Páginas

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Simplesmente e, ao mesmo tempo, complicadamente cansada!

Olá tudo bem? Depois de muitos pedidos, eu decidi postar um “Pensamento do Dia” baseado no livro “Coração de Mãe”. 

Vale a pena adquirir esta publicação! É um instrumento de cura. Quando comecei a escrever, Deus me deu uma estratégia: registrar cartas de filhos para mães, apontando diversas situações que envolvem esta relação.

A minha intenção é que você comece a enxergar e conhecer o ponto de vista de sua mãe. Por meio desta compreensão, tenho certeza de que haverá um caminho de cura e harmonia familiar.

Hoje, eu quero dividir com vocês um pedacinho de uma das cartas. Esta é de mãe para mãe, falando sobre o cansaço. Como se nenhuma mãe ficasse cansada, não é mesmo?

Para você entender o contexto, abra sua Bíblia em Eclesiastes 10: 16 e 17 “Ai de ti, ó terra cujo rei é criança e cujos filhos se banqueteiam já de manhã. Ditosa, tu, ó terra cujo rei é filho de nobres e cujos príncipes se sentam à mesa ao seu tempo para refazerem as forças e não para bebedice”.


Simplesmente e, ao mesmo tempo, complicadamente cansada!

Parece que o mundo está sobre as nossas costas! E o pior! Nós não temos como parar! Não vemos nenhuma saída! Estamos no limite, mas ninguém compreende isso!

Muitas vezes, entregamos as rédeas de nossa vida e, principalmente, de nosso coração aos nossos filhos; seja pelo motivo que for! Por não querer que lhes falte nada, ou para compensá-los em razão da nossa ausência, ou ainda, buscando ser mais amadas.

A verdade é que acabamos funcionando de acordo com os seus “altos e baixos”. Com seus caprichos, seus desejos e suas crises...


Sabe, será que sua vida não está nas mãos de um filho viciado, de uma filha que apanha do namorado e quer continuar com ele, de um filho que não quer estudar, de filhos que estão passando por situações muito complicadas? Você não enxerga, mas, muitas vezes, você acaba se tornando refém das escolhas e dos problemas de seus filhos!

Nós temos o GAUF, Grupo de Apoio ao Usuário e Familiares, que são reuniões semanais que realizamos com dependentes químicos. Sabe o que nós percebemos? Que tanto os dependentes químicos quanto os seus familiares precisam de tratamento intenso, porque os parentes acabam ficando viciados também, viciados emocionalmente! Acabam perdendo suas forças, porque vivem em função de uma pessoa que é problemática.

De repente, seus filhos não têm nenhum tipo de problema grave, mas o seu excesso de amor está te mantendo refém, e por isso você está tão cansada. Neste caso, sabe o que está faltando? Colocar limites! Você não está conseguindo se posicionar e acaba assumindo uma carga maior do que você pode suportar. Isso não ajuda seus filhos, pelo contrário, os sufoca!

Em nome de Jesus, você vai pedir ao Senhor sabedoria, graça e força para mudar seu comportamento. Esta mudança vai trazer uma alteração na engrenagem do funcionamento da sua casa! Lembre-se, a mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola a derruba com suas próprias mãos. Hoje, você vai buscar equilíbrio! Não vai deixar largado, mas também não vai sufocar!

Sabe, me perdoe a franqueza, mas, muitas vezes, a nossa tolice é amar além do necessário. Seca mata, mas enchente mata também, sabia?

Você não vai ser aquela mãe que vai perecer no paraíso, porque isso já é algo desconexo. Padecer no inferno é até compreensível, mas no paraíso, é loucura! Você vai ser aquela que se alegrará no paraíso, com a herança que Deus deu.

Esteja seu filho passando pelo que for, você vai ter alegria e vai desfrutar da honra e da benção de ser mãe! Não deixe alguém que é imaturo emocionalmente, que não tem vitalidade, experiência, ou alguém que você ama demais, dirigir sua vida. Coloque Deus em primeiro lugar, e Ele te dará sabedoria para administrar qualquer situação que se levantar para abalar a estrutura da sua família. Pense nisso!