha cabeça, antes mesmo de falar com aquele homem, eu o havia xingado de tudo quanto é nome, achando que era um desqualificado. Que vergonha! Todo mundo viu o quanto eu fui precipitado.”.

Quantas vezes não agimos da mesma forma? Talvez, você esteja julgando seus pais, seus filhos, sua esposa, seu marido de maneira equivocada. Para cada atitude tomada, existe um motivo e uma motivação! Por trás de uma atitude, pode existir um trauma, um complexo ou o reflexo de uma perda.

Por trás de uma atitude, pode existir uma memória de dor. Você sabia que existem situações que ativam as nossas memórias de dor?

Eu conheço uma moça que não pode chegar perto de fósforo porque ela morava perto de um cemitério. Aquele cheiro remetia a ela morte, choro e desespero.

Sabe, aquela colega de trabalho insuportável? Talvez, ela tenha essas atitudes inadequadas porque existe uma área na vida dela que ainda não foi tratada. Talvez, o ambiente ative nela muitas memórias de dor.

Crueldade

Eu estive pensando e cheguei à conclusão de que a gente costuma ser muito mais cruel com aqueles que, se a gente perder, vai doer demais. O problema é acharmos que, por termos afeto garantido, podemos, simplesmente, agir de qualquer jeito.

Ser mais cruel com os de casa, com os da nossa família, é muito comum. Mas é um grande erro! Devemos valorizar mais as pessoas que fazem parte da nossa vida, antes que seja tarde. E, claro, devemos tratar todos ao nosso redor com respeito e como gostaríamos de ser tratados.

Enxergue com as lentes do amor!

Os olhos são a lâmpada do corpo. Em vez de brigar, julgar, despejar as suas frustrações, procure enxergar as pessoas a sua volta como Deus as enxergaria. Enxergue com amor e misericórdia! Peça sabedoria para você ser justo nas suas atitudes, sentimentos e pensamentos.

Antes de falar que não tem mais jeito, peça revelação do Espírito Santo. Peça para que Jesus dirija sua vida, seus relacionamentos. Ele será o caminho para que você encontre uma saída para esta situação. 

Se você tem enxergado através da escuridão, se você tem só enxergado destruição, ódio, medo e incapacidade, entregue sua vida para Jesus Cristo. Ele é a luz, o caminho, a verdade e a vida!


Pense nisso! 

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Qual é o seu conceito de liberdade?


Gálatas 5.1 “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.”

Atualmente, eu tenho visto muitas pessoas falando sobre liberdade. Cada uma expõe um conceito diferente. Mas, afinal, o que é liberdade?

Recentemente, eu estava conversando com algumas mães. Todas, sem exceção, possuem as mesmas dificuldades. Elas têm filhos jovens – de 20 anos de idade, aproximadamente –, e estavam lamentando porque perderam a autoridade sobre eles.

O argumento para tanta rebeldia é: “Mãe, eu sou livre! Eu respondo pelos meus atos!”.  Eles saem para se “divertir” e não têm hora para voltar. Muitos chegam tarde da noite alcoolizados, com os ânimos totalmente alterados.

Querido leitor, desde quando isso é liberdade? Desrespeitar a família e o próprio corpo.

De repetente, estes “amigos” de balada são o máximo, e os pais não representam nada! De repente, os dias de trabalho para que eles tivessem o melhor não importam mais. As noites mal dormidas – por conta da preocupação com sua segurança – não importam mais. Os conselhos, as longas conversar, o cuidado, o zelo, o apoio incondicional... não importam mais. Isso realmente é liberdade?

Liberdade é precisar ficar embriagado para poder se divertir em uma festa? Por que, vamos combinar, que, se essa festa realmente fosse tão boa assim, você não precisaria estar sob o efeito de bebidas alcoólicas. A própria festa já seria um bom motivo de diversão!

Para muitos, liberdade é ter aqueles famosos relacionamentos abertos! De repente, a fidelidade virou algo ultrapassado. Eu, sinceramente, não consigo entender!

Sabe, quando a gente ama realmente, não há espaço no nosso coração e na nossa mente para outras pessoas!

Quando você tem paz e é livre de todo o espírito de prostituição e de adultério, você não precisa de relacionamentos extraconjugais.

Existem pessoas que são escravas do trabalho e dos seus chefes. Não se sentem livres para expor suas ideias ou para colocar em prática o que verdadeiramente acreditam ser o melhor.  Existem outras que, mesmo neste momento de crise e de desemprego, acham que ceder à preguiça é sinal de liberdade. Fazem tudo de qualquer jeito, entregam os piores resultados e sempre estão atrasadas.

Para alguns, a liberdade é sinal de autodestruição. Para mim, ser livre é saber dizer “não” e não praticar o que me faz mal. Existem pessoas que se acham livres, mas, na realidade, não conseguem dizer “não” para as drogas, “não” para o sexo e “não” para determinadas amizades, porque têm medo, porque acham que não podem viver sem elas!

Querido leitor, liberdade é algo muito mais profundo do que você imagina! Só é livre de verdade quem é livre no espírito!

Eu posso dizer, com todas as letras, que eu entendo de liberdade. Eu entendo muito bem o que é ser livre para seguir em frente, mesmo tendo perdido um filho! A liberdade de recomeçar, mesmo quando tudo e todos dizem que é tarde demais. A liberdade de andar de cabeça erguida, mesmo quando os ventos são contrários.

2 Coríntios 3.17: “Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.”

Pare e pense: O que tem te escravizado? Talvez, seja um relacionamento. Você não quer mais pensar naquela pessoa, mas o teu pensamento é escravo dela! Você vive em função dela! Fica toda hora entrando em suas redes sociais para saber se ela está ou não com outra pessoa.

Talvez, você tenha se tornado escravo de quem você odeia, porque você não consegue parar de falar mal daquela pessoa. O que você ganha com isso?

Talvez, você seja escravo da comida! Almoça já pensando no jantar. Querido, onde está a tua liberdade? Onde está tua capacidade de falar: “Não! Isso me faz mal! Vou só me alimentar do que realmente vai trazer saúde ao meu corpo”.

Existem pessoas que precisam seguir uma dieta mais restrita por causa de problemas de saúde, como diabetes, colesterol alto, etc, mas, mesmo sabendo que correm risco até de morte, não conseguem se controlar! Em vez de se alimentarem de saúde, alimentam a enfermidade!

Existem pessoas que têm síndrome de pânico e, em vez de buscarem ser livres, ficam cada vez mais isoladas.

Liberdade, querido internauta, é estar cheio do poder e da autoridade que vêm de Deus! É ter poder de resistência e autoridade para dizer “não” para o que faz mal, porque a sensação de prazer temporária não compensa os estragos que esta situação podem te trazer.

Quem tem o Espírito Santo frutifica domínio próprio! No seu domínio próprio, frutifica paz. Na sua paz, frutifica longanimidade. Na sua longanimidade, a liberdade de fazer aquelas coisas que fazem bem, de pensar no que edifica e de, inclusive, dizer “não quero”! Mas isso tudo só é possível se você entregar, verdadeiramente, sua vida para Jesus e pedir para que Ele te dê poder de resistência!

Jesus Cristo foi tão livre, que enfrentou a cruz, a injustiça, mas ressuscitou. E, até hoje, está em nós através do Seu Espírito, operando sinais, milagres e maravilhas.

Deus tem essa liberdade para você!

A liberdade não está em poder ir de um lugar para o outro, porque a escravidão pode estar dentro da sua mente! Liberdade não está em você deixar uma pessoa e procurar outra, porque você leva a sua escravidão dentro dos seus sentimentos. As pessoas mudam, mas as neuras continuam.

Liberdade não está em agredir as pessoas que sempre te amaram e sair para detonar tudo com os seus amigos, porque, nisto, está a injustiça e a ingratidão. Liberdade é passar pelo dia bom, sabendo que você pode usufruir dele sem acusação.

Só existe liberdade para quem está em Jesus Cristo, porque Ele é o caminho, a verdade e a vida!

Venha renascer em Cristo e saber o que é ser livre de mágoas, do ódio, de acusações, dos complexos... Venha renascer em Cristo e descobrir o que é ser livre para superar todos os desafios na força do Deus Todo-Poderoso.

1 Coríntios 7.21: “Foste chamado, sendo escravo? Não te preocupes com isso; mas, se ainda podes tornar-te livre, aproveita a oportunidade.”


Pense nisso!

quinta-feira, 17 de maio de 2018

O problema realmente está nas pessoas?


Efésios 6.10 a 12: “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.”

Sabe, muitas vezes, você acha que o seu grande problema é o teu pai, ou tua mãe, ou o marido, ou o filho, ou a nora, ou a cunhada, ou, até mesmo, aquele colega de trabalho, que é hipócrita e faz de tudo para prejudicar os outros!

Mas será mesmo que o grande problema está nas pessoas? O que Paulo no ensinou? Que a nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra principados, potestades e dominadores, ou seja, é contra seres espirituais que possuem um reino!

Na prática!          

Por exemplo, na sua família, reinava a enfermidade. Muitos parentes foram recolhidos por causa de um câncer! E, de repente, este mesmo reino acaba se manifestando na sua casa ou na sua vida!

Isso te consome, te amedronta, te deixa angustiado e você acaba se tornando uma pessoa infeliz e improdutiva. O que você está enfrentando? Um principado!

Talvez, seu problema seja outro! De repente, você não consegue progredir! Não consegue se manter em nenhum emprego! Começa a caminhar, chega até um determinado pronto e retrocede! Quando você finalmente consegue colocar suas contas em dia, tudo começa a quebrar dentro da sua casa!

O que você está enfrentando? Uma potestade! São poderes que estão debaixo de um principado! São poderes do mal que te mantém sempre amarrado a uma situação. É algo que deixa subjugado, porque é maior do que você.

Quem sabe a sua guerra seja contra alguns desejos. Você não consegue trabalhar direito, porque não consegue parar de pensar no que vai comer! Você mal se levante da mesa do café da manhã e já está pensando no almoço. Isso não é normal, porque te domina! É um domínio da sua mente para que você não seja produtivo, constante e disciplinado!

Existem pessoas que não saem do celular e não param de ficar investigando a vida dos outros! Há outros que estão presos na pornografia! Não conseguem ficar um dia sem acessar determinado site!

O que essas pessoas estão enfrentando? Um dominador!

A esfera da nossa guerra

Eu citei alguns exemplos para você entender a esfera da sua guerra! Sua luta é contra principados, potestades e dominadores deste mundo tenebroso!

Talvez, em meio a tudo isso, você esteja se sentindo fraco! Mas Paulo nos deixa um segredo espiritual em  Efésios 6.10: “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.”.

Busque ao Senhor, busque ser cheio do Espírito Santo, e você terá liberdade e autoridade sobre essa língua perseguidora, sobre a gula, sobre essa situação financeira, contra esse domínio mental, sentimental e espiritual, que, simplesmente, não te deixam caminhar!

Isso é o mundo espiritual se abrindo! Mas a boa notícia é que nós temos uma proteção! Jesus Cristo morreu na cruz do calvário para nos salvar e nos dar vitória sobre tudo isso!

O sangue de Jesus te purifica de todos os pecados e do seu passado. Não sei o que você foi até agora, mas sei o que você pode ser daqui pra frente, no Senhor! Eu não sei como você está, mas sei como você pode ficar.

Busque ao Senhor! Vá à igreja, alimente-se da Palavra de Deus, tenha uma vida de louvor e oração! Desta forma, esses principados, potestades e dominadores não terão mais autoridade sobre sua vida!

Nosso poder está no sacrifício e na ressurreição de Cristo!

Pense nisso!

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Relacionamentos que escravizam


Existem pessoas que dizem que te amam, mas, na verdade, sem você perceber, estão te sugando e te levando para o fundo do poço. São pessoas que te envolvem com um lindo discurso, mas, no final, te deixam com a pior parte: a traição, a mágoa, a tristeza, o engano... É sobre isso que eu quero falar hoje com vocês através deste post.

Vamos começar nosso estudo com o exemplo de Sansão, que se deixou manipular por um falso amor:

Juízes 16. 15: “Então, ela lhe disse: Como dizes que me amas, se não está comigo o teu coração? Já três vezes zombaste de mim e ainda não me declaraste em que consiste a tua grande força. Importunando-o ela todos os dias com as suas palavras e molestando-o, apoderou-se da alma dele uma impaciência de matar.

Descobriu-lhe todo o coração e lhe disse: Nunca subiu navalha à minha cabeça, porque sou nazireu de Deus, desde o ventre de minha mãe; se vier a ser rapado, ir-se-á de mim a minha força, e me enfraquecerei e serei como qualquer outro homem. Vendo, pois, Dalila que já ele lhe descobrira todo o coração, mandou chamar os príncipes dos filisteus, dizendo: Subi mais esta vez, porque, agora, me descobriu ele todo o coração. Então, os príncipes dos filisteus subiram a ter com ela e trouxeram com eles o dinheiro.

Então, Dalila fez dormir Sansão nos joelhos dela e, tendo chamado um homem, mandou rapar-lhe as sete tranças da cabeça; passou ela a subjugá-lo; e retirou-se dele a sua força. E disse ela: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Tendo ele despertado do seu sono, disse consigo mesmo: Sairei ainda esta vez como dantes e me livrarei; porque ele não sabia ainda que já o SENHOR se tinha retirado dele. Então, os filisteus pegaram nele, e lhe vazaram os olhos, e o fizeram descer a Gaza; amarraram-no com duas cadeias de bronze, e virava um moinho no cárcere. E o cabelo da sua cabeça, logo após ser rapado, começou a crescer de novo.”

Esse é o tipo de “amor” que escraviza. Existem muitos motivos que levam alguém a se submeter a este tipo de relacionamento. A baixa autoestima é o motivo mais comum. São pessoas que ouviram a vida toda críticas em relação à sua aparência ou porque acham que, para serem merecedoras de um grande amor, precisam se encaixar em um determinado padrão de beleza. Se acham gordas demais, magras demais, altas demais... não se aceitam, não conseguem enxergar suas virtudes e, por isso, acabam sempre entrando em uma barca furada.

Essa mistura de carência com baixa autoestima é extremamente perigosa. Quem está nesta condição acaba se entregando completamente a relações destrutivas e, muitas vezes, tornam-se reféns de chantagens emocionais: “Se você me ama de verdade, pague minha dívida!”... “Ah! Eu sempre sonhei em viajar para o exterior. Só você pode me ajudar.”... ”Para nosso relacionamento dar certo, você precisa fazer tal coisa.”...

Sem perceber, em nome do “amor”, elas acabam se entregando de tal forma, que ficam totalmente escravizadas. Acabam vivendo 100% em função do outro, ou seja, alunam totalmente suas vontades e planejamentos. Tornam-se um capacho e um joguete na mão do outro. Muitas, inclusive, são vítimas de constantes agressões, mas não abrem mão do relacionamento porque acham que não vão conseguir nada melhor.

Sansão chega até a surpreender porque ele poderia ter a mulher que quisesse, mas achava que só tinha direito à prostituta. Dalila o envolveu com suas palavras e caricias, a tal ponto que o cegou completamente. Ele acabou entregando para ela seu grande segredo e enfrentou sérias consequências: foi traído, humilhado e perdeu a força, sua maior virtude.

Eu não sei se, de repente, você tem sofrido com este sentimento que você classifica como amor! Eu não sei se você, em nome desta paixão desenfreada, tornou-se refém de um explorador e que, ainda por cima, perde a linha por qualquer motivo. O primeiro erro que você comete, já joga na sua cara: “Você tem que ser grata por eu ainda estar com você!”.

Saia deste laço de morte! Deus tem mais para sua vida!

Eu sei que você está sofrendo. Eu sei que seu coração é sincero, mas você precisa ser livre! Sansão amou Dalila, a ponto de abrir mão daquilo que era mais precioso para ele. Cuidado para você não fazer da pessoa que você ama o teu deus. Não inverta mais as prioridades.

Saia deste lugar de dor e escravidão!

Gálatas 5.1: “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.”

Deus tem para você dignidade, honra e alegria, ou seja, um amor verdadeiro – aquele que envolve respeito, doação, entrega, companheirismo, fidelidade, confiança, lealdade e carinho e muito respeito.


Pense nisso!