Páginas

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Não é o fim da linha!

2 Reis 8: 1 a 6 “E falou Eliseu àquela mulher cujo filho ele ressuscitara, dizendo: Levanta-te e vai, tu e a tua família, e peregrina onde puderes peregrinar; porque o Senhor chamou a fome, a qual também virá à terra por sete anos. E levantou-se a mulher, e fez conforme a palavra do homem de Deus; porque foi ela com a sua família, e peregrinou na terra dos filisteus sete anos.

E sucedeu que, ao fim dos sete anos, a mulher voltou da terra dos filisteus, e saiu a clamar ao rei pela sua casa e pelas suas terras. Ora o rei falava a Geazi, servo do homem de Deus, dizendo: Conta-me, peço-te, todas as grandes obras que Eliseu tem feito. E sucedeu que, contando ele ao rei como ressuscitara a um morto, eis que a mulher cujo filho ressuscitara clamou ao rei pela sua casa e pelas suas terras.

Então disse Geazi: Ó rei meu senhor, esta é a mulher, e este o seu filho a quem Eliseu ressuscitou. E o rei perguntou à mulher, e ela lho contou. Então o rei lhe deu um oficial, dizendo: Faze-lhe restituir tudo quanto era seu, e todas as rendas das terras desde o dia em que deixou a terra até agora.”

Há coisas que são bem difíceis de entender... Como é que a gente, obedecendo ao profeta, acaba, no fim, perdendo tudo? Bem, foi exatamente o que aconteceu com a mulher sunamita.

No livro de 2 Reis 4, encontramos parte de sua história, e podemos perceber que ela era uma mulher muito rica, uma supridora da obra de Deus e também do profeta do Senhor. Enfim, era uma mulher temente a Deus, que teve sua vida marcada por milagres e saiu deixando tudo o que tinha, em obediência à Palavra liberada por Eliseu.

Quem falhou? Pelo que está escrito na Bíblia, não foi ela. Será que foi Deus? Jamais! Então, foi o profeta? Muito menos! Na verdade, ninguém errou!

A dificuldade que ela passou em uma terra estranha, por obediência ao profeta, e pagando um alto preço não foi nada perto da fome e da necessidade que ela viveria, se não tivesse obedecido.

Sua fidelidade a Deus e sua submissão à autoridade espiritual que o Senhor designou sobre sua vida a fizeram não só ser restituída de tudo o que tinha, como também de tudo o que deixou de ganhar nos sete anos em que esteve fora.

Quando temos uma história com Deus, nosso trabalho nunca será em vão! Se você, apesar de ser fiel, dizimista e ofertante, está passando por dificuldades financeiras ou, simplesmente, perdeu tudo, é necessário:

1-Manter-se firme, fiel a Deus e às autoridades que Ele constituiu sobre sua vida e jamais murmurar, como fez o povo no deserto, trazendo sobre si o exterminador (2 Coríntios 10:10).

2-Rever suas atitudes, seus posicionamentos e como você tem administrado o que Deus tem te dado (2 Reis 4:13; 8: 3 a 6).

No primeiro momento, a mulher sunamita disse que não precisava de nenhuma interferência por parte do rei. Ela tinha a vida financeira tão estável que se dava ao luxo de dispensar a ajuda dos outros. Mas, ao perder tudo, pode perceber como é importante gerar bons relacionamentos para seus negócios.

Talvez, hoje, você precise deixar de ser arrogante! 
Principalmente, se você não aceita nenhum princípio de gestão. Chegou a hora de pedir sabedoria ao Senhor, para que Ele também dê testemunho de sua fidelidade e te abra portas sobrenaturais.

Há tempo de ganhar, há tempo de perder, mas, em todo o tempo, o Senhor permanece o mesmo. Ele é abençoador, amoroso e fiel!


Pense nisso!

terça-feira, 24 de junho de 2014

Cuidado com suas motivações!

Hoje, eu quero falar sobre motivações. O que são motivações? São impulsos internos que nos levam a tomar uma determinada atitude. Elas estão intimamente ligadas aos nossos interesses e intenções.

Ou seja, por melhores que sejam suas atitudes, nem sempre quer dizer que suas intenções são boas e, mais cedo ou mais tarde, elas virão à tona, ou serão o seu destino! Por isso, tome muito cuidado!
  
Sabia que muitas vezes nos tornamos reféns das motivações dos outros? A resultante disso pode ser uma decepção, principalmente quando depositamos nossas esperanças em pessoas ou em grandes instituições. Mas o que determina o fim dessa história é a nossa atitude diante das provocações e perdas.

Vou citar um exemplo clássico deste tipo de relação: Saul e Davi. No “Pensamento do Dia” de hoje, vamos falar sobre isso.

1 Samuel 18: 17 a 19 “Disse Saul a Davi: Eis aqui Merabe, minha filha mais velha, que te darei por mulher; sê-me somente filho valente e guerreia as guerras do SENHOR; porque Saul dizia consigo: Não seja contra ele a minha mão, e sim a dos filisteus.  Respondeu Davi a Saul: Quem sou eu, e qual é a minha vida e a família de meu pai em Israel, para vir a ser eu genro do rei? Sucedeu, porém, que, ao tempo em que Merabe, filha de Saul, devia ser dada a Davi, foi dada por mulher a Adriel, meolatita.”

Queridos, Saul era uma pessoa totalmente perturbada. Ele armou uma cilada para Davi, porque se sentia ameaçado por ele. Saul não estava preocupado em vencer a guerra, ele queria matar Davi. A intenção não tinha nada a ver com o discurso!

Davi foi para a guerra, deu o melhor de si, arriscou sua vida e o que aconteceu? Em vez de receber a filha de Saul, que era a recompensa por sua fidelidade ao rei, viu Saul entregando-a para outro!

Quantas vezes, Satanás já preparou armadilhas semelhantes para você? No trabalho, na família ou no casamento?

10, 20, 30 anos de casado, ou até mais... Você orou, se preparou, conquistou, sonhou, desejou, construiu... para vê-lo com outra... Ou Tantos anos de dedicação e fidelidade, para você simplesmente ouvir da sua esposa: Eu não te amo mais!

Ou então, você se dedicou ao trabalho, mas do que se dedicou a própria saúde.... Fez horas extras, deu o seu melhor, investiu seu tempo, investiu dinheiro em formação, para ser simplesmente mandado embora.

Essa frustração que sentimos é o terreno fértil para o inimigo agir e abalar a nossa fé, fazendo brotar o pior de nós! Ele quer te mostrar que ser errado vale a pena, e ser honesto é perda de tempo!

Você vai à igreja, mas deixou de ter sonhos, de ter fé. É algo tão sutil que você nem percebe. Primeiro, você deixa de se relacionar com as pessoas que te levam mais perto de Deus. Depois, deixa de ir à igreja, deixa de ouvir louvores, deixa de orar...  e corta, literalmente, sua relação com o Senhor.

Saul era inimigo de Davi. Imagine o homem “mais poderoso” da terra estar contra você. Mas ele não quer somente te deixar humilhado, quer te matar! Sabe qual era o problema de Davi? Ser bom demais. Isso incomodava Saul.

 Davi, no meio de tanta injustiça, em vez de abandonar tudo, ficou mais confiante e mais motivado: Isso aconteceu, porque Deus permitiu e Ele tem o melhor mim! No tempo certo, eu vou colher os meus frutos!

E foi assim mesmo... Saul armou outra armadilha para envergonhar Davi: Se você trouxer 100 prepúcios dos filisteus, te darei minha outra filha.

 Que desafio necessário! Para isso, Davi tinha que matar 100 filisteus! Com certeza, na cabeça de Saul, Davi morreria ou não conseguiria nem a metade...

Mas sabe o que Davi fez? Foi à luta e conseguiu 200, o dobro! Davi não era um cara cheio de crises e melindres. Ele não deixou nada abalar suas motivações! Pelo contrário, mostrou quem ele realmente era: um guerreiro! Ele foi honrado e o melhor de tudo, a outra filha de Saul o amava verdadeiramente!
Quando tirarem tudo o que você tem, faça o dobro! Deus é contigo e Ele te justifica!

Quero finalizar o Pensamento de hoje, com 1 Coríntios 15:58 “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.”.

Que a sua motivação seja agradar ao Senhor! Dessa forma, você nunca será frustrado ou envergonhado.


Pensem nisso!

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Isso não pode ficar assim!

Hoje, quero te convidar a meditar comigo em 1 Samuel 21: 1 a 6, 8 e 9

Queridos leitores, muitas vezes, quando a gente menos espera, nos encontramos no meio de uma guerra. Davi estava enfrentando sua segunda guerra, foi uma verdadeira loucura.

 A primeira guerra, para quem não sabe, foi contra os filisteus, quando Davi enfrentou um gigante imenso! A segunda foi a guerra da inveja e da perseguição. Detalhe: foi uma batalha sem motivos.

Sabe qual é o motivo das suas guerras? É a manifestação de um espírito de loucura. Às vezes, se levanta na sua casa, usando pessoas que você ama. Sabe aquelas pessoas que você nunca imaginaria que poderiam se levantar contra você e de um dia para o outro, ficam com inveja? É uma coisa doida mesmo!

Inveja não é só a vontade de ter algo igual, é não aceitar que a outra pessoa tenha e querer sua destruição. Foi dessa forma que Saul, o “poderoso da terra”, se levantou contra Davi. Sabe o que Davi fez? Saiu correndo, fugiu!

No meio da fuga, Davi enfrentou dificuldades e passou fome! Ele não tinha nem forças para enfrentar o que viria pela frente! Mas o Senhor o justificou!

Aprenda uma coisa: contra a inveja, quem faz a justiça é o Senhor! Ele advogou a causa de Davi e o livrou daquela perseguição e do espirito de inveja... Sabe o mesmo espírito que se levantou contra Jesus Cristo e o levou para a cruz?

Talvez, hoje, lendo essa mensagem, você esteja passando por isso e esteja sem forças. Talvez, hoje, você esteja pensando: “Deus, eu não aguento mais lutar! Eu não tenho mais esperança! Eu não consigo enfrentar, não consigo enxergar um futuro!”.

Quem sabe você até esteja com vontade de morrer! Não que você esteja com um espirito de suicídio. Mas, você ora: “Por que o Senhor não me leva logo? Eu já fiz tanta coisa mesmo. Eu não vejo mais sentido na minha vida!”.

Olha, se você não tem forças e armas para lutar, vá para a Casa do Senhor. Sabia que foi isso que Davi fez? Na Casa de Deus, ele comeu o Pão Sagrado, o Pão da Proposição! O que é Pão da Proposição? É o pão com propósito! Davi estava com o propósito de se alimentar, renovar suas forças e de aprender, que na Casa do Senhor, sempre há alimento!

Da mesma forma, há pão com propósito na Casa de Deus para a tua vida. Propósito de restaurar suas forças, teu ministério, de te dar uma família, de te curar emocionalmente, de restituir sua profissão…

Na Casa do Senhor, há armas que te ajudam a derrubar gigantes. Uma delas é a espada, que é a Palavra de Deus. Hoje, você vai sair com essa palavra, vai intimidar e derrotar seus inimigos, trazendo honra para sua vida. Isso não vai ficar assim!

Não se deixe abater! Não se deixe derrotar! Não se deixe dominar pelos seus sentimentos! Aprende uma coisa: vida espiritual não é sentimento, é espírito. Às vezes, você não está sentindo nada e acha que Deus não está se movendo na sua vida. O coração do homem é enganoso! Cuidado para não ser enganado por você mesmo!

Você está se enganando com essa compaixão, com essa desilusão, com esse desânimo, com essa falta de vontade! Isso está quebrado, em nome de Jesus!

Levante-se, porque na Casa do Senhor tem uma palavra, que te dará uma direção; o Pão, que te dará força e a arma, que de dará a vitória! Venha Renascer em Cristo!

quarta-feira, 18 de junho de 2014

A melhor forma de enxergar a vida!

Mateus 6: 22 e 23 “São os olhos a lâmpada para o corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se porém, os teus olhos forem maus, todo o seu corpo estará em trevas. Por tanto, caso a luz que há em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!".

A maneira como você se enxerga, nem sempre, reflete o que você realmente é! Você pode estar passando por situações difíceis, mas você não é nenhuma delas! O fato de você estar gripado não quer dizer que você seja a gripe!

Sabe, Deus não mudou só por que as coisas, no seu ponto de vista, viraram de ponta cabeça. Não permita que esta situação de consuma! Apegue-se a Deus.

“Por que eu, o Senhor, não mudo, por isso, vós os filhos de Jacó, não sois consumidos” - Malaquias 3: 6.

Se hoje, está faltando saúde, dinheiro, ou qualquer outra coisa, não se desespere! Lance toda a sua ansiedade, em oração, ao Senhor e Ele te dará a paz necessária para que, em tudo, você seja vitorioso! Ele cuidará de você!

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós” - 1 Pedro 5: 7.

Lembre-se de que é apenas mais uma fase da sua vida, e Deus, só Ele, pode te tirar desse tempo de tormenta e te levará ao, tão desejado, porto seguro. Apegue-se a Ele e você viverá a verdade de Salmo 91: 14 e 15: “Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angustia, eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.”

Deixe o Senhor te conduzir, porque somente Ele é o caminho. O caminho do justo é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais, até se tornas o dia perfeito (Provérbios 4: 18).

Você está só passando por uma luta, por um período de choro, de necessidade, mas continua sendo filho de Deus.

Você pode não ter escolhido a situação pela qual você está passando, mas você pode passar por ela da melhor maneira possível!

Quero finalizar o estudo de hoje com alguns versículos:

 “A caso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti” - Isaías 49: 15.

“Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” - Provérbios 3: 5 e 6.

“Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.” - 2 Coríntios 4: 16 a 18


Pense nisso!

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Eu pensei que a amizade fosse verdadeira!

Salmos 55:21 “A sua boca era mais macia que a manteiga, porém no coração havia guerra; as suas palavras eram mais brandas que o azeite; contudo, eram espadas desembainhadas.”.

Quando poderíamos imaginar que aquela amiga que ligava todos os dias, que só faltava adivinhar nossos pensamentos, que sempre esteva ali apoiando, nos dando razão em tudo e nos chamando de irmãs era só uma ilusão?

Quem poderia imaginar que esta pessoa que você amava tanto, na realidade, era só sua amiga por conveniência? O limite da amizade eram os seus próprios interesses. E você, por outro lado, deu o seu melhor.

E pensar que por esta fulana você até começou a questionar sua fé e as pessoas que realmente abençoaram sua vida com frutos concretos e permanentes! Sabe, pior do que inimigos declarados são aqueles que se vestem de amigos e entram em nossas vidas, de tal forma que vão nos dominando, nos tornando dependentes de suas opiniões e aprovações para tudo. Pessoas que usam elogios para maquiarem sua inveja e o desejo de manipular tudo o que é seu.

Todos já passaram por isso! Quantas vezes, você já foi levado por aquela fala mansa, elogios, palavras de incentivo e foi surpreendido com uma traição? É a falsidade que sempre existiu e sempre existirá.

Infelizmente, o convívio com estes tipos de pessoas é inevitável! Ser surpreendido por elas, nem sempre!
Existem alguns segredinhos básicos para lidarmos com esse tipo de situação e não sermos presas fáceis:

1-Tenha como amigos somente os amigos de Deus

A base do amor é o respeito! Quem tem problemas em respeitar sua fé, sua igreja, suas autoridades e suas entregas não é a pessoa ideal para te aconselhar.

Essas pessoas estão realmente preocupadas com você ou com o dinheiro e com o destino que você está dando a ele, assim como Judas? (João 12: 1 a 8).

2-Busque do Senhor discernimento, sabedoria e não abra seus tesouros!

O rei Ezequias, por confiar nas pessoas erradas, foi roubado em tudo (2 Reis 20: 12 a 18).

3- Mantenha sua relação com Deus inabalável e tenha maturidade

Entenda que, a qualquer momento, Satanás pode encher o coração de pessoas que estão dispostas a te vender por 30 moedas de prata.

4- Confie na justiça de Deus

A ira do homem não produz a justiça de Deus. Mantenha-se integro, honesto e temente ao Senhor!

5-Assim como está em Mateus 10: 16, seja simples como a pomba e prudente como a serpente!


Pense nisso!

sexta-feira, 6 de junho de 2014

O que fazer quando estão falando mal de você?

Neemias 6: 3 “E enviei-lhes mensageiros a dizer: Faço uma grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse, e fosse ter convosco?”.

O Senhor chamou Neemias para reconstruir os muros de Jerusalém, e quando os opositores da obra souberam que o muro tinha sido edificado e que nele não havia nenhuma brecha, tentaram intimidá-lo, através de uma conspiração. Eles diziam: Venha ao nosso encontro. Estamos nas aldeias e temos uma coisa muito importante para te dizer. Você não tem noção do que as pessoas estão falando ao seu respeito!

A conspiração era tão grande, que eles contrataram Noadia, uma profetiza, para falar “em nome de Deus”, para que Neemias ficasse preocupado com os comentários e deixasse a obra de lado.

Que crueldade! Sabe qual foi a reação de Neemias?

Através de seus mensageiros, ele deu o seguinte recado: Estou fazendo uma grande obra e não posso parar!

As pessoas não se limitam em apenas falar mal de você, mas fazem questão de mostrar isso! Sabe por quê? Para te intimidar, te desviar do foco, para te desestruturar, para te fazer perder a linha!

Neemias estava cercado de inveja. Os vizinhos queriam, de qualquer jeito, paralisar a obra. Enquanto Neemias motivava o povo, eles colocavam empecilhos.

 A Palavra de Deus nos adverte em relação a pessoas assim.

2 Timóteo 3: 1 a 5 “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

Por isso, nestes casos:

1-Fuja! Se puder, delete de todas as redes sociais

Já percebeu que quando você está feliz e bem resolvido, sempre aparece alguém no Facebook com indiretas para, literalmente, azedar seu dia? Você não precisa de amigos assim. Alias, quem disse que isso é amizade?


2-Ocupe-se com a obra de Deus, com sua família e com seu trabalho!

Faça o dobro! Sabe, ninguém tem inveja ou fala mal de derrotados! Estes, eles já ignorara, faz tempo!

Em Neemias 4: 8 e 9, está escrito: "E ligaram-se entre si todos, para virem guerrear contra Jerusalém, e para os desviarem do seu intento. Porém nós oramos ao nosso Deus e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles."


3-Ore, jejue e coloque esta situação diante do Senhor

A vingança pertence a Deus. Sabe, o fato de você continuar de pé, firme e inabalável já é uma grande vingança e uma prova, incontestável, de que maior é aquele que está em você.
Isso foi exatamente o que Neemias fez.

Neemias 4: 3 a 5 “E estava com ele Tobias, o amonita, e disse: Ainda que edifiquem, contudo, vindo uma raposa, derrubará facilmente o seu muro de pedra. Ouve, ó nosso Deus, que somos tão desprezados, e torna o seu opróbrio sobre a sua cabeça, e dá-os por presa, na terra do cativeiro. E não cubras a sua iniquidade, e não se risque de diante de ti o seu pecado, pois que te irritaram na presença dos edificadores.”


4-Lance toda sua ansiedade diante de Deus e clame até que a paz do Senhor invada seu coração.

Isso te protegerá e te ajudará a realizar, sem alteração de ritmo ou de ânimo.

Filipenses 4: 5 a 7 “Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor.
Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.”


5-Confie na justiça de Deus!

Não permita que isso contamine seu coração. Tenha consciência de que quem quer falar mal de você não vai mudar de opinião com suas explicações ou com os seus revides.

Romanos 8: 31 a 33 “Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.”

Pense nisso!

terça-feira, 3 de junho de 2014

Por que comigo tudo é mais complicado?

Olá querido internauta, que sempre está ligadinho no meu blog! Nada melhor do que começar meditar na Palavra de Deus! Ela é o nosso alimento diário!

O “Pensamento do Dia” está baseado no sexto estudo da “Primavera” da “Bíblia da Mulher de Bem com a Vida”.

Vamos começar, meditando em 1 Samuel! Vamos falar um pouquinho sobre Ana, mãe do profeta Samuel! Ana era uma mulher estéril, que apesar de muito amada e honrada pelo seu marido, sofria uma afronta e uma humilhação constante!

Para vocês entenderem a dimensão das dificuldades que ela enfrentava, vou explicar como funcionava naquela época. Quando o homem se casava com uma mulher estéril, para poder dar continuidade à família, ele poderia ter outra mulher... Nem preciso dizer que foi assim com Ana, não é memo?

Ana ia para a Casa do Senhor e sempre chorava, por causa das humilhações que sofria... De ver a outra oferecer a seu marido tudo o que ela não podia... Em vez de se alegrar com o carinho que tinha...

Ficar se comparando aos outros não resolve seu problema! Cada um tem uma missão na terra. Mesmo a outra podendo ter filhos, Ana era a favorita! Era mais honrada e amada!

Posso falar uma coisa? Talvez vocês fiquem chocados, mas Ana sofria, porque não tinha fé. Essa era a fonte dos problemas!

Na verdade, ela nunca enxergou que na Casa de Deus, ela poderia encontrar o caminho da transformação. Ela achava que não adiantava orar. Sabe quando você só frequenta, mas não ouve a palavra? Entra e sai do culto, do mesmo jeito? Só bate cartão na igreja?

Quantas vezes, Ana não orou para que Deus desse a ela um filho? Quantas vezes ela não orou para que seu marido não precisasse casar com outra? Quantas vezes ela não orou para engravidar primeiro?

Mas sabe o que aconteceu? A outra teve mais de um filho e Ana não teve nenhum. O maior erro dela foi não enxergar o lugar da bênção! Apesar de ir à igreja, ela não enxergava que, por meio da boca do profeta, ou por meio de uma comunhão profunda com Deus, ela poderia achar o caminho da vitória.

Quantas vezes você vai à igreja, tem uma religião, mas carrega dor, mágoa e frustração, porque Deus não te atende? Parece que Deus ouve a oração de todos, mas não presta atenção na sua. Isso é mentira!!!

Posso ser sincera? Você se chateou, porque Deus não te atendeu na hora que você achou que Ele tinha que atender! Por causa disso, você deixou de orar, perdeu a fé. Você deixou o inimigo roubar uma arma poderosa de vitória para a sua vida. Quem desiste, no meio do caminho, é perdedor!

Você parou de louvar, de fazer votos no altar, porque Deus não atendeu as suas expectativas. Mas sabe de uma coisa? Nós somos aqueles que, pela perseverança, alcançamos a promessa!

Em Hebreus 10, está escrito que Deus não se agrada daqueles que retrocedem. O inimigo quer que nada seja completo na sua vida. Ele quer você vá à igreja, sem fé. Ele quer que você vá para a igreja, e não se abra para receber a palavra profética.

Quer entender melhor? Leia comigo Hebreus 10: 35 a 39: “Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”.

Em nome de Jesus, você vai ficar firme. Você vai voltar para a Casa do Senhor, mas vai para sair, verdadeiramente, transformado. Comece este mês de uma forma diferente!

Creia no Senhor e estará seguro, creia nos profetas e prosperareis! Não dá mais para ficar do jeito que você está! Em vez de se lamentar, louve. Em vez de reclamar, clame ao Senhor. A oração do justo muito pode em seus efeitos. Uma palavra pode mudar o rumo da tua vida.

Ana viveu um grande milagre, quando entendeu isso. Ela não teve somente um filho, teve um grande profeta de Deus, Samuel! Pense nisso!


Quero finalizar o estudo de hoje, deixando um convite! Neste sábado, 7 de junho, nós vamos marchar para Jesus! A Marcha para Jesus é muito mais do que uma manifestação, é um ato profético! É um momento em que a igreja se une, em uma só voz, para exaltar o nome de Jesus Cristo e, assim como Josué, conquistar a terra prometida! Participe com a gente deste mover. Todas as informações estão disponíveis no site: www.marchaparajesus.com.br.