Páginas

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Cuidado com suas motivações!

Hoje, eu quero falar sobre motivações. O que são motivações? São impulsos internos que nos levam a tomar uma determinada atitude. Elas estão intimamente ligadas aos nossos interesses e intenções.

Ou seja, por melhores que sejam suas atitudes, nem sempre quer dizer que suas intenções são boas e, mais cedo ou mais tarde, elas virão à tona, ou serão o seu destino! Por isso, tome muito cuidado!
  
Sabia que muitas vezes nos tornamos reféns das motivações dos outros? A resultante disso pode ser uma decepção, principalmente quando depositamos nossas esperanças em pessoas ou em grandes instituições. Mas o que determina o fim dessa história é a nossa atitude diante das provocações e perdas.

Vou citar um exemplo clássico deste tipo de relação: Saul e Davi. No “Pensamento do Dia” de hoje, vamos falar sobre isso.

1 Samuel 18: 17 a 19 “Disse Saul a Davi: Eis aqui Merabe, minha filha mais velha, que te darei por mulher; sê-me somente filho valente e guerreia as guerras do SENHOR; porque Saul dizia consigo: Não seja contra ele a minha mão, e sim a dos filisteus.  Respondeu Davi a Saul: Quem sou eu, e qual é a minha vida e a família de meu pai em Israel, para vir a ser eu genro do rei? Sucedeu, porém, que, ao tempo em que Merabe, filha de Saul, devia ser dada a Davi, foi dada por mulher a Adriel, meolatita.”

Queridos, Saul era uma pessoa totalmente perturbada. Ele armou uma cilada para Davi, porque se sentia ameaçado por ele. Saul não estava preocupado em vencer a guerra, ele queria matar Davi. A intenção não tinha nada a ver com o discurso!

Davi foi para a guerra, deu o melhor de si, arriscou sua vida e o que aconteceu? Em vez de receber a filha de Saul, que era a recompensa por sua fidelidade ao rei, viu Saul entregando-a para outro!

Quantas vezes, Satanás já preparou armadilhas semelhantes para você? No trabalho, na família ou no casamento?

10, 20, 30 anos de casado, ou até mais... Você orou, se preparou, conquistou, sonhou, desejou, construiu... para vê-lo com outra... Ou tantos anos de dedicação e fidelidade, para você simplesmente ouvir da sua esposa: "Eu não te amo mais!"?

Ou, então, você se dedicou ao trabalho, mas do que se dedicou a própria saúde.... Fez horas extras, deu o seu melhor, investiu seu tempo, investiu dinheiro em formação, para ser mandado embora, da noite para o dia.

Essa frustração que sentimos é o terreno fértil para o inimigo agir e abalar a nossa fé, fazendo brotar o pior de nós! Ele quer te mostrar que ser errado vale a pena, e que ser honesto é perda de tempo!

Você vai à igreja, mas deixou de ter sonhos, de ter fé. É algo tão sutil, que você nem percebe. Primeiro, você deixa de se relacionar com as pessoas que te levam para mais perto de Deus. Depois, deixa de ir à igreja, deixa de ouvir louvores, deixa de orar...  e corta, literalmente, sua relação com o Senhor.

Saul era inimigo de Davi. Imagine o homem “mais poderoso” da terra estar contra você. Mas ele não quer somente te deixar humilhado, quer te matar! Sabe qual era o problema de Davi? Ser bom demais. Isso incomodava Saul.

Davi, no meio de tanta injustiça, em vez de abandonar tudo, ficou mais confiante e mais motivado: "Isso aconteceu, porque Deus permitiu e Ele tem o melhor mim! No tempo certo, eu vou colher os meus frutos!".

E foi assim mesmo... Saul armou outra armadilha para envergonhar Davi: "Se você trouxer 100 prepúcios dos filisteus, te darei minha outra filha!".

Que desafio desnecessário! Para isso, Davi tinha que matar 100 filisteus! Com certeza, na cabeça de Saul, Davi morreria ou não conseguiria nem a metade...

Mas sabe o que Davi fez? Foi à luta e conseguiu 200, ou seja, o dobro! Davi não era um cara cheio de crises e melindres. Ele não deixou nada abalar suas motivações! Pelo contrário, mostrou quem ele realmente era: um guerreiro! Ele foi honrado e, o melhor de tudo, a outra filha de Saul o amava verdadeiramente!

Quando tirarem tudo o que você tem, faça o dobro! Deus é contigo, e Ele te justifica!

Quero finalizar o Pensamento de hoje, com 1 Coríntios 15:58 “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.”.

Que a sua motivação seja agradar ao Senhor! Dessa forma, você nunca será frustrado ou envergonhado.


Pensem nisso!

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Vencendo a solidão...

Gênesis 1.18: “disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só, far-lhe-ei uma auxiliadora.”.

Só quem realmente conhece e convive com a solidão sabe o que é isso! Tudo é com você. E quando falo tudo, é tudo mesmo!

Às vezes, não é nem o caso de não se ter uma família ou amigos. Para ser bem direta: a situação, o grande problema é dormir e acordar sozinho, não ter ninguém para formar uma família, para fazer planos para o futuro, para dividir alegrias e choros... Ter “alguém” mesmo, entendeu? Um grande amor que preenche nossos dias, que se preocupe com a gente nos detalhes e que a gente também se preocupe com ela (e), nas pequenas coisas... Alguém que tenha tudo a ver com você!

De repente, nesta solidão, todas as suas amigas ou amigos decidiram casar! É nestes momentos que vem aquele gemido, aquele clamor, ou até mesmo um grito carregado de raiva e tristeza: “Deus, o Senhor não está vendo o meu sofrimento? Eu simplesmente não aguento mais estar sozinho!”.

Para você que se sente assim, posso te dizer que, antes mesmo de você sofrer esta solidão, Deus, no principio de tudo, quando fez o homem, viu que a solidão poderia trazer danos, traumas e dificuldades, até mesmo de desfrutar de todo aquele paraíso.

Diante disso, só nos resta concluir que problema não está em Deus. Por incrível que pareça, está em nós! É claro que, para falar sobre isso direito, eu precisaria escrever um livro, mas vou só enumerar algumas das coisas que podem estar te impedindo de viver este sonho de amor e de família:

1-Você tem medo de sofrer ou reviver situações da sua infância!

Então, você só se associa com pessoas que você tem certeza que não correrá o risco de amar, a ponte de casar... Neste caso, você precisa procurar uma igreja e ser ministrado, em cura interior.

2- Na realidade, você não quer, porque esta muito bem assim!

Está trabalhando, estudando, viajando... a mil por hora! Na verdade, você nem tem tempo para pensar nisso! O duro é a cobrança da família e os programas que você gostaria de fazer que só teria graça com mais um. Busque em Jesus a sua verdade! Assim você se reconciliará consigo mesma!

3-Você teve alguém e, simplesmente, não deu certo!

Existem dois grandes problemas: manter um namoro, sabendo que não dará certo, pois você não consegue se desligar emocionalmente do relacionamento anterior ou não acreditar em mais ninguém. Você precisa de libertação!

4- Você está procurando alguém no lugar errado!

Lembro-me de uma moça que aconselhei, que posso chamar de “sedentária feliz”. Por conta disso, era “gordinha”, não fazia ginástica, dieta, caminhadas, ou coisa parecida... Mas só entrava em sites de relacionamentos de homens que tinham, como suas prioridades, a aparência, a prática de esportes, exercícios, suplementos alimentares... Resultado: não passava do primeiro encontro! E ainda, voltava frustrada e decepcionada com Deus.

Tem pessoas que procuram relacionamentos duradouros em lugares de relacionamentos superficiais, como baladas e bares!

Você precisa entregar sua vida para Jesus, porque até agora o que tem dirigido sua vida é uma carência e um modismo!

5- você está no lugar errado!

Também baseada em minhas experiências de gabinete ministerial: havia uma moça que tinha um chamado, uma missão de Deus para pregar o evangelho, mas ela não queria, achava que não conseguiria, em fim... Sempre se escondia atrás da desculpa do trabalho e por aí vai...

Mas a pessoa que Deus tinha preparado para ela, porém, tinha em seu coração que encontraria sua esposa no altar da igreja pregando, louvando, ministrando...

Às vezes, quem aumenta o tempo da solidão somos nós mesmos. Cada um de nós, além de uma profissão, temos uma missão na Terra. Ao nos dispormos a cumpri-la, trabalhando para Deus, fazendo a vontade d´Ele, encentramos o que só Ele pode nos dar: o bom, perfeito e agradável!

Em suma, esta é uma área da sua vida estéril, simplesmente improdutiva e te faz sofrer a carência do “fruto” que ela deveria dar? Para vencer a esterilidade, seja em que área for, há algumas atitudes que você deve tomar:

1-Entregar sua vida para Jesus!

Deixe que Ele seja realmente o teu Senhor, frequentando uma igreja, a prendendo e praticando a Palavra de Deus. Foi assim que Isaque venceu a esterilidade na terra que ele habitava!

2-Campanhas de jejum e oração!

Foi assim que Isaque venceu a esterilidade de sua mulher, que acabou não só engravidando, mas gerando gêmeos, em uma época em que nem de longe se sonhava com inseminação artificial ou coisa parecida.



Pense nisso!

terça-feira, 28 de junho de 2016

Como vencer o medo?

Salmo 56. 3, 4 e 9: “Em me vindo o temor, hei de confiar em Ti. Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim.”

Sabe, muitas vezes, você já começa o dia apavorado. Realmente, estamos vivendo tempos difíceis. O medo se faz presente, não só da violência, mas das loucuras que pairam na sociedade. Pode ser o medo de perder o emprego, medo de ser mal compreendido, medo de ficar sozinho...

O medo foi o primeiro sentimento que veio do inferno para atacar o homem. É isso mesmo! O medo tem origem espiritual. Em 2 Timóteo, está escrito que Deus não nos dá espírito de medo, mas de amor, moderação e poder.

Se o medo é um espírito maligno, temos que lidar com ele espiritualmente.

Quando vier aquela angustia, aquela insegurança, aquela incerteza, dobre o seus joelhos e pratique o que está escrito no Salmo que acabamos de ler: “E, vindo o temor, eu ei de confiar em Ti!”.

Invoque ao Senhor, abra o seu coração e fale do que você tem medo. Coloque esta situação diante daquele que está acima de tudo: “Senhor, eu sei que Tu és maior do que esta situação. Eu sei que Tu és poderoso para mudar isso. Tire este medo do meu coração! Ensina-me a enfrentar esta luta”.

Não se entregue mais ao medo. Não deixe que ele seja seu deus. O medo é um sentimento que veio para escravizar o homem, e não para protegê-lo.

Quando nos deixamos tomar pelo medo, ficamos cada dia mais enfermos do corpo, alma e espírito.

No Renascer Praise 19, há um louvor que o Espírito Santo me deu. O coro é assim: “Espírito, me toma e não devolva. Tua vontade eu quero ser!”.

Peça para que Espírito Santo te tome e não te devolva mais para o medo. Clame: “Senhor Jesus, eu quero sentir a Tua presença. Eu quero sentir o Teu amor!”.

É assim que a gente enfrenta o dia mau, o dia da ameaça. Quando você clama a Deus, vem uma segurança no seu coração e uma ousadia, que só Deus pode te dar. 

A certeza de que o Senhor está com você está acima de tudo. Só vai acontecer o que Ele permitir. E Ele sempre tem o melhor.

Deus é por você!


Pense nisso!

segunda-feira, 27 de junho de 2016

É tempo de avançar!

Sabe quando as coisas na sua vida terminam dando errado, sem nem mesmo começar? Isso, geralmente, ocorre quando você já inicia algo, mas com sintomas de que vai ser um desastre. Sabe como? Colocando dificuldades.

Quando Moisés se deparou com o Mar Vermelho e viu que não tinha como passar, ele clamou a Deus, que lhe respondeu: “Por que clamas a mim? Diga aos filhos de Israel que marchem. E tu levantes a tua vara, estenda a mão sobre o mar e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo mar em seco!”.

Assim como o Senhor fez com Moisés, Ele fará contigo! Basta confiar n’Ele e no seu chamado.

Deus está te convidado a seguir em frente com Ele. Aceite este convite, porque, na Palavra, está escrito: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor da terra.”.

Caso você não saiba o que precisa fazer para ter uma vida em Cristo, pergunte ao Senhor. Ele sabe como te fazer feliz.

Se você clamar de coração aberto, o Senhor irá te suprir e te dar o seu milagre.

Deus está te convidando para viver um segundo semestre de avanço e de portas abertas!


Pense nisso!

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Um poder transformador!

Joel 2.12 a 17 “Todavia ainda agora diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes; e convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque ele é misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Quem sabe se não se voltará e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, em oferta de cereais e libação para o Senhor vosso Deus? 

Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, convocai uma assembleia solene; congregai o povo, santificai a congregação, ajuntai os anciãos, congregai os meninos, e as crianças de peito; saia o noivo da sua recâmara, e a noiva do seu tálamo. Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar, e digam: Poupa a teu povo, ó Senhor, e não entregues a tua herança ao opróbrio, para que as nações façam escárnio dele. Por que diriam entre os povos: Onde está o seu Deus?”.  

Querido, se você quer mudar situações em sua vida, em vez de ficar desesperado, se revoltar contra Deus e culpar a todos por este vazio que você sente, busque o Senhor. Peça ajuda, rasgue o teu coração.

Não maldiga aquele pode realizar um milagre em sua vida! Peça a Ele misericórdia! Peça para Ele te ensinar a viver cada situação. Desta forma, você vai ver sua história mudar.

São anos e anos buscando ao Senhor, e eu posso dizer que nunca fui frustrada!  

Sabe, se você tivesse a oportunidade falar algo, antes de morrer, para todas as pessoas que você ama, o que você falaria?

Depois de ficar 40 dias no deserto, Jesus disse aos discípulos: “Estejam reunidos na igreja, até estarem revestidos de poder, e saiam para ter vitória.”. Alguns voltaram à vida anterior, mas Jesus foi atrás e reforçou Sua palavra.  

O Senhor quer te revestir de autoridade, para que você tenha vitória. Este poder está disponível para você viver as mesmas obras que Jesus realizou e maiores ainda. É o poder de transformar um vexame de um casamento em uma festa maravilhosa. É o poder de transformar um velório em uma celebração, assim como ocorreu quando Jesus ressuscitou o filho da viúva de Naim!

Jesus está entre nós! Busque-o!


Pense nisso!

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Resista porque essa luta tem dia e hora para acabar!

Mateus 4.3 e 4: “Chegando, então, o tentador, disse-lhe: Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães. Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.”.

Jesus jejuou durante 40 dias porque ele tinha inimigos para vencer. Em Mateus 17, está escrito que há castas de demônios que só saem com jejum e oração.

Quando Ele estava próximo de terminar aquele tempo de consagração, Satanás aparece para atormentá-lo e tentá-lo: “Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães!”.

Jesus estava com fome, mas Ele tinha, como arma, a Palavra de Deus. Ele não permitiu que a necessidade momentânea matasse sua vontade de vencer.

Com sabedoria, ele resistiu às investidas do seu adversário: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus!’”.

Chegou o momento de você fazer o mesmo! Chegou o momento de você não ceder mais às suas carências carnais!

Não permite que uma necessidade momentânea mate o futuro de bênçãos que o Senhor tem para você!

O fato de uma portar ter fechado não significa que Deus não possa abrir uma maior e melhor.

Você não vai mais viver só de força humana, mas da graça do Senhor derramada sobre sua vida.

Quantas vezes, neste ano, você acordou sem motivações? Mas o que você fez? Levantou-se e foi à luta! Isso significa que, das suas fraquezas, você tirou forças e começou a andar pela fé.

Resista até o fim, e este mal sairá do seu caminho.


Pense nisso!

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Renovo de forças

Salmo 144.1: “Bendito seja o Senhor, minha rocha, que adestra as minhas mãos para a peleja e os meus dedos para a guerra”.  

Davi estava louvando a Deus porque recebeu d’Ele forças para ir à guerra!

O que isso quer dizer? Que devemos buscar de Deus poder de resistência e condições para lutarmos.

Mas o que é mais comum acontecer? Entregarmo-nos ao desânimo, ao sentimento de impotência e de autocomiseração.

Não assuma mais a condição de vítima, mas daquele que vai sair da crise mais que vencedor!

Murmurar não resolve. Guerra a gente vence lutando, não se lamentando!

Busque poder de Deus! Ele te dará sabedoria para agir, força para lutar e fé para sair desta situação em vitória.



Pense nisso!