Páginas

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Quem procura culpados não encontra solução


Lamentação 3.21: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.”

Sabe, eu tenho uma experiência muito forte com este versículo. Era uma situação em que eu estava enfrentando de muita angústia, amargura e depressão. Aparentemente, não tinha justificativa para eu estar assim. Minha família estava muito bem, meus filhos cheios de saúde, eu vivia, alias, vivo até hoje com o homem que eu amo!

Busquei de diversas formas entender a origem daquela dor. Até que decidi buscar respostas no Senhor. Orei, clamei e tive uma experiência muito forte com a Palavra de Deus, que transformou a minha forma de pensar e, por consequência, meus sentimentos.

Hoje, eu quero te perguntar: Será que estes pensamentos que você está nutrindo podem te ajudar?

Sabe, foi esta a chave que eu encontrei em Deus. De só pensar naquilo que pode me ajudar e me fortalecer.

Aqueles pensamentos que não te ajudam, deleta! Pense em solução, não nos problemas!

Quando você viver alguma situação difícil, lembre-se do quanto Deus já te abençoou, das orações atendidas, dos livramentos, de todas as vezes que você achou que não daria certo, mas deu!

Sabe qual é a origem da amargura? As lembranças ruins que, sem perceber, nós nos condicionamos a reviver. Acabamos nos sentindo do mesmo jeito! É daí que vem o ressentimento.

Vou citar um exemplo! Quando alguém te trai, você “perdoa”, aceita aquela pessoa de volta, os anos passam, mas dentro de você nada mudou! Fale a verdade: parece que você está sendo traído todos os dias. Aquela dor te consome e você não consegue se conter... Daí, vêm as brigas, as indiretas... A desconfiança é maior que o perdão. Você nem dá oportunidade da pessoa mostrar que está arrependida.

Sabe, isso é uma prisão emocional! O inimigo se aproveita disso e começa a colocar situações que te deixam mais atormentado ainda. Em nome de Jesus, isso está quebrado na sua vida! Você é livre para ser feliz, para amar e ser amado!

Quero deixar outro conselho para você! Procure uma igreja. Em Mateus 16.18, está escrito que contra a igreja as portas do inferno não prevalecem.

A igreja é um ambiente de fé, em que todos buscam o mesmo propósito. Não importa se é gordo, magro, alto, baixo, criança, adulto, rico, pobre... todos têm o mesmo objetivo: alcançar, pela fé, e se encher da graça de Deus.

Saia dos ambientes de acusação! Busque ambientes favoráveis ao milagre.

Quero voltar à questão do ressentimento. Sabe o livro de Lamentações? Foi escrito pelo profeta Jeremias, em um momento de muita dor e, ao mesmo tempo, com a preocupação de cuidar do restante do povo, que sobreviveu à destruição de Judá, por Nabucodonosor, rei da Babilônia.

Jeremias estava arrasado com a invasão de Nabucodonosor, rei da Babilônia, mas o Senhor disse-lhe: Traga à lembrança aquilo que te dá esperança.

Hoje, você vai tomar uma posição! Vai dar um basta nestes sentimentos e pensamentos destrutivos.

Curtir e cultivar essa amargura só vai trazer enfermidade para sua vida. Você sabia que a mágoa pode provocar câncer? Isso é cientificamente comprovado!

Você não será mais uma pessoa doente, pelo contrário, vai reavivar sua fé, sabendo que Deus vai te justificar!

Em vez de lamentações, você terá em seus lábios cânticos de alegria! Em vez de procurar culpados, você vai buscar a solução, que está em Jesus Cristo.


Pense nisso!

terça-feira, 27 de junho de 2017

Quando nossa vida está desgovernada


Atos 16.16 a 26: “Aconteceu que, indo nós para o lugar de oração, nos saiu ao encontro uma jovem possessa de espírito adivinhador, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens são servos do Deus Altíssimo e vos anunciam o caminho da salvação. 

Isto se repetia por muitos dias. Então, Paulo, já indignado, voltando-se, disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela. E ele, na mesma hora, saiu.

Vendo os seus senhores que se lhes desfizera a esperança do lucro, agarrando em Paulo e Silas, os arrastaram para a praça, à presença das autoridades; e, levando-os aos pretores, disseram: Estes homens, sendo judeus, perturbam a nossa cidade, propagando costumes que não podemos receber, nem praticar, porque somos romanos.

Levantou-se a multidão, unida contra eles, e os pretores, rasgando-lhes as vestes, mandaram açoitá-los com varas. E, depois de lhes darem muitos açoites, os lançaram no cárcere, ordenando ao carcereiro que os guardasse com toda a segurança. 

Este, recebendo tal ordem, levou-os para o cárcere interior e lhes prendeu os pés no tronco. Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto, que sacudiu os alicerces da prisão; abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos.”

Há momentos em que parece que a gente perdeu o controle da vida. Parece que tudo está ladeira abaixo. E a gente vai se arrastando junto. Parece que está tudo indo de mal a pior.

Aqueles homens simplesmente estavam indo orar, e aquela mulher possessa por um espírito de adivinhação começou a atormentá-los. Paulo, então, expulsou aquele demônio, deixando aqueles homens, que lucravam com aquela malignidade, furiosos.

Por causa disso, Paulo e Silas foram açoitados e lançados em um cárcere. Parecia que a vida deles estava desgovernada.

Se sua vida está desgovernada e as dores, as aflições, as loucuras fazem de você gato e sapato, te machucam e te colocam em uma condição de humilhação, de indignidade, há um caminho para você.

Através de Paulo e Silas, podemos aprender como recuperar o controle da nossa vida.

O primeiro passo é tirar o inimigo, este problema, esta perda, este cansaço, esta dor e esta enfermidade do controle da sua vida.

O segundo passo é entregar esta situação nas mãos de Jesus Cristo. Como? Use o louvor! Eu costumo dizer que o louvor é a bussola do cristão. O som do louvor devolve sua vida no controle das mãos de Deus.

No cárcere, Paulo e Silas começaram a louvar. Mesmo machucados, sangrando e sofrendo uma injustiça, eles não deixaram de crer que suas vidas estavam no controle do Senhor. Eles resolveram não dar importância para a dor, mas buscaram a cura. Em nenhum momento, eles questionaram ao Senhor, pelo contrário, clamaram por Ele, pela justiça d’Ele.

Sabe o que aconteceu depois? A fé deles não foi envergonhada! Aquele louvor subiu aos céus, e todas as portas se abriram.

Quando você resolve dar um basta nesta loucura e clamar pelo Senhor, o sobrenatural acontece.

Aquela situação foi uma loucura tão grande, que o carcereiro pensou em se matar, mas Paulo o ministrou e explicou que ninguém havia escapado. Aquele homem, então, liberou Paulo e Silas e tratou de suas feridas. Eu imagino que aquele carcereiro deveria ter pensado: “Que som é este que quebra as cadeias?”.

Hoje, eu quero te perguntar: Qual é o som que tem saído da sua boca? É um som que te deixa mais amarrado ainda ao ódio, à inveja, à magoa, ou é o som que liberta e traz o milagre para a terra?

Paulo falou do amor de Cristo para o carcereiro e para a família dele. Todos aceitaram Jesus e foram batizados.

No outro dia, a história mudou, porque descobriram que Paulo era um cidadão romano. Ele jamais poderia ter passado por aquela situação.

Aqueles homens que prenderam Paulo e Silas se humilharam diante deles e pediram perdão.

Deus vai virar o jogo ao teu favor, assim como aconteceu com Paulo e Silas. Quando? Quando você decidir tirar o controle da tua vida das mãos do inimigo, quando este problema deixar de ser o teu deus, quando esta enfermidade não for mais o teu deus, quando a inveja não for mais o teu deus, quando o ódio não for mais o teu deus.

Quando você clamar pela presença de Deus, as portas impossíveis se abrirão, a cura vai brotar na sua vida, e aqueles que te ofenderam vão pedir o teu favor.  

Pense nisso!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Muita calma nessa hora!!!


Hoje, eu quero sobre um dos males do século 21: o estresse!

Se tem alguma coisa que rouba a nossa determinação e faz com que a gente interrompa o ciclo que Deus tem para as nossas vidas é o estresse!

Uma pessoa que não quer completar o ciclo de sua gravidez faz o que? Aborta! Mata o que poderia ser uma vida maravilhosa, uma herança bendita.

Sabe, por causa do nervosismo, do imediatismo, da ansiedade e do estresse, você, muitas vezes, acaba abortando o bem que Deus tinha para sua vida!

Você acaba abortando uma cura, porque não tem paciência para completar o tratamento! Você acaba abortando seu sonho de amor, porque não sabe esperar em Deus! Para você, o que vier é lucro! Você acaba abortando uma porta de emprego, porque é indisciplinado e intolerante com os seus colegas de trabalho.

Resumindo, você não consegue viver momentos de pressão. Você não consegue passar aquele dia que só traz surpresas desagradáveis! Você não consegue passar pelo dia da perda, que, muitas vezes, é temporária. Você não consegue passar pelo dia da falta de recursos! Você não consegue ser confrontado nas suas fraquezas e impossibilidades.

Exemplos práticos

Você estava na corda bamba, tentando se equilibrar a cada passo. Estava resistindo ao medo de altura, aos ventos contrários, às intimidações... Conseguiu chegar perto do seu destino... Estava indo tão bem! Mas, de repente, você se estressou, enlouqueceu – bateu aqueles famosos ‘cinco minutos’ – e se jogou. Você sabia que não correria risco de morrer, porque alguém já havia providenciado um colchão, mas você não alcançou seus objetivos.

É como algumas meninas que decidem fazer dieta! Vão ao nutricionista, se inscrevem na academia, cortam o fast-food e, no final do mês, sobem na balança e bate aquele desespero, porque só perderam 2 kg, sendo que precisam perder mais de 30! O que acontece depois? Bate aquela revolta, e elas se entopem de chocolate, comem só alimentos gordurosos e, nessa brincadeira toda, ganham mais 10kg!

É como algumas pessoas que não conseguem conter seu ímpeto, ainda mais com um chefe carrasco. Com o passar dos meses, você se dominou, conseguiu conquistá-lo, e ele passou a te confiar novos projetos. Só que em um deles, você escorregou feio! Seu chefe, que é mais impetuoso que você, te expos e te humilhou na frente de todos.

Em vez de ficar quieto, você partiu pra cima... Nem preciso dizer que a última parada foi a rua, né? Você perdeu uma excelente porta de emprego, porque não consegue controlar seu gênio.

É como algumas pessoas que são extremamente ciumentas e controladoras. Quando a namorada adiciona no Facebook um rapaz, que nem é tão bonito assim, o tempo fecha! Aí, depois das ofensas, você descobre que era apenas um primo que mora em outro país! Cansada de ser humilhada e perseguida, ela decide acabar com tudo.

Resumindo: você perdeu a mulher da sua vida, por causa de um ciúme doentio e sem fundamento!

Exemplos bíblicos

Eu citei alguns exemplos do dia a dia, mas, na Bíblia, existem muitos personagens que, por causa do estresse, colocaram tudo a perder. Um exemplo disso foi Moisés!

Vamos ler um trecho que relata isso! Está em Números 20: 11 a 13 11. “Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais. Mas o Senhor disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei. São estas as águas de Meribá, porque os filhos de Israel contenderam com o Senhor; e o Senhor se santificou neles.".

Vamos imaginar a cena! Mais uma vez o povo de Israel reclamou, murmurou, porque não tinha água no deserto. Eu consigo imaginar o quanto é angustiante você passar por isso! Se a gente já sofre debaixo de um sol de 35º C, imagine quem vive no deserto!? Se você quiser água, você pode ir ao mercado ou abrir a geladeira da sua casa e tirar aquela jarra cheia de água gelada... Eles não tinham isso! Mesmo com a crise que estamos vivendo, ainda conseguimos encontrar para água para beber.

Passar sede sem ter perspectivas de que ela será saciada é terrível! A garganta seca, dá uma moleza, começamos até a delirar!

Neste momento de escassez, eles começaram a questionar Deus e culparam Moisés pelas dificuldades que estavam passando. Mas, volto a repetir, isso não ocorreu apenas uma vez! Moisés já estava aguentando as reclamações do povo há mais de 40 anos!

Quem aguenta 40 aguenta mais um pouquinho. Eles já estavam pertinho de entrar na Terra Prometida, conforme Deus havia prometido, mas Moisés, do nada, pirou e bateu duas vezes na rocha!

Todas as vezes que o povo estava com sede, ele tocava naquela rocha, e saia água. Mais pra frente, no Novo Testamento, está escrito que aquela rocha era Jesus Cristo, era a pedra fundamental.

No dia do estresse de Moisés, no dia do “Tô de saco cheio!”, em vez de tocar, ele bateu na rocha, agrediu a fonte de suprimento deles. Eu imagino que ele estava com tanta raiva, que deve ter pensado: Eu estou cansado de ficar pedindo, por que o Senhor não joga água de uma vez e inunda esse povo?

Moisés se deixou dominar por aquela situação! Não aguentou a pressão, e as consequências foram terríveis! Com aquela atitude, ele abortou o plano que Deus tinha na vida dele. Muitos daqueles que beberam a água da rocha entraram na Terra Prometida, mas ele morreu no deserto!

Deus levantou outro homem para cumprir o propósito! Ele levantou Josué!

Os prejuízos do estresse

Sabe, o estresse só prejudica quem sente. Existem muitas mães que se estressam com os filhos e acabam cometendo loucuras, falam e agem de uma forma agressiva e descontrolada. Desde quando berro é sinal de autoridade? Esse estresse todo não muda seu filho, mas te destrói.

Existem muitas situações que nos faz colocar o “Eu não aguento mais!” no discurso: “Eu não aguento mais estar sozinha!”, “Eu não aguento mais essa enfermidade!”, “Eu não aguento mais não ter dinheiro para nada!”, “Eu não aguento mais lidar com o vício do meu marido”...

O problema é quando transformamos pensamentos em sentimentos, e os sentimentos em atitudes.

Existem pessoas que são tão dominadas pelo estresse, que acabam blasfemando contra Deus. Algumas só faltam tacar fogo na Bíblia! Misericórdia!

No final, o que restou? Uma frustração! Você voltou para a estaca zero!

Olha o que você fez com você? Olha o que você está fazendo com o seu casamento! Olha o que você está fazendo com o seu emprego! Olha o péssimo exemplo que você está dando para os seus filhos!

Tem gente que fica tão dominada pelo estresse que caba ficando doente! O estresse se manifesta em alergias, palpitações, gastrite nervosa...

Você ainda não percebeu que você está se deixando provocar pelo inimigo? Ele armou uma armadilha, e você caiu direitinho! Ele quer se aproveitar do seu momento de fraqueza e de impotência para arrebentar com sua vida e com aquilo que você poderia gerar.

“Mas, Bispa, eu estava no meu limite! Coloquei tudo o que estava sentindo para fora! Que se dane mesmo! Pronto, falei”.

É mesmo? Que se dane? Quem vai acabar se danando é você! Cada um colhe do fruto de suas ações.

Ainda dá tempo de mudar! Você vai, a partir de hoje, praticar o Salmo 37:5! Você vai entregar seu caminho ao Senhor, vai confiar n´Ele, e o restante Ele fará!

Mesmo que agora você não consiga levantar a mão e orar, clame no seu interior: “Senhor, me livra desse nervosismo, me ajuda. Eu não consigo lidar com essa situação sozinho. Isso me abala, me perturba, me enlouquece e me deixa com raiva! Jesus, se o Senhor é o caminho, eu invoco: Seja o meu caminho!”.

Em nome de Jesus, todo o estresse, todo o nervosismo e toda essa raiva não encontrarão mais espaço na sua vida!

Não seja um portador de problemas! Busque forças no Senhor! Ore mais, jejue mais, louve mais, ouça mais a Palavra de Deus, faça o propósito de ir mais vezes à igreja!

Este é o segredo para ser alguém de bem com a vida!


Pense nisso!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Quando estamos sem forças para continuar...


Hoje, quero te convidar a meditar comigo em 1 Samuel 21.

Queridos leitores, muitas vezes, quando a gente menos espera, nos encontramos no meio de uma guerra. Davi estava enfrentando sua segunda guerra, foi uma verdadeira loucura.

 A primeira guerra, para quem não sabe, foi contra os filisteus, quando Davi enfrentou um gigante imenso! A segunda foi a guerra da inveja e da perseguição. Detalhe: foi uma batalha sem motivos.

Sabe qual é o motivo das suas guerras? É a manifestação de um espírito de loucura. Às vezes, se levanta na sua casa, usando pessoas que você ama. Sabe aquelas pessoas que você nunca imaginaria que poderiam se levantar contra você e, de um dia para o outro, ficam com inveja? É uma coisa doida mesmo!

Inveja não é só a vontade de ter algo igual, é não aceitar que a outra pessoa tenha e querer sua destruição. Foi dessa forma que Saul, o “poderoso da terra”, se levantou contra Davi. Sabe o que Davi fez? Saiu correndo, fugiu!

No meio da fuga, Davi enfrentou dificuldades e passou fome! Ele não tinha nem forças para enfrentar o que viria pela frente! Mas o Senhor o justificou!

Aprenda uma coisa: contra a inveja, quem faz a justiça é o Senhor! Ele advogou a causa de Davi e o livrou daquela perseguição e do espirito de inveja... Sabe o mesmo espírito que se levantou contra Jesus Cristo e o levou para a cruz?

Talvez, hoje, lendo essa mensagem, você esteja passando por isso e esteja sem forças. Talvez, hoje, você esteja pensando: “Deus, eu não aguento mais lutar! Eu não tenho mais esperança! Eu não consigo enfrentar, não consigo enxergar um futuro!”.

Quem sabe você até esteja com vontade de morrer! Não que você esteja com um espirito de suicídio. Mas, você ora: “Por que o Senhor não me leva logo? Eu já fiz tanta coisa mesmo. Eu não vejo mais sentido na minha vida!”.

Olha, se você não tem forças e armas para lutar, vá para a Casa do Senhor. Sabia que foi isso que Davi fez? Na Casa de Deus, ele comeu o Pão Sagrado, o Pão da Proposição! O que é Pão da Proposição? É o pão com propósito! Davi estava com o propósito de se alimentar, renovar suas forças e de aprender, que na Casa do Senhor, sempre há alimento!

Da mesma forma, há pão com propósito na Casa de Deus para a tua vida. Propósito de restaurar suas forças, teu ministério, de te dar uma família, de te curar emocionalmente, de restituir sua profissão…

Na Casa do Senhor, há armas que te ajudam a derrubar gigantes. Uma delas é a espada, que é a Palavra de Deus. Hoje, você vai sair com essa palavra, vai intimidar e derrotar seus inimigos, trazendo honra para sua vida. Isso não vai ficar assim!

Não se deixe abater! Não se deixe derrotar! Não se deixe dominar pelos seus sentimentos! Aprende uma coisa: vida espiritual não é sentimento, é espírito. Às vezes, você não está sentindo nada e acha que Deus não está se movendo na sua vida. O coração do homem é enganoso! Cuidado para não ser enganado por você mesmo!

Você está se enganando com essa compaixão, com essa desilusão, com esse desânimo, com essa falta de vontade! Isso está quebrado, em nome de Jesus!

Levante-se, porque na Casa do Senhor tem uma palavra, que te dará uma direção; o Pão, que te dará força e a arma, que de dará a vitória! Venha Renascer em Cristo!

Pense nisso!

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Será do jeito e no tempo d'Ele!


João 11.34 a 42: “E perguntou: Onde o sepultastes? Eles lhe responderam: Senhor, vem e vê! Jesus chorou. Então, disseram os judeus: Vede quanto o amava.

Mas alguns objetaram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer que este não morresse? Jesus, agitando-se novamente em si mesmo, encaminhou-se para o túmulo; era este uma gruta a cuja entrada tinham posto uma pedra.

Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira mal, porque já é de quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram, então, a pedra.

E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste.  Aliás, eu sabia que sempre me ouves, mas assim falei por causa da multidão presente, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora!

Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir.”

Para que o milagre aconteça em sua vida, você precisa entender que, mesmo que não seja na sua hora, mesmo que não seja do seu jeito, mesmo que você tenha sofrido, mesmo que você tenha sentido dores, o Senhor cumprirá os Seus propósitos.

Depois que Lázaro morreu, Jesus levou quatro dias para chegar ao local. Fazia quatro dias que aquela casa estava de luto e em prantos.

As duas irmãs daquele homem, Marta e Maria, tinham o mesmo questionamento: “Se o Senhor tivesse chegado antes, Lázaro não teria morrido. Se o Senhor tivesse chegado antes, nós não estaríamos aqui com esta tristeza profunda!”. 

Eu fico imaginando que elas também pensaram que Jesus poderia ter pelo menos chegado no momento da morte de Lázaro para, pelo menos, consolar toda a família.

Naquele momento, o que restava para elas? Colocar uma pedra naquele túmulo. Mas Jesus veio com uma palavra surpreendente: “Remova a pedra!”. É exatamente isso o que Ele te fala hoje: “Tire a pedra daquilo que tem te amargurado!”, “Tire a pedra desta mágoa!”, “Tire a pedra deste sofrimento!”, “Tire esta pedra da falta de perdão!”.

Talvez, você esteja pensando: “Não é uma boa ideia! Eu vou ter que expor tudo o que está podre dentro de mim!”.

Marta e Maria não queriam que aquela pedra fosse removida, mas Jesus insistiu: “Tire-a!”.

O sobrenome que o inferno quer te dar

Marta era conhecida como a irmã do defunto. Como você é conhecido? Qual é a referência que as pessoas têm ao seu respeito. Talvez seja: a fulana que perdeu o filho, a sicrana que foi abandonada pelo marido, a beltrana que vive doente...  Marta escolheu assumir o sobrenome “irmã do defunto”.

Sabe, querido, enquanto você tiver liga com a morte, de tal forma que ela passe a fazer parte do seu nome,você, automaticamente, ignora a voz de Deus. Você deixa de cadastrar e registrar vontade d'Ele.

Jesus havia falado: “Se você crer, você verá a glória de Deus.”. Mas ela questionava: “Vou crer como? Meu irmão está morto! Já era. O que está feito está feito!”.

Eu imagino que ela deveria ter pensado: “Esta palavra não é para mim. Deve ser para alguém que tem algum tipo de esperança! Eu não tenho nenhuma!”.

Ela tinha que tirar a pedra do coração e entender que Jesus estava por perto, e que estava tudo o sob o controle d'Ele. 

Tire a pedra!

Sabe, a minha oração é para que os olhos do seu entendimento sejam abertos e que você sinta a presença do Senhor.  Mesmo que você não veja, existem anjos ao seu redor.

Se você remover essa pedra, se você se abrir para ser limpo de toda essa podridão que está te matando por dentro, você verá a glória de Deus.

Maria e Marta não presenciaram o milagre da cura, mas um milagre de ressurreição. E elas ressuscitaram também.

A minha oração é para que você viva  esta ressurreição e a palavra de Isaías 61.3. Que você tenha uma coroa, em vez de cinzas; óleo de alegria, em vez de pranto e veste de louvor, em vez de um espírito angustiado. Que você seja plantado para a glória do Senhor.

1 Coríntios 6.14: “Por seu poder, Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará.”

Eu quero finalizar este post com o louvor "Plano Melhor", do Renascer Praise 5. Essa canção sempre me ministra e tem tudo a ver com a mensagem que eu quero passar para vocês hoje: 


Pense nisso! 

Clique aqui para acompanhar o áudio desta ministração.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

As palavras certas despertam os melhores sentimentos e atitudes!


Provérbios 18.21: “A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

Você prestou atenção nesta mensagem? É exatamente sobre isso que eu quero falar hoje através deste post.

Quantas vezes a gente escolhe a pior maneira de se comunicar com os outros? Quantas vezes a gente escolhe expressar os nossos sentimentos da pior forma possível? Quantas vezes suas palavras destruíram pessoas e acabaram com relacionamentos?

Sabe, querido leitor, eu tenho o costume de ensinar para os líderes das igrejas que nós podemos exortar, corrigir, alertar... Mas não podemos, de maneira nenhuma, destruir!

Se as pessoas tem se afastado de você por causa do seu jeito e do seu trato, está na hora de rever seus conceitos!

Veja bem... Você gostaria que falassem do seu filho como você fala do filho dos outros? Você gostaria de receber os mesmos apelidos que você tem colocado nos seus colegas de trabalho? Você gostaria de ser vítima dos mesmos comentários que você faz? Você gostaria de ser tratado da mesma forma que você tem tratado os outros? Se você gostaria, então, está tudo bem. Está tudo ótimo.

Agora, se sua resposta for “não”, então, está na hora de mudar e aprender a construir relacionamentos através da palavra! Você sabia que o universo inteiro foi criado através de palavras? É verdade! As palavras têm poder. 

Sabe, em minha caminhada ministerial, eu aprendi que a gente ganha muito mais elogiando do que criticando.

A cada elogio, você reafirma uma atitude boa. Mas, quando você critica de forma voraz, cheio de ódio, raiva, como se fosse o dono da verdade, sabe o que acontece? Você acaba criando uma barreira em seus relacionamentos. Barreiras, muitas vezes, intransponíveis. Mesmo que você esteja certo, aquela pessoa não vai mais te ouvir, e, ainda, vai fazer de tudo para ficar distante de você! 

Você, infelizmente, assumiu a condição de chato. Sabe aquela pessoa que começa a dar sermão e não para mais? Sabe aquelas pessoas que não sabem dar um “bom dia”?

Se você não consegue ao menos cumprimentar as pessoas, seu caso é realmente grave! O que custa falar um “muito obrigado”? Falar um “boa tarde” custa tanto assim? Vai cair sua língua se você falar isso? Pois era bom que caísse mesmo.

Custa mesmo falar um “eu te amo”, falar um “Deus te abençoe”? 

Sabe o que mais eu aprendi? Que as nossas palavras são sementes. Você já pensou se você se alimentasse de tudo o que você fala? Você ficaria mais saudável ou morreria envenenado?

Uma palavra pode mudar tudo!

Recentemente, me mandaram um vídeo que confirma exatamente a mensagem que eu quero passar para vocês. Era de um senhor sego que ficava sentado em uma praça. Naquele local, havia uma placa com os dizeres: “Sou sego! Ajude-me!”. Foi a estratégia que ele encontrou para pedir esmolas. O dinheiro era colocado em uma latinha de refrigerante que ficava perto dele.

Os dias passaram, e a maioria das pessoas, simplesmente, o ignorava. Ele só conseguiu algumas moedinhas. Uma moça percebeu a situação daquele senhor e resolveu ajudá-lo. Ela pegou aquele cartaz e escreveu nele: “Hoje, o dia está tão lindo! Pena que eu não posso vê-lo!”. De repente, todas as pessoas começaram a colocar suas moedas naquelas latinhas.

Ele, surpreso com aquela mudança radical, perguntou para a moça: “O que você escreveu?”. E ela respondeu: “O mesmo que o Senhor, mas com outras palavras!”.

Isso realmente nos deixa uma grande lição. Sabe, muitas vez, você não tem alcançados seus objetivos, porque tem escolhido as piores palavras para se expressar.

 Mas, se você conseguir, com novas palavras, chamar atenção e despertar nos outros os melhores sentimentos, com certeza, você construirá relacionamos bem-sucedidos e felizes em todas as áreas da sua vida.


Pense nisso! 

terça-feira, 20 de junho de 2017

O que mais precisa acontecer?


Romanos 8.17: “Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.”

Como você tem passado os dias maus? Como você tem enfrentado as injustiças e as calamidades?

Existem situações na nossa vida que somente uma intervenção divina pode solucioná-las. Mas nós, muitas vezes, não ajudamos. Pelo contrário, só sabemos reclamar!

“Por que comigo, Senhor?”. Você acha mesmo que adianta fazer este tipo de pergunta?

Enquanto você estiver neste questionamento, você ficará distante de Deus.

“Como assim, Bispa? Eu me apegar a Deus? Como é que Ele permite que essas coisas aconteçam comigo?”.

Desta forma, você acaba brigando com o único que pode resolver e transformar a sua história. No final, você ficou com quem? Ficou só com o problema.

Hoje, eu quero te fazer uma pergunta: “O que mais precisa acontecer para você se aproximar de Deus? Qual outra perda você precisa sofrer para se apegar ao Senhor? Qual desgraça ainda precisa acontecer para você entregar sua vida a Jesus Cristo?”.

Então, em nome de Jesus, hoje mesmo, você vai se reconciliar com o Senhor. Venha renascer em Cristo. Se com Ele sofremos, com Ele, nós também seremos glorificados. 

Não sabe por onde começar? Eu sugiro que seja com uma oração sincera: “Senhor , eu não sei se o outro não merece estar bem; essa é a vida dele. Eu não quero mais ficar me comparando aos outros. Mas eu sei que eu preciso de um milagre na minha vida. Ensina-me a enfrentar esta adversidade. Ensina-me a ser uma pessoa melhor.”.

Humilhe-se na presença de Deus; Ele vai se compadecer e mudar a sua sorte. Não seja mais arrogante. Você precisa e depende, sim, do Senhor! Não brigue mais com a solução. 

Tenha consciência de que aquele que enviou o seu único filho para salvar a humanidade está contigo. Se você buscá-lo em espírito e em verdade, você O encontrará!

Romanos 8.32: “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”

Deus, de maneira nenhuma, despreza um coração contrito e honesto.

Quando a gente passa por um sofrimento, junto com Jesus, somos consolados, somos iluminados e recebemos um entendimento do céu sobre o porquê deste sofrimento. Este sofrimento se transforma em uma grande experiência com Deus. 

A experiência marca a gente de tal forma, que, mesmo na tempestade, a gente é conduzido pelo Senhor de forma abençoada. A gente sai do dia do sofrimento com uma nova vida, com novas perspectivas. Ficamos mais sensíveis, mais tolerantes, mais humanos...

Entregue este sofrimento nas mãos de Deus, e peça para Ele te ensinar, te transformar, para que a glória do Senhor e o milagre possam se manifestar na tua vida!

Você tem um milagre para viver? Então, não se “embarace” mais nos problemas, nos questionamentos e nas incertezas. Entregue os seus caminhos ao Senhor. Assim, você viverá além do que você sonhou ou imaginou.