Páginas

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Vivendo sob pressão!

Hoje, eu gostaria de falar com vocês sobre o poder destruidor do estresse.

No livro de Rute, logo no primeiro capítulo, há um relato sobre a história de um homem que, para fugir da escassez, decidiu procurar um lugar melhor para sua família morar. Detalhe: Ele esteva completamente desesperado.

Vamos entender melhor a situação dele, lendo o Rute 1: 1 a 5 “Nos dias em que julgavam os juízes, houve fome na terra; e um homem de Belém de Judá saiu a habitar na terra de Moabe, com sua mulher e seus dois filhos. 

Este homem se chamava Elimeleque, e sua mulher, Noemi; os filhos se chamavam Malom e Quiliom, efrateus, de Belém de Judá; vieram à terra de Moabe e ficaram ali. 

Morreu Elimeleque, marido de Noemi; e ficou ela com seus dois filhos, os quais casaram com mulheres moabitas; era o nome de uma Orfa, e o nome da outra, Rute; e ficaram ali quase dez anos. 

Morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando, assim, a mulher desamparada de seus dois filhos e de seu marido.”.

Elimeleque saiu da terra que habitava, debaixo de pressão e estresse. Talvez, você não esteja vivendo uma situação de calamidade, mas está cansado do lugar que você mora.

Existem muitas pessoas que me procuram e já vêm com aquele discurso carregado de imaturidade: “Eu vou morar em outro país. Não aguento mais!”; “Bispa, eu não aguento mais o meu chefe, vou largar tudo! Pensando bem, vou mudar de carreira!”; “Bispa, eu decidi sair de casa, não aguento mais minha família”...

Talvez, você tenha começado a semana com esses pensamentos. Mas sabe de uma coisa? Antes de tomar qualquer decisão, pergunte-se: Na hora do estresse, onde eu tenho depositado minhas sementes? Qual é a base da minha vida?

Elimeleque saiu com a esposa e filhos, vendeu tudo o que tinha e investiu todos os seus recursos em uma terra que ele considerava próspera, uma terra em que ele via todo mundo dando certo, todo mundo prosperando e evoluindo.

Ele achou que havia fugido da seca, das dificuldades financeiras e que havia encontrado o paraíso. Mas, sabe o que aconteceu? Ele e os dois filhos morreram, e a família ficou na miséria! Restaram somente três mulheres viúvas.

Mas, Bispa, qual foi o erro de Elimeleque? Ele deduziu que aquele seria o melhor caminho! Ele caminhou de acordo com o que ele via, ou seja, não buscou uma direção do Senhor! Ele deixou as pressões ditarem as regras do jogo!

Da tragédia, uma trajetória!

No meio de toda aquela loucura e tristeza, Noemi, viúva de Elimeleque, conversou com suas noras a as aconselhou a voltarem para suas terras. Orfa chorou, mas decidiu seguir o conselho da sogra! Rute, por outo lado, decidiu ficar. Ela não agiu de acordo com os seus interesses, mas de acordo com aquilo que recebera de Deus.

Rute era fiel e leal! Mesmo com a morte do marido, não entregou os pontos. Muitos, no lugar dela, teriam ido embora sem titubear. Assim como existem pessoas que te caçoam porque você vai à igreja. Talvez, no seu grupo de amigos, você seja o único cristão.

E daí que você é minoria? Essas pessoas que zombam da sua fé podem resolver todos os seus problemas? Com certeza, não!

Honre sua aliança com Deus, assim como Rute fez! Ela honrou também a aliança que tinha com a sogra e com o marido, que, ainda por cima, estava morto! Investiu toda a sua vida em uma senhora viúva e pobre. Não foi nada fácil! Rute teve que desdobrar para sustentar a casa!

Sabe como termina esta história? Com a restituição de Rute e Noemi! Elas voltaram para Israel e Rute casou-se com Boaz um homem integro e, por coincidência, o mais rico da terra.

Tem um detalhe nesta história, que, com certeza, vai te emocionar! Naquela época, o primeiro filho, de alguém que era viúva, levava o nome do marido que morreu! O que isso quer dizer? Noemi teve um neto! Rute teve mais filhos e entrou na genealogia de Jesus!

Quem você quer ser nesta história: Elimeleque (o estressado), Orfa (a precipitada) ou Rute (a perseverante)?

Você tem certeza de que essa atitude que você está prestes a tomar é a direção que Deus tem para sua vida?

Muitos podem questionar o seu envolvimento na igreja ou sua aliança com Deus, dizendo que você está perdendo tempo! Será que está perdendo mesmo?

Será que você não está sendo roubado pelo seu imediatismo. “Ah, Bispa! Todo mundo está se dando bem lá, então, eu vou também!”.Tá certo! Mas vai quebrar a cara igual a todo mundo também! 

Busque Deus em primeiro lugar! Quero terminar este post com Salmos 37:5 "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n´Ele, e o mais Ele fará.".

Pense nisso!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

‭‭ Nossas experiências em Massada!

Oi queridos, tudo bem? Estamos participando de uma convenção mundial da TBN aqui em Israel e temos vivido um tempo muito especial.


Hoje, eu quero dividir uma experiência que tive em Massada – fortaleza situada no deserto da Judeia, a 200 metros do solo – e deixar uma mensagem especial para vocês.

Veja sempre em Deus a solução para a sua vida! Tenha também como opção o milagre!

Enquanto a fortaleza humana podia sustentar o povo de Israel, eles se sentiam seguros. Mas, quando a força humana não conseguia mais protegê-los e por só enxergarem como solução o cativeiro, eles planejaram um “suicídio religioso”. Eles acabaram descartando a possibilidade de lutar e viver uma vitória no Senhor.

Faça do Salmo 46: 1 a sua verdade! Sabe o que está escrito? “Deus é nosso socorro e fortaleza, socorro bem presente na hora da angustia.”.

Nós optamos em lutar porque cremos em milagres!


Pense nisso!

Não desista dos seus sonhos!

Salmo 23: 1 “O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará”.

Estamos correndo atrás da realização dos nossos sonhos. Só que, no meio do caminho, aparecem aquelas situações da nossa realidade que nos deixam desesperados. A questão é: Como lidar com elas?

“Ah, meu Deus, que muralha é essa na minha frente bem agora?”; “Que notícia doida é essa que me aparece assim, do nada, sem motivo?”; “Como vou perdoar esta traição?”; Como faço para orar, se a minha cabeça não para?”.

Queridos, seja qual for a situação, não entregue os pontos! Não desista, não retroceda. Seja forte! Não pare de andar, mesmo quebrado, mesmo machucado! Busque a Deus e renove-se na força de Seu poder, revestindo-se de toda a armadura do Senhor, para poder ficar firme contra as ciladas do diabo (Efésios 6: 10 e 11).

Tomar posição e invocar as promessas de Deus, que estão em Sua Palavra, é a espada que irá acabar com o inimigo! Acredite! A certeza da promessa e da vitória vai te alimentar. Está na hora de você entender certas coisas. Está na cara que Deus vai te dar um emprego, um ministério, uma família...

Claro que vai! Está na cara que Deus vai te dar roupa. Está na cara que Deus vai te prosperar. Está na cara que você vai casar, só você mesmo não enxerga! Não tem espelho espiritual na sua casa? Você não tem Bíblia, não? Não tem o Salmo 23 na tua Bíblia para você enxergar que o Senhor é o teu pastor, e nada te faltará? 

Agora, vai ter que passar pelo desafio, derrubar a muralha, vencer o gigante, destruir o ‘cananeu canibal’, antes que ele te devore. Quer um conselho? Eu passaria por isso em jejum, orando, porque, em situações como estas, o melhor é deixar a carne para lá e deixar que o Espírito te conduza. 

Por isso é que o Senhor fala para não olharmos nem para a direita e nem para a esquerda. Ele também disse: “Escreva a minha Palavra no meio da testa. Deixe-a na tua boca, guarde-a no teu braço, coloque-a na tua mão, amarre-a com uns cordõezinhos na tua roupa para, quando for andando, lembrar!”.

Quando você esticar a mão, vai lembrar que o Senhor é o teu pastor, e que nada te faltará, entendeu? Quando for para o trabalho, você vai lembrar de novo: “O Senhor é meu pastor, e nada me faltará!”. Quando ouvir um desaforo…. “O Senhor é meu pastor, e nada me faltará!”. Isso é andar pela fé!

Andar pela fé é ter experiências com Deus. A fé traz experiências, sabe por quê? Porque ela desafia os teus limites e faz você realizar o que não conseguiria normalmente. Ela faz você enfrentar o que você morre de medo. “Mas, Senhor… logo isso o Senhor foi me pedir para fazer? Senhor, eu sou mulher.”. E o Senhor vai falar: “Ah, é? E, desde quando, eu faço acepção de pessoas? Você acha mesmo que só porque é mulher, não vai acontecer nada? Ah, você se enganou, viu?”.

Está na hora de você entender que vai precisar batalhar pela tua fé, batalhar por aquilo que você crê, batalhar por aquilo que você sonha. Este entendimento te liberta das frustrações e medos que você tem em relação a Deus, por causa de todas as orações, votos e jejuns que você fez, e Ele não atendeu do jeito que você queria.

Batalhar pela fé quer dizer, em suma, não se arruinar ou se esconder atrás de desculpas antes de olhar para o sacrifício de Jesus na cruz feito por amor a nós e se animar, acreditando na Palavra de Romanos 8: 32 “Aquele que não poupou seu próprio Filho, mas O entregou por todos nós, como não dará juntamente com Ele, e de graça, todas as coisas?”.

Não tire conclusões precipitadas! O fato de você passar um tempo de perdas não significa que Deus não te ama mais ou não se importa com você. Antes, neste tempo, comece a semear seu futuro com atitudes de fé.


Pense nisso!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

O problema realmente está nas pessoas?

Efésios 6: 10 a 12 “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.”

Sabe, muitas vezes, você acha que o seu grande problema é o teu pai, ou tua mãe, ou o marido, ou o filho, ou a nora, ou a cunhada, ou, até mesmo, aquele colega de trabalho, que é hipócrita e faz de tudo para prejudicar os outros!

Mas será mesmo que o grande problema está nas pessoas? O que Paulo no ensinou? Que a nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra principados, potestades e dominadores, ou seja, é contra seres espirituais que possuem um reino!

Na prática!          

Por exemplo, na sua família, reinava a enfermidade. Muitos parentes foram recolhidos por causa de um câncer! E, de repente, este mesmo reino acaba se manifestando na sua casa, ou na sua vida!

Isso te consome, te amedronta, te deixa angustiado e você acaba se tornando uma pessoa infeliz e improdutiva. O que você está enfrentando? Um principado!

Talvez, seu problema seja outro! De repente, você não consegue progredir! Não consegue se manter em nenhum emprego! Começa a caminhar, chega até um determinado pronto e retrocede! Quando você finalmente consegue colocar suas contas em dia, tudo começa a quebrar dentro da sua casa!

O que você está enfrentando? Uma potestade! São poderes que estão debaixo de um principado! São poderes do mal que te mantém sempre amarrado a uma situação. É algo que te deixa subjugado, porque é maior do que você.

Quem sabe a sua guerra seja contra alguns desejos. Você não consegue trabalhar direito, porque não consegue parar de pensar no que vai comer! Você mal se levante da mesa do café da manhã e já está pensando no almoço. Isso não é normal, porque te domina! É um domínio da sua mente para que você não seja produtivo, constante e disciplinado!

Existem pessoas que não saem do celular e não param de ficar investigando a vida dos outros! Há outros que estão presos na pornografia! Não conseguem ficar um dia sem acessar determinado site!

O que essas pessoas estão enfrentando? Um dominador!

A esfera da nossa guerra

Eu citei alguns exemplos para você entender a esfera da sua guerra! Sua luta é contra principados, potestades e dominadores deste mundo tenebroso!

Talvez, em meio a tudo isso, você esteja se sentindo fraco! Mas Paulo nos deixa um segredo espiritual em  Efésios 6:10 “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.”.

Busque ao Senhor, busque ser cheio do Espírito Santo, e você terá liberdade e autoridade sobre essa língua perseguidora, sobre a gula, sobre essa situação financeira, contra esse domínio mental, sentimental e espiritual, que, simplesmente, não te deixa caminhar!

Isso é o mundo espiritual se abrindo! Mas a boa notícia é que nós temos uma proteção! Jesus Cristo morreu na cruz do calvário para nos salvar!

O sangue de Jesus te purifica de todos os pecados e do seu passado. Não sei o que você foi até agora, mas sei o que você pode ser daqui pra frente! Eu não sei como você está, mas sei como você pode ficar.

Busque ao Senhor! Vá à igreja, alimente-se da Palavra de Deus, tenha uma vida de louvor e oração! Desta forma, esses principados, potestades e dominadores não terão mais autoridade sobre sua vida!

Nosso poder está no sacrifício e na ressurreição de Cristo!


Pense nisso!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Eu perdoei, mas não consigo esquecer!

Falar sobre perdão é algo muito complexo. Mexe com feridas que ainda não cicatrizaram, traz dor e traz à memória situações mal resolvidas... Quem nunca passou por uma decepção? Quem nunca foi traído?

Até Jesus, um homem santo, irrepreensível, o Filho de Deus, o nosso resgatador... foi vítima da maldade e da injustiça humana.

Ser traído e enganado não é mérito de ninguém, mas o que diferencia uma pessoa de outra é a capacidade de perdoar!

As reações

Para muitos, o perdão é uma barreira intransponível.

Para outros, é um pouco mais simples! Algumas pessoas até conseguem superar a situação, mas não conseguem esquecê-la! É como se fosse uma nódoa que fica impregnada em nós! É exatamente a partir desta nódoa que podem surgir muitas enfermidades, principalmente o câncer! “Que exagero, Bispa!”. Não é exagero! Isso é cientificamente comprovado.

Sentimentos reprimidos podem trazer outras doenças também, como alergias, asma, úlcera, hipertensão...

Talvez, você ache que a pessoa que te fez mal não mereça perdão, mas você merece ser liberto deste tormento! Você merece viver melhor! Você não merece ficar doente emocional e fisicamente por causa de alguém que só te fez mal! E é sobre isso que eu quero falar com vocês por meio deste post.

Eu quero provar que é possível dar a volta por cima e viver um novo tempo!

Para isso, vou usar como exemplo a história de José!

Sentindo na pele

José era o filho preferido de Jacó, por isso, era tão odiado por seus irmãos.

Por que ele era tão amado? Vou explicar!

Jacó teve duas esposas, Lia e Raquel. Raquel era a esposa que ele mais amou. Com ela, Jacó teve dois filhos, José e Benjamim.

Por ser filho de sua esposa amada, Jacó tinha uma ligação muito forte com José. E Benjamim? Benjamim era o mais novo. Em seu parto, Raquel acabou falecendo.

Bom, voltando à história...

Por conta dessa predileção, os irmãos de José tinham muito ódio dele. Além dessa forte ligação com o pai, José tinha muitos sonhos. Em dois deles, inclusive, ele chegou a governar sobre os irmãos, que ao saberem do sonho, passaram a odiá-lo ainda mais!

José também era o “informante” de Jacó. Tudo o que os irmãos faziam de errado, ele contava para o pai. Como se já não bastasse, Jacó deu a José uma linda túnica de linho, deixando os outros filhos mais revoltados!

Cheios de inveja e ódio, eles planejaram a morte de José.

No dia em que o plano seria colocado em ação, eles levaram o rebanho do pai para muito longe. Preocupado, Jacó pediu para José ir atrás dos irmãos e trazer notícias.

Ao ver José de longe, a vontade de matá-lo aumentou. Os irmãos, então, o pegaram, arrancaram e rasgaram a túnica que ele havia ganhado do pai e o espancaram.

Sabe o que eles fizeram depois?  Lançaram José em um poço e fizeram um banquete!

É inacreditável! Imagine a dor que esse moço não sentiu?

A crueldade não acabou por aí...

Eles ainda queriam matá-lo, mas Judá convenceu a todos de que vendê-lo seria melhor. E assim o fizeram! José foi vendido para uma caravana de Ismaelitas que levava escravos para o Egito.

Mesmo passando por tudo isso, José nunca se esqueceu de Deus! Isso é muito forte! Sabe, existem tantas pessoas que se afastam de Deus por causa da maldade humana, por causa de erros humanos! Não podemos misturar as coisas... O fato de você ter sido traído não quer dizer que Deus te abandonou.

A hora da virada!

No Egito, o Senhor mudou a história de José! Ele passou por mais loucuras, enganações e acabou na prisão do Faraó, ou seja, sem perspectiva nenhum de futuro.

Como é bom saber que o nosso futuro pertence a Deus e que Ele está no controle da nossa Vida!

Depois de um tempo, porque ele interpretou um sonho do Faraó, José foi levantado como Governador do Egito. Ele, simplesmente, foi o segundo homem mais poderoso da terra.

O primeiro filho!

Deus restituiu José de tal forma que lhe deu dois filhos, Manassés e Efraim

Sabe o que quer dizer Manassés? Deus me fez esquecer de todos os meus trabalhos e de toda a casa do meu pai (Gênesis 41: 51)

Quem fez José esquecer? Deus!!!

A maior vingança é ser feliz sem precisar prejudicar os outros

Então, se você foi traído por pessoas que você amou, por pessoas que deviam te ajudar, por pessoas próximas que arrebentaram com sua vida – quando eu falo “próximas”, eu me refiro à família e melhores amigos mesmo –, clame a Deus: “Senhor, me ajude a esquecer tudo o que eu passei! Eu não quero achar que essa pessoa está feliz com a minha dor e que eu não posso ser feliz! Me consola, derrame o Teu bálsamo sobre minha vida e me faça uma pessoa feliz! Senhor, como vingança, me dê uma alegria tão grande, a ponto de eu achar que, assim como aconteceu com José, essa traição me levará para um lugar melhor!”.

Se você buscar ao Senhor, Ele vai derramar essa capacidade de perdoar!

Você, então, vai se reconciliar, primeiramente, consigo mesmo, porque sua sorte e sua alegria não vão depender mais daquele que te fez mal!

Se ele está bem, se ele está mal, não importa, porque você estará tão bem que é o seguinte: águas passadas mesmo!!!!!

Vai ser uma transformação tão grande que você vai achar que a história que você viveu é de outra pessoa!

O segundo filho!

Ao alcançar esse perdão, você dará à luz a Efraim. Sabe o que quer dizer Efraim? Deus me fez próspero na terra da minha aflição (Gênesis 41:52)

Você vai esquecer esse passado de dor, e Deus vai te honrar na terra da sua aflição! 

Pense nisso!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Fazendo das lutas grandes oportunidades!

No Pensamento do Dia de hoje, eu te convido a meditar comigo em Atos 15: 22 “Então, pareceu bem aos apóstolos e aos presbíteros, com toda a igreja, tendo elegido homens dentre eles, enviá-los juntamente com Paulo e Barnabé, a Antioquia: foram Judas, chamado Barsabás e Silas, homens notáveis entre os irmãos.”.

Ainda que você, aos olhos humanos, esteja em desvantagem e sem perspectiva de mudança de vida, em Romanos 8: 28, está escrito que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e daqueles que são chamados segundo o Seu propósito.

Enxergue, hoje, esta situação como uma oportunidade que Deus está te dando para mostrar ao mundo a sua vitória. O Senhor te fará um referencial a outros, te dará notabilidade, destaque e, por consequência, a liderança que vem do Espírito.

Quando encaramos os problemas e não nos afogamos em murmurações, nas drogas, no álcool, na depressão... Deus nos concede uma capacidade realizadora de tal maneira que um de nós vale por mil e dois, por dez mil. Ele tem como uma das bênçãos espirituais a sabedoria que vem dos céus.

Tiago 1: 5 “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida”.

Deus tem liderança e notabilidade para sua vida, porém isso depende de sua fé e atitude diante das situações. O Senhor Jesus nos diz: “Vós sois luz do mundo e sal da terra”. Deus quer te honrar para que o mundo reconheça em você a presença do Espírito Santo de Deus.

O Apóstolo Paulo nos adverte, dizendo que não podemos ignorar os intentos do diabo. 2 Coríntios 2:11 “Para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.”. O inimigo quer te diminuir, subtrair, te destruir e a melhor forma de conseguir isso é tocando em seus sentimentos. Colocando pessoas para te criticar, julgar e desanimar.

Se o trabalho de Satanás é esse, o trabalho do Senhor é de nos restaurar, abençoar e acrescentar.

O grande problema é que não sabemos respeitar o tempo.  Em Eclesiastes 3, está escrito que há tempo para todas as coisas debaixo do céu. Há tempo de semear e a há tempo de colher. Entre um e outro, há um intervalo.

A única forma de realmente sermos notados, reconhecidos é nos levantando na força e na sabedoria que vêm de Deus, enfrentando, perseverando e buscando ao Senhor.

O reconhecimento vem por meio de vitórias que temos nos reverses, problemas, carências e assolações pelas quais passamos.

Passamos, muitas vezes, por tribulações, mas precisamos ter a certeza de que não estamos andando para trás. Pode ser incompreensível, mas você está debaixo da Palavra de Neemias 13: 2, que diz que o Senhor transforma a maldição em benção, para que Seu nome seja glorificado em nossas vidas.

Persevere! Lembre-se! Esta luta, vergonha ou enfermidade veio para que, através de você, todos vejam a Glória de Deus.

Pense nisso!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Alegria de viver

2 Coríntios 12: 7  a 10 “E, para que não me ensoberbece com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de não me exalte. Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.”

Hoje, eu quero falar sobre alegria! Você deve estar se perguntando: O que está passagem tem a ver com este tema?  Calma! Vou te explicar!

Você já viu algum bebê nascendo bêbado? Claro que não! A pessoa se torna um alcoólatra com o tempo. A curiosidade vira prazer, o prazer vira dependência, e a dependência se transforma em um vício. A pessoa bebe quando está triste, para afogar as magoas... bebe quando está feliz, para comemorar... bebe quando anoitece, para relaxar... bebe quando amanhece, para bater ressaca!  Mas, no fundo, é uma fonte de alegria ilusória!

A alegria é um dom de Deus! A alegria que vem d´Ele não é algo natural! Ela não depende de artifícios, situações e recompensas para se manifestar! Quando estamos cheios do Espírito Santo, ela é constante!

O álcool traz reações e sensações. Não precisa ser muito inteligente para saber quando a pessoa está sob o efeito de bebidas alcoólicas. Ela fica atrapalhada, com os ânimos alterados, tem dificuldades de realizar algumas atividades e o seu hálito já denuncia!

Da mesma forma, quem está cheio do Espírito Santo têm reações, atitudes e algumas características! São marcas que edificam, abençoam, contagiam, animam e não causam constrangimentos. A alegria é uma delas!

Você fica alegre quando acorda, porque é mais um dia que o Senhor te deu... Você está alegre ao entardecer, porque Deus já fez grandes realizações, e, ainda, vem muito mais pela frente. Você fica alegre ao anoitecer, porque, mesmo que você tenha enfrentado dificuldades, o Senhor te conduziu em vitória, e você não perdeu a paz!

Você se alegra com as coisas boas, mesmo que sejam simples! Você fica feliz com as coisas ruins, porque a sua alegria está na salvação, na esperança que você tem no Senhor!

Nesta passagem que lemos no começo, Paulo fala sobre o espinho que ele tinha na carne! Um espinho é algo pequeno, mas incomoda, inflama e infecciona.

Paulo orou e clamou por três vezes, para que aquele espinho fosse retirado. Mas Deus foi bem claro: "Não adianta pedir. Eu não vou tirar este espinho, mas eu vou te dar poder, força e autoridade, a tal ponto que ele será insignificante! Você nem vai perceber que ele existe. Este espinho é um propósito que Eu tenho na sua vida!".

Paulo poderia ficar arrogante com muita facilidade; aquele espinho, de alguma forma, o limitava, para ele entender que Deus está acima de tudo. Todos os atributos que Paulo tinha foram concedidos pelo Senhor! Paulo dependia de Deus para tudo, e ele não podia se esquecer disso! A soberba poderia destruir seu ministério.

Por incrível que pareça, aquele espinho era uma prova de amor! Da mesma forma, o Senhor faz conosco! Essa luta, esse desafio, essa enfermidade e essa confusão têm um propósito maior! Deus não é déspota, Ele é um Pai de amor!

O amor de Deus nos conserva e nos preserva! Quando Paulo entendeu isso, tudo ficou mais leve! Existem pessoas que se perdem por causa do dinheiro, por causa da aparência, se perdem na fama... Será que Deus não permitiu que você não alcançasse determinados patamares, porque Ele não te ama, ou por que Ele quer te preservar? Nada dessas coisas que eu acabei de citar são garantia de felicidade!

Aquele espinho era para que Paulo lembrasse que a graça do Senhor bastava! Sabe o que é graça? É um favor imerecido, é viver o inesperado, é viver livramentos, é ter vitórias, mesmo no despreparo, é ter conquistas, antes inatingíveis... é viver o sobrenatural!

Depois daquela experiência, Paulo não foi mais o mesmo. O discurso dele mudou: Está tudo certo, vou me alegrar nas tribulações e nas guerras, porque nada disso vai me deter, a graça do Senhor está sobre mim... Tudo será efêmero perto da glória de Deus que vai se manifestar!

Eu sei bem o que é isso! Eu tenho essa alegria! Essa alegria resistente, insistente, persistente e permanente no meu espírito!

Se você está passando por um dia de perda, de falência, de roubo, de enfermidade, de depressão, de injustiça... que você, assim como Paulo, entenda que é só um espinho! Existem pessoas, que mesmo estando cheias de platinas e pinos pelo corpo, não sentem dor. Existem pessoas que, mesmo sem possuir os membros inferiores, conseguem chegar mais longe do que qualquer outro ser humano. Nós temos tantos atletas paraolímpicos brasileiros que bateram recordes mundiais!

O dinheiro, sua condição social, familiar e física não te limitam, o que te limita são os seus afetos!

Esse espinho é pra te lembrar que a grandeza vem do Senhor. Quando você faz d´Ele o Teu pastor, nada te faltará!


Pense nisso!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Cuide da saúde da tua alma


Mateus 14: 27 “Mas Jesus imediatamente lhe disse: Tende bom ânimo. Sou eu! Não temais.”.

No meio da tempestade, eles continuaram obedecendo aos direcionamentos de Deus. Ele disse: vá para o barco e atravesse para o outro lado.

Só que muitas vezes, no meio da nossa obediência, nós enfrentamos tempestades. No meio daquela loucura, daquele agito do mar, quem apareceu? Não era um fantasma! Era Jesus Cristo. E ele apareceu com uma palavra de consolo.

Hoje, eu quero falar o mesmo! Não tenha medo do que vem pela frente! As situações que você precisa enfrentar não são impossíveis, não são insuperáveis! Não espere o pior!

Sabe, o que de pior poderia ter acontecido com eles? Além da tempestade, as assombrações. As assombrações podem representar duas coisas: o desconhecido ou os nossos medos mais profundos. Mas não aconteceu o pior, pelo contrário, eles estavam protegidos pelo Senhor.

No meio da luta, só temos pensamentos destrutivos, enxergamos tudo distorcido e achamos que tudo e todos estão contra nós! Tudo é difícil, pesado e desastroso!

Mas você vai pensar e agir diferente! Não vai entregar os pontos! Vai se apoiar no Senhor e renovar suas forças! Tenha bom ânimo, não importa a situação!

Dê liberdade para que o Senhor mova o seu coração para a vontade d´Ele! Não tenha nenhuma disposição contrária. Tenha sua fé inabalável!

Para enfrentar situações difíceis, o medo é a pior bagagem que podemos levar! Em vez disso, leve a esperança e a certeza de que Ele é contigo!


Quero finalizar o post de hoje com 1 João 4:18 “1 João 4:18 diz: "No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.”


Pense nisso!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Cansei de errar!

Romanos 1: 28 a 31 “E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes, cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia.”

Sentimentos como estes tomam conta da sua vida, quando você despreza o conhecimento de Deus.

“Eu, Bispa? Conhecer Deus? Você acha mesmo que eu preciso d’Ele? De jeito nenhum! Eu me basto!”.

É mesmo? Se você é tão esperto, tente acrescentar mais um dia na sua vida!

Você é tão incrível, tão espetacular, então, por que o seu filho tem tantos problemas? Você é tão bom, então, por que o seu casamento está desabando? Por que você não consegue cuidar da sua família? Por que você está amarrando nesta cama de depressão. Por que você precisa tomar remédios para dormir? Este conhecimento todo e esta autossuficiência realmente estão resolvendo todos os seus problemas?

A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável. Ela só se manifesta na sua vida, quando você O reconhece e O busca: “Não aguento mais errar. Senhor, qual é o seu jeito?”.

Nem sempre virá a resposta que você quer. Talvez Ele fale: “O meu jeito é você perdoar aquele que te fez mal!”. Ou, até mesmo, o que Ele falou para o jovem rico, na passagem bíblica de Mateus 19: 16 a 24: “Vai, vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me.”.

Aquele jovem foi o único que saiu da presença de Deus sem solução. Ele continuou atormentado e com medo da morte. Ele não entendeu que sua garantia de vida eterna estava em Deus, não nas riquezas.

Querido, abra mão dessa raiva, desse ódio, dessa malícia, desse desejo de matar e dessa inveja..., comece fazendo uma oração: “Senhor, coloque sua luz em mim! Eu quero ser transformado. Eu entrego minha vida nas tuas mãos. Jesus, escreva a minha história. Eu não posso e nem quero mais errar. Ensina-me a viver!”.

Humilhe-se! Quando eu falo em humilhação não estou me referindo à vergonha, mas ao ato de se sujeitar à vontade de Deus!

Venha renascer em Cristo! Assim, você receberá o Espírito Santo de Deus, que o ensinará todas as coisas.


Pense nisso!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Quando resolvemos desistir

Hebreus 12: 1 e 2 “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.”

Se você está pensando em desistir, aliás, se já desistiu, essa palavra é para você.

Talvez você esteja pensando: “Eu sei que Deus realiza, mas eu estou cansado, desiludido, desgastado... Parece que Deus está realizando milagres para todos, menos para mim!”.

Sabe o que está acontecendo? O pecado tem te prendido. Sabe o que é pecado? Pecado é tudo o que te afasta do Senhor. Pode ser, de repente, um sentimento maligno que você está alimentando.

Pode ser que você esteja olhando para Deus como se Ele não fosse fiel e poderoso, só porque as coisas não aconteceram da forma e no tempo que você queria.

Vamos combinar uma coisa? Ele vai fazer do jeito e no tempo d’Ele. Aceite porque o Senhor tem o melhor para nós. Tudo o que você precisa fazer é resistir, porque existem forças do mal lutando para que você não alcance suas promessas.

Sabe, eu aprendi que, muitas vezes, para alcançarmos as nossas promessas, temos que passar pelo dia da cruz, ou seja, o dia de sofrer injustamente. O dia de levarmos a culpa pelos outros. Foi o que aconteceu com Cristo.

Passar pelo dia da cruz é ser humilhado, sem ter feito nada de mal para a pessoa que te humilhou e sem ter direito à defesa. Dia de cruz é ver os sonhos morrendo, mas também é o dia da ressurreição.

Assim como Jesus, nós não podemos focar na cruz e no sofrimento, precisamos enxergar o que virá depois.

Se você permanecer fiel, sabe o que vai acontecer? Você se assentará à destra do trono de Deus, porque somos um com Cristo.

Você será reconhecido como aquele que resistiu, como aquele que não caiu nas loucuras do inferno, como aquele que decidiu ser uma frustração para o inferno.

Quando você resiste e decide atender às expectativas de Deus, Ele te dá vitória além do que você pediu, pensou ou imaginou.

Aguente essa cruz, porque a ressurreição virá, e você será reconhecido como vitorioso, não como aquele que fugiu do gigante, mas como aquele que o derrubou.



Pense nisso!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Quem está no controle da sua vida?

Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo em Mateus 10: 28 a 32 “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma quanto o corpo. Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra, sem o consentimento do vosso Pai.

E, quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados. Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais. Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também ei o confessarei diante do meu Pai, que está nos céus.”.

Sabe, o peso da tristeza e das ameaças é uma das formas que o inimigo usa para levar as pessoas ao desespero. Quando eu falo desespero, eu falo sobre perder o controle emocional e ser controlado pelos problemas! Parece que as situações ao nosso redor são como “deuses” em nossas vidas! São capazes de mudar nosso comportamento, nossas atitudes, dominam nossos pensamentos, moldam o nosso humor e abalam nossa fé!

Pode ser uma humilhação na família, uma ordem de despejo, uma ameaça de demissão... em fim, aquelas situações que nos deixam desnorteados, sem esperanças e sem perspectivas de futuro!

Hoje, eu tenho uma boa notícia para você: se o inferno tem suas armas, seus enviados e suas estratégias, nós temos, ao nosso lado, Jesus Cristo. Ele veio para salvar a humanidade, através do seu sacrifício na cruz e deixou o Espírito Santo em nós, para nos consolar, nos direcionar e nos convencer do pecado, da justiça e do juízo!

Por mais incrível que pareça, a arma que Deus nos dá para vencer o desespero é a consequência do Espírito Santo em nós, a alegria!

A alegria que vem da fé em Jesus, de saber que até os fios de nossa cabeça estão contados, e que só vai acontecer o que o Senhor permitir.

A alegria de ter um Deus que é socorro bem presente na hora da angústia, como está em Salmo 46: 1 “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.”.

A alegria de ter a convicção, a certeza que é fruto da fé na Palavra de Deus que diz em 1 João 4:4 “Maior é aquele que está em nós do que aquele que está no mundo.”.

A alegria que vem com a certeza que a Palavra de Deus nos dá através de Salmo 37: 5 “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n´Ele e o mais Ele fará.”. E depois, sabe por que Jesus veio também? Para destruir as obras do diabo!

Por isso, vou falar com você, como falava com meus filhos, quando eram pequenos e tomavam aquela “bronca”. Mude esta cara, agora! O desespero só fortalece o que veio para te assolar e destruir tudo o que você ama!

Agora, mude sua disposição interior! Você não está “largado” no mundo! Refugie-se em Deus, na sua Palavra, busque-o em oração, abrindo seu coração, procure estar o maior tempo possível na igreja, ouvindo a Palavra de Deus.

Quero finalizar o estudo de hoje, com dois versículos:

Lucas 1: 37 “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas!”

Salmo 34:6 “Clamou este aflito e o Senhor o ouviu e o livrou de todas as suas tribulações.”


Pense nisso!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Não desista!

Filipenses 4:13 “Tudo posso naquele que me fortalece”.

Se sua bateria descarregou no meio da batalha, é por que sua fonte de energia é fraca!

Existem pessoas buscam renovar suas forças em remédios para depressão, em drogas, no álcool, no cigarro, nas compras... O que elas encontram no final? Mais motivos para chorar!

Muitas até desistiram de lutar, porque deixaram traumas que viveram ditarem as regras do jogo. Se o relacionamento passado não deu certo, decidiu que a solidão é a melhor companhia... Se foi demitido, achou melhor desistir da área... Se não acompanhou o ritmo da faculdade e ficou de recuperação em várias matérias, achou melhor abandonar o curso...

Sabe o que está acontecendo? Você não está sabendo viver! É tão incrível! A gente passa anos na escola, em uma universidade... aprende a conjugar os verbos, decora a tabela periódica, conhece a história do nosso país... mas não aprende a viver!

O único que pode nos ensinar é Jesus Cristo, pois Ele é o caminho.

Entregue sua vida para Ele! Como? Orando, com sinceridade: “Senhor, eu realmente não estou conseguindo dirigir a minha vida. Eu estou deixando minha vida ser dirigida por comentários, pelos meus traumas, pelas minhas frustrações, pela minha condição financeira, pelos meus complexo... Eu sempre acho que não vou ter condições! Mas, hoje, eu quero entregar a minha vida nas tuas mães, para que o Senhor a dirija. Jesus, seja o meu Senhor e o meu Salvador. Eu não quero mais ser refém dessas situações! Eu quero ser transformada pelo Teu amor! Preciso que o Senhor me fortaleça! Eu não quero mais interagir com as minhas deformações e ter atitudes destrutivas, cheias de ódio. Mas eu quero interagir com o Seu poder e ter paz, atitudes ousadas, alegria e fé!”.

Busque forças no Senhor! Nele, você pode todas as coisas! Você pode realizar, sem ter recursos; você pode conquistar, sem ter todo o conhecimento do mundo; você pode ser feliz, sem ser a pessoa mais linda do mundo; você pode ser prospero, sem ser rico; você pode ser ungido e cheio do Espírito Santo!

Experimente ter essa experiência! O efeito é garantido, não tem contraindicações, não vai destruir sua mente, sua saúda e seus valores.

Quando você deixa Deus ser o Senhor da sua vida, os desafios que se levantam, no meio do caminho, ficam pequenas perto da força e do poder de Jesus Cristo dentro de você!


Pense nisso!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Faça uma aliança com a vida!

João 11: 15 “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá”.

É meio estranho o que vou falar, mas faz sentido! Quantas vezes parece que estamos mortos? Mortos, sim! Eu acredito que a gente esteja vivendo um tempo de mortos vivos, sabia? Você, por exemplo, teve um relacionamento amoroso muito intenso... Aquela ilusão, aquele sonho, aqueles planos... mas está tudo acabado, literalmente morto!

Você até fica com raiva de quem toca no assunto. Sabe por quê? Porque você lutou, investiu, abriu mão de muitas coisas! Mas o que sobrou? Só frustração! Uma dor tão profunda, que você não quer se abrir para um novo relacionamento. Aquele papo de “felizes para sempre” ficou só no conto de fadas!

Quem sabe você está morto para ouvir a Palavra de Deus. Um dia, você foi à igreja, ouviu a Palavra, sentiu a presença do Senhor, se envolveu nos ministérios, mas teve tantas decepções com homens, que hoje você tem raiva! Falou em igreja, você sai correndo!

Sabe, Marta, irmã de Lázaro, estava assim. Jesus chegou para ressuscitar Lázaro, e quando Ele disse: “Retire a pedra!”, ela falou: “Não toque na tumba! É tarde demais”. Na verdade, ela esperava que Jesus chegasse na hora de curá-lo e não o deixa-se morrer. Mas, não! Ele chegou “atrasado”.

Não é assim que pensamos? “Eu acreditei, eu jejuei, orei, fiz um voto no altar, fui aos cultos... Eu trabalhei, mas o Senhor não chegou. Agora, não mexa! Não tire essa pedra! Sabe por quê? Já apodreceu na raiva, na mágoa, na tristeza que eu tenho, na dor que eu decidi levar para toda vida! Não toque nessa ferida...”

Mas, mesmo que você pense assim e subestime o poder do Senhor, Jesus te fala, hoje: “Tire essa pedra, porque eu tenho a ressurreição! Tire essa pedra, porque eu ainda não terminei a obra em sua vida! Volte para o altar.”.

E, então, você vai voltar mais maduro. Vai voltar para não cair na conversa de qualquer um, para não entrar nas conspirações daqueles que têm o espirito do anticristo. Às vezes, até falam que são de Deus...

Mas como alguém que dirige igreja quer destruir a outra igreja que também prega o evangelho? Como alguém pode pregar o amor de Cristo e, ao mesmo tempo, se alegrar com a destruição dos outros? Isto é confusão! Casa dividida não prospera.

Mas você vai voltar para ter experiências com Deus! Tire essa pedra, porque é tempo de viver ressurreição!

Tire essa pedra! Deixe de ser tão amargo, decepcionado, maldizente! Sabe, queridos, nós podemos fazer estoque de tudo: de comida, de dinheiro..., mas não tem como fazer um estoque de vida! Deus só deu uma para nós vivermos, por que não vive-la da melhor forma possível?

Jesus te fala, hoje: Vem, eu sou a ressurreição e a vida!

A glória da segunda casa é melhor do que a da primeira. A restauração sempre é muito melhor!

É como aquelas pessoas que vivem em belas casas, mas está tudo velho! Aí, vem a reforma! Nossa! Meu Deus! Nem parece a antiga, está muito melhor! Assim será com você! Hoje, em vez de fazer uma aliança com a morte, você vai se aliançar com Jesus, o caminho a verdade e VIDA!


Pense nisso!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Como ficar mais perto de Deus?

Eu tenho o hábito de tirar dúvidas dos ouvintes e telespectadores do “De Bem com a Vida”. Eles enviam as perguntas através do facebook do programa. E eu percebi que a maioria está buscando ter um relacionamento mais profundo com Deus, mas não sabe como. Então, eu decidi falar sobre isso neste post. Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo no livro de Atos.

Jesus morreu e depois ressuscitou, mas nem todos acreditaram. Os discípulos estavam inconsoláveis, afinal de contas, Jesus era pastor, mestre e amigo deles. Eles testemunharam tantos milagres! Imagine andar com o Filho de Deus 24 horas por dia! Sentir aquela presença, sempre ter uma palavra de vida, viver aquelas experiências e, depois, simplesmente, não ter mais nada!?

Eu imagino que eles tenham ficando perdidos: O que eu faço agora? Para onde eu vou? Eu sei que Deus existe, mas eu preciso de algo tangível, preciso de uma resposta imediata.

Talvez, você esteja nesta situação! Obviamente, você não teve o privilégio de caminhar com Jesus Cristo, como os discípulos tiveram, para sentir esse vazio. Mas, muitas vezes, parece que você está clamando em um deserto escuro, pois não vê nada nem ninguém.

Você ora, ora, ora... mas não acontece nada! Busca, busca, busca... mas não encontra nada!

Mas, será que é isso mesmo? Jesus não estava mais entre eles, mas Deus é onipresente, ou seja, eles não estavam desamparados. Já parou para pensar que, muitas vezes, os seus sentimentos estão te impedindo de se relacionar com Senhor?

Vou te explicar melhor!

Em primeiro lugar, a sua vida de oração precisa ser despida de toda a ansiedade!

Em Hebreus 11, está escrito que é necessário que aqueles que se acheguem a Deus creiam que Ele existe, e que Ele é galardoador daqueles que o amam.

Com essa ansiedade e esse desespero, você não vai alcançar nada! Pelo contrário, só vai arrumar mais tormento para a sua alma!

Vamos combinar uma coisa? Chega de estresse! Busque ao Senhor na certeza de que você será ouvido. Peça a Ele capacidade para você conseguir enxergá-lo.

A ansiedade bloqueia a nossa mente, nos paralisa e faz com que a gente perca a percepção das coisas que estão ao nosso redor!

Você já viu alguém desesperado, porque perdeu os óculos, mas não percebeu que eles estavam o tempo todo em cima da cabeça? É até cômico, mas isso é muito comum!

Eu conheci uma pessoa que estava viajando com um grupo muito grande e, de repente, um dos participantes da caravana começou a dar chilique, porque havia perdido uma sacola. Todo mundo, que estava perto dele, começou a procurar! Foi quase um dia inteiro de viagem perdido! Sabe onde a bendita sacola estava? Na mão de uma amiga dele, que havia pegado por engano!

Sabe o que é isso? Ansiedade! A moça estava tão empolgada com a viagem que nem prestou atenção na bagagem!

Será que você não está agindo da mesma maneira? Está procurando algo que está bem na sua frente!

Sabe, só de você sentir falta da presença do Senhor já é um sinal que o Espírito Santo está agindo na sua vida! O próximo passo é buscar o altar! Ir à igreja, jejuar, louvar, orar, clamar, ouvir um louvor...

Em segundo lugar, é necessário permanecer! A fé precisa ser uma constante, não uma variável!

Como os discípulos, que se sentiram abandonados, desorientados, sem saber o que fazer, conseguiram resolver aquela situação?

O próprio Jesus, ressurreto, disse a eles em Atos 1: 4 e 5 “E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes. Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.”.

Jesus, depois que ressuscitou, ficou 40 dias reunindo os discípulos e explicando a importância deles permanecerem firmes! O Senhor tinha para eles um revestimento de poder e autoridade para que eles fossem consolados da perda física de Jesus.

Eles receberam o Espírito Santo, que é a presença de Jesus em nossas vidas

Em Atos 1 e 2, está escrito que eles buscaram presença de Deus, incessantemente, até que veio do céu um vento impetuoso, e todos foram cheios do Espírito Santo. Foi algo tão forte que todos começaram a falar em línguas espirituais.

Deus tem este revestimento espiritual para as nossas vidas! Essa herança também nos alcançou!

No próprio livro de João, Jesus falou: Se eu não for, não poderei enviar o Espírito. E a única maneira de vocês terem vitória contra as obras do inferno é sendo cheios do Espírito Santo!

Este é o caminho para chegar mais perto de Deus!


Pense nisso!