Páginas

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Luz ou trevas?

1 Tessalonicenses 5.8: “Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação”.


Existem pessoas que são das trevas. Existem pessoas que, literalmente, são do mal. Existem pessoas que acham que vão resolver seus problemas, prejudicando os outros.

Eu vou dar alguns exemplos. Existem mulheres que miram em quem está casado e acham que vão resolver sua vida, tirando o marido da outra.

Existem pessoas que acham que vão resolver suas vidas, dando um golpe em outras.

Existem pessoas que acham que vão resolver suas vidas, se valendo da fraqueza dos outros.

Agora, você que é do dia, seja sóbrio! É o que a Palavra de Deus nos ensina.

Sabe o que é ser sóbrio? É ser uma pessoa que não se deixa levar pelo desespero.

Você realmente acha que essa síndrome do pânico solucionar a sua vida? Você acha mesmo que se enxergar dentro do mal vai te ajudar?

Você ainda não percebeu que o desespero, o medo e a loucura fazem com que você jogue o que você tem de melhor no lixo?

Quantas vezes nós já ouvimos pessoas dizerem: “No desespero, eu joguei tudo para o alto!”,  “No desespero, coloquei tudo a perder!”, No desespero, fiz uma loucura!”.

Seja sóbrio! Como? Chegando com um coração sincero na presença de Deus! Ore: “Senhor, tenha misericórdia de mim! Eu estou passando por essa situação! Eu estou me sentindo dessa forma!”.

Ore com sinceridade! “Ah, Bispa. A senhora quer que eu fale com o vento?”. Você vai falar, de repente, com que você nunca falou! “Ah, então, eu vou virar crente!”

Desde quando, religião muda a pessoa? O que munda é quem mudou a história. E quem mudou a história tem um nome: Jesus Cristo!

Ele não dividiu a história, porque era rico, porque Ele tinha poder humano, mas porque Ele tinha o poder de Deus. Jesus se entregou como uma oferta, mas ressuscitou.

É Ele quem vai mudar a sua história!

Fale com Jesus. Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre será! Ele não está na cruz! Ele está vivo. E todo aquele que o buscar o encontrará.

Nós conquistamos a sobriedade quando estamos conectados com Deus. Quando estamos sóbrios, os comentários já não nos perturbam mais, as pressões já não nos desesperam mais!

Hoje, eu quero te fazer um convite!

Venha renascer em Cristo! Venha para a igreja. Você vai receber uma oração. Você vai sair revestido com a couraça da fé. Esta fé te fará ter a atitude de buscar mais a Deus.

Você vai vestir o capacete da esperança da salvação. Blinde sua cabeça com os pensamentos que vêm do alto.

Se você fizer deste versículo a tua verdade, você terá os melhores meses da sua vida.


Pense nisso!

terça-feira, 30 de agosto de 2016

O estresse é inimigo da razão!

Hoje, eu gostaria de falar com vocês sobre o poder destruidor do estresse.


No livro de Rute, logo no primeiro capítulo, há um relato sobre a história de um homem que, para fugir da escassez, decidiu procurar um lugar melhor para sua família morar. Detalhe: Ele esteva completamente desesperado.

Vamos entender melhor a situação dele, lendo o Rute 1.1 a 5 “Nos dias em que julgavam os juízes, houve fome na terra; e um homem de Belém de Judá saiu a habitar na terra de Moabe, com sua mulher e seus dois filhos. 

Este homem se chamava Elimeleque, e sua mulher, Noemi; os filhos se chamavam Malom e Quiliom, efrateus, de Belém de Judá; vieram à terra de Moabe e ficaram ali. 

Morreu Elimeleque, marido de Noemi; e ficou ela com seus dois filhos, os quais casaram com mulheres moabitas; era o nome de uma Orfa, e o nome da outra, Rute; e ficaram ali quase dez anos. 

Morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando, assim, a mulher desamparada de seus dois filhos e de seu marido.”.

Elimeleque saiu da terra que habitava, debaixo de pressão e estresse. Talvez, você não esteja vivendo uma situação de calamidade, mas está cansado do lugar que você mora.

Existem muitas pessoas que me procuram e já vêm com aquele discurso carregado de imaturidade: “Eu vou morar em outro país. Não aguento mais!”; “Bispa, eu não aguento mais o meu chefe, vou largar tudo! Pensando bem, vou mudar de carreira!”; “Bispa, eu decidi sair de casa, não aguento mais minha família”...

Talvez, você tenha começado a semana com esses pensamentos. Mas sabe de uma coisa? Antes de tomar qualquer decisão, pergunte-se: Na hora do estresse, onde eu tenho depositado minhas sementes? Qual é a base da minha vida?

Elimeleque saiu com a esposa e filhos, vendeu tudo o que tinha e investiu todos os seus recursos em uma terra que ele considerava próspera, uma terra em que ele via todo mundo dando certo, todo mundo prosperando e evoluindo.

Ele achou que havia fugido da seca, das dificuldades financeiras e que havia encontrado o paraíso. Mas, sabe o que aconteceu? Ele e os dois filhos morreram, e a família ficou na miséria! Restaram somente três mulheres viúvas.

Mas, Bispa, qual foi o erro de Elimeleque? Ele deduziu que aquele seria o melhor caminho! Ele caminhou de acordo com o que ele via, ou seja, não buscou uma direção do Senhor! Ele deixou as pressões ditarem as regras do jogo!

Da tragédia, uma trajetória!

No meio de toda aquela loucura e tristeza, Noemi, viúva de Elimeleque, conversou com suas noras a as aconselhou a voltarem para suas terras. Orfa chorou, mas decidiu seguir o conselho da sogra! Rute, por outo lado, decidiu ficar. Ela não agiu de acordo com os seus interesses, mas de acordo com aquilo que recebera de Deus.

Rute era fiel e leal! Mesmo com a morte do marido, não entregou os pontos. Muitos, no lugar dela, teriam ido embora sem titubear. Assim como existem pessoas que te caçoam porque você vai à igreja. Talvez, no seu grupo de amigos, você seja o único cristão.

E daí que você é minoria? Essas pessoas que zombam da sua fé podem resolver todos os seus problemas? Com certeza, não!

Honre sua aliança com Deus, assim como Rute fez! Ela honrou também a aliança que tinha com a sogra e com o marido, que, ainda por cima, estava morto! Investiu toda a sua vida em uma senhora viúva e pobre. Não foi nada fácil! Rute teve que desdobrar para sustentar a casa!

Sabe como termina esta história? Com a restituição de Rute e Noemi! Elas voltaram para Israel e Rute casou-se com Boaz um homem integro e, por coincidência, o mais rico da terra.

Tem um detalhe nesta história, que, com certeza, vai te emocionar! Naquela época, o primeiro filho, de alguém que era viúva, levava o nome do marido que morreu! O que isso quer dizer? Noemi teve um neto! Rute teve mais filhos e entrou na genealogia de Jesus!

Quem você quer ser nesta história: Elimeleque (o estressado), Orfa (a precipitada) ou Rute (a perseverante)?

Você tem certeza de que essa atitude que você está prestes a tomar é a direção que Deus tem para sua vida?

Muitos podem questionar o seu envolvimento na igreja ou sua aliança com Deus, dizendo que você está perdendo tempo! Será que está perdendo mesmo?

Será que você não está sendo roubado pelo seu imediatismo. “Ah, Bispa! Todo mundo está se dando bem lá, então, eu vou também!”.Tá certo! Mas vai quebrar a cara igual a todo mundo também! 

Busque Deus em primeiro lugar! Quero terminar este post com Salmos 37.5: "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n´Ele, e o mais Ele fará.".

Pense nisso!

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Tudo depende do ponto de vista

Mateus 6.22 e 23: “São os olhos a lâmpada para o corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se porém, os teus olhos forem maus, todo o seu corpo estará em trevas. Por tanto, caso a luz que há em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!.


A maneira como você se enxerga, nem sempre, reflete o que você realmente é! Você pode estar passando por situações difíceis, mas você não é nenhuma delas! O fato de você estar gripado não quer dizer que você seja a gripe!

Sabe, Deus não mudou só por que as coisas, no seu ponto de vista, viraram de ponta cabeça. Não permita que esta situação de consuma! Apegue-se a Deus.

Malaquias 3.6: “Por que eu, o Senhor, não mudo, por isso, vós os filhos de Jacó, não sois consumidos”.

Se hoje está faltando saúde, dinheiro, ou qualquer outra coisa, não se desespere! Lance toda a sua ansiedade, em oração, ao Senhor, e Ele te dará a paz necessária para que, em tudo, você seja vitorioso! Ele cuidará de você!

1 Pedro 5.7:“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós” - 

Lembre-se de que é apenas mais uma fase da sua vida, e Deus, só Ele, pode te tirar desse tempo de tormenta e te levará ao, tão desejado, porto seguro. Apegue-se a Ele e você viverá a verdade de Salmo 91.14 e 15: “Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angustia, eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.”.

Deixe o Senhor te conduzir, porque somente Ele é o caminho. O caminho do justo é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais, até se tornas o dia perfeito (Provérbios 4.18).

Você está só passando por uma luta, por um período de choro, de necessidade, mas continua sendo filho de Deus.

Você pode não ter escolhido a situação pela qual você está passando, mas você pode passar por ela da melhor maneira possível!

Quero finalizar o estudo de hoje com alguns versículos:

Isaías 49.15: “A caso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti”.

Provérbios 3.5 e 6: “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas”.

2 Coríntios 4.16 a 18: “Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.  

Pense nisso!

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

O valor que a vida merece!

Salmo 103.1 e 2: "Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga ao teu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só dos seus benefícios."


Eu não sei por que eu fui escolhida para ter o privilégio de valorizar cada dia de vida! Há anos, de uma forma especial, eu sei o que é ter um dia de vida com quem amo! Eu sei o que é, nesse dia, escutar a voz, abraçar e poder ser melhor para quem eu amo!

Pra vocês entenderem essa sensação, vou dividir um fato que aconteceu comigo! Certo dia, minha filha, Bispa Fernanda, me chamou para assistir um filme. Ela sabia que eu ia amar! Nele, o personagem principal entrava em um guarda-roupa e poderia voltar no tempo, para viver de forma diferente os dias que ele errou. Este era um privilégio que só os homens da família tinham.

No final do filme, o garoto viu que o pai estava para morrer de câncer e, então, entendeu por que ele tinha parado de trabalhar, quando completou 50 anos. Na verdade, no fim da vida dele, ele tinha entrado no armário, para voltar no tempo e, desde então, aproveitar cada simplicidade que a vida oferecia e desfrutar, ao máximo, a companhia de quem ele amava!

É claro que a nossa realidade é outra! Não temos como voltar no tempo, mas temos a oportunidade de criar um ponto de partida! Você pode, a partir de hoje, tomar um rumo totalmente diferente! Você não precisa voltar no tempo para acertar, porque você tem um Deus de amor, que pode mostrar o caminho certo!

No meu caso, o Senhor me deu uma experiência que me faz, todos os dias, comemorar e agradecer pela família que Ele me deu, pela saúde, pelo ministério e pelo suprimento de cada dia. Eu vivo na certeza de que mesmo que eu mude, o Senhor permanece o mesmo, e, desta forma, eu posso estar segura! Eu não tenho medo do amanhã, pelo contrário, eu me alegro, porque todos os dias da minha vida, eu fui sustentada e renovada por Ele!

Se eu pudesse dividir um grande segredo com cada um de vocês, eu diria: Alegre-se no Senhor todos os dias! Alegre-se nas coisas boas que Ele te deu! Ame a Deus profundamente! Comece o dia falando com Ele, essa é a garantia de que tudo lhe irá bem, você não caminhará errante!

Há dias que nós teremos mais desafios, mas isso é sinal de que nós teremos muitas vitórias! Há dias que nós teremos mais descanso, mas, sinceramente, pode ser que não brote nenhum louvor deles!

Não ache que os dias de desafio são ruins, porque Eles sempre vão te fazer conhecer a parte que o Senhor já transformou na sua vida e aquilo que você precisa melhorar! Nos momentos de guerra, nós descobrimos nosso poder de resistência e os nossos recursos naturais.

Nos dias de diversidade, você vai descobrir o quão ungido e forte você é. Você vai perceber que, mesmo em momentos de loucura, você pode ter o controle da situação... que, mesmo em momentos de perdas, você pode ser uma pessoa completamente realizada... que, mesmo em dias de choro, você pode ser feliz e, ainda, consolar as pessoas que precisam!

Você vai descobrir que este é só começo! Deus tem lugares altos, e te dará condições para você levar quem você ama!

Comece o dia louvando e termine agradecendo a Deus! Dessa forma, o Espírito Santo sempre vai te guiar, te orientar e te sustentar com braço forte! Sempre haverá uma resposta certa, uma porta aberta e livramentos! Ele sempre vai te conduzir em triunfo!

Pense nisso e lembre-se: Ser feliz é uma escolha! Você pode viver cada dia da melhor maneira possível!

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Faça uma autoavaliação!


Salmos 141.1 a 10: “SENHOR, a ti clamo, dá-te pressa em me acudir; inclina os ouvidos à minha voz, quando te invoco. Suba à tua presença a minha oração, como incenso, e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina. 

Põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios. Não permitas que meu coração se incline para o mal, para a prática da perversidade na companhia de homens que são malfeitores; e não coma eu das suas iguarias. Fira-me o justo, será isso mercê; repreenda-me, será como óleo sobre a minha cabeça, a qual não há de rejeitá-lo.

 Continuarei a orar enquanto os perversos praticam maldade. Os seus juízes serão precipitados penha abaixo, mas ouvirão as minhas palavras, que são agradáveis, ainda que sejam espalhados os meus ossos à boca da sepultura, quando se lavra e sulca a terra.

Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos: em ti confio; não desampares a minha alma. Guarda-me dos laços que me armaram e das armadilhas dos que praticam iniquidade. Caiam os ímpios nas suas próprias redes, enquanto eu, nesse meio tempo, me salvo incólume”.

Faça deste Salmo a sua oração! Em vez de reclamar, você vai clamar a Deus! Em vez de murmurar, você vai louvar! Em vez de se entregar à depressão, você vai se reanimar no Senhor e voltar para a igreja.

Caminhe com a certeza de que todos estes desafios vão cooperar para o seu bem, desde que você seja guiado pelo Espírito Santo, não por suas emoções!

Todas estas dificuldades vão cooperar para o seu bem, quando você colocar o Senhor em primeiro lugar!

Antes de abrir a sua boca para falar qualquer coisa ruim, busque equilíbrio em Deus.

Nesta passagem que acabamos de ler, o salmista fala: "Coloque guardas em minha boca...". 

Por que ele pede isso? Porque, em Provérbios 18,está escrito: "A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto."

Se tudo o que você falou hoje virasse o seu alimento, ele te envenenaria ou te fortaleceria?

Se tudo que você falou sobre sua família virasse um alimento, ele os mataria ou os sustentaria?

Peça para que o Senhor proteja seus lábios, para que você não venha a pecar contra Ele e não traga mais morte e destruição para as pessoas que você ama.

O mundo foi criado através da Palavra! Tudo o que não tinha existência passou a existir.

Cuidado para que, através das palavras, você não traga existência ao mal que não existia na sua casa!  Você tem o poder de trazer vida e de transformar qualquer ambiente!

Não seja uma pessoa provocável, explosiva! Não tenha medo das armadilhas que o inimigo preparou! Deus é fiel e não permite que a mentira e a injustiça prevaleçam!

Zele para que suas atitudes e o seu discurso estejam de acordo com a sua fé! 

Pense nisso!

terça-feira, 23 de agosto de 2016

A fé nos leva a viver o impossível!


Olá querido internauta, que sempre está ligadinho no meu blog! Nada melhor do que meditar na Palavra de Deus! Ela é o nosso alimento diário!

O “Pensamento do Dia” está baseado no sexto estudo da “Primavera” da “Bíblia da Mulher de Bem com a Vida”.

Vamos começar, meditando em 1 Samuel! Vamos falar um pouquinho sobre Ana, mãe do profeta Samuel! Ana era uma mulher estéril, que, apesar de muito amada e honrada pelo seu marido, sofria constantes afrontas e humilhações!

Para vocês entenderem a dimensão das dificuldades que ela enfrentava, vou explicar como funcionava naquela época. Quando o homem se casava com uma mulher estéril, para poder dar continuidade à família, ele poderia ter outra mulher... Nem preciso dizer que foi assim com Ana, não é mesmo?

Ana ia para a Casa do Senhor e sempre chorava, por causa das humilhações que sofria... De ver a outra oferecer a seu marido tudo o que ela não podia... Em vez de se alegrar com o carinho que tinha...

Ficar se comparando aos outros não resolve seu problema! Cada um tem uma missão na terra. Mesmo a outra podendo ter filhos, Ana era a favorita! Era mais honrada e amada!

Posso falar uma coisa? Talvez, vocês fiquem chocados, mas Ana sofria porque não tinha fé. Essa era a fonte dos problemas!

Na verdade, ela nunca enxergou que, na Casa de Deus, ela poderia encontrar o caminho da transformação. Ela achava que não adiantava orar. Sabe quando você só frequenta, mas não ouve a palavra? Entra e sai do culto do mesmo jeito? Só bate cartão na igreja?

Quantas vezes, Ana não orou para que Deus desse a ela um filho? Quantas vezes ela não orou para que seu marido não precisasse casar com outra? Quantas vezes ela não orou para engravidar primeiro?

Mas sabe o que aconteceu? A outra teve mais de um filho, e Ana não teve nenhum. O maior erro dela foi não enxergar o lugar da bênção! Apesar de ir à igreja, ela não enxergava que, por meio da boca do profeta, ou, por meio de uma comunhão profunda com Deus, ela poderia achar o caminho da vitória.

Quantas vezes você vai à igreja, tem uma religião, mas carrega dor, mágoa e frustração, porque Deus não te atende? Parece que Deus ouve a oração de todos, mas não presta atenção na sua. Isso é mentira!!!

Posso ser sincera? Você se chateou, porque Deus não te atendeu na hora que você achou que Ele tinha que atender! Por causa disso, você deixou de orar, perdeu a fé. Você deixou o inimigo roubar uma arma poderosa de vitória para a sua vida. Quem desiste, no meio do caminho, é perdedor!

Você parou de louvar, de fazer votos no altar, porque Deus não atendeu as suas expectativas. Mas sabe de uma coisa? Nós somos aqueles que, pela perseverança, alcançamos a promessa!

Em Hebreus 10, está escrito que Deus não se agrada daqueles que retrocedem. O inimigo quer que nada seja completo na sua vida. Ele quer você vá à igreja, sem fé. Ele quer que você vá para a igreja, e não se abra para receber a palavra profética.

Quer entender melhor? Leia comigo Hebreus 10.35 a 39: “Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.”.

Em nome de Jesus, você vai ficar firme. Você vai voltar para a Casa do Senhor, mas vai para sair, verdadeiramente, transformado. Comece esta semana de uma forma diferente!

Creia no Senhor e estará seguro, creia nos profetas e prosperareis! Não dá mais para ficar do jeito que você está! Em vez de se lamentar, louve. Em vez de reclamar, clame ao Senhor. A oração do justo muito pode em seus efeitos. Uma palavra pode mudar o rumo da tua vida.

Ana viveu um grande milagre, quando entendeu isso. Ela não teve somente um filho, teve um grande profeta de Deus, Samuel!


Pense nisso!

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Relacionamentos que escravizam


Existem pessoas que dizem que te amam, mas, na verdade, sem você perceber, estão te sugando e te levando para o fundo do poço. São pessoas que te envolvem com um lindo discurso, mas, no final, te deixam com a pior parte: a traição, a mágoa, a tristeza, o engano... É sobre isso que eu quero falar hoje com vocês através deste post.

Vamos começar nosso estudo com o exemplo de Sansão, que se deixou manipular por um falso amor:

Juízes 16. 15: “Então, ela lhe disse: Como dizes que me amas, se não está comigo o teu coração? Já três vezes zombaste de mim e ainda não me declaraste em que consiste a tua grande força. Importunando-o ela todos os dias com as suas palavras e molestando-o, apoderou-se da alma dele uma impaciência de matar.

Descobriu-lhe todo o coração e lhe disse: Nunca subiu navalha à minha cabeça, porque sou nazireu de Deus, desde o ventre de minha mãe; se vier a ser rapado, ir-se-á de mim a minha força, e me enfraquecerei e serei como qualquer outro homem. Vendo, pois, Dalila que já ele lhe descobrira todo o coração, mandou chamar os príncipes dos filisteus, dizendo: Subi mais esta vez, porque, agora, me descobriu ele todo o coração. Então, os príncipes dos filisteus subiram a ter com ela e trouxeram com eles o dinheiro.

Então, Dalila fez dormir Sansão nos joelhos dela e, tendo chamado um homem, mandou rapar-lhe as sete tranças da cabeça; passou ela a subjugá-lo; e retirou-se dele a sua força. E disse ela: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Tendo ele despertado do seu sono, disse consigo mesmo: Sairei ainda esta vez como dantes e me livrarei; porque ele não sabia ainda que já o SENHOR se tinha retirado dele. Então, os filisteus pegaram nele, e lhe vazaram os olhos, e o fizeram descer a Gaza; amarraram-no com duas cadeias de bronze, e virava um moinho no cárcere. E o cabelo da sua cabeça, logo após ser rapado, começou a crescer de novo.”

Esse é o tipo de “amor” que escraviza. Existem muitos motivos que levam alguém a se submeter a este tipo de relacionamento. A baixa autoestima é o motivo mais comum. São pessoas que ouviram a vida toda críticas em relação à sua aparência ou porque acham que, para serem merecedoras de um grande amor, precisam se encaixar em um determinado padrão de beleza. Se acham gordas demais, magras demais, altas demais... não se aceitam, não conseguem enxergar suas virtudes e, por isso, acabam sempre se metendo em uma barca furada.

Essa mistura de carência com baixa autoestima é extremamente perigosa. Quem está nesta condição acaba se entregando completamente às relações destrutivas e, muitas vezes, se tornam reféns de chantagens emocionais: “Se você me ama de verdade, pague minha dívida!”... “Ah! Eu sempre sonhei em viajar para o exterior. Só você pode me ajudar.”... ”Para nosso relacionamento dar certo, você precisa fazer tal coisa.”...

Sem perceber, em nome do “amor”, elas acabam se entregando de tal forma, que ficam totalmente escravizadas. Acabam vivendo 100% em função do outro, ou seja, alunam totalmente suas vontades e planejamentos. Tornam-se um capacho e um joguete na mão do outro. Muitas, inclusive, são vítimas de constantes agressões, mas não abrem mão do relacionamento porque acham que não vão conseguir nada melhor.

Sansão chega até a surpreender porque ele poderia ter a mulher que quisesse, mas achava que só tinha direito à prostituta. Dalila o envolveu com suas palavras e caricias, a tal ponto que o cegou completamente. Ele acabou entregando para ela seu grande segredo e enfrentou sérias consequências: foi traído, humilhado e perdeu a força, sua maior virtude.

Eu não sei se, de repente, você tem sofrido com este sentimento que você classifica como amor! Eu não sei se você, em nome desta paixão desenfreada, se tornou refém de um explorador e que, ainda por cima, perde a linha por qualquer motivo. O primeiro erro que você comete, já joga na sua cara: “Você tem que ser grata por eu ainda estar com você!”.

Saia deste laço de morte! Deus tem mais para sua vida!

Eu sei que você está sofrendo. Eu sei que seu coração é sincero, mas você precisa ser livre! Sansão amou Dalila, a ponto de abrir mão daquilo que era mais precioso para ele. Cuidado para você não fazer da pessoa que você ama o teu deus. Não inverta mais as prioridades.

Saia deste lugar de dor e escravidão!

Gálatas 5.1: “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.”

Deus tem para você dignidade, honra e alegria, ou seja, um amor verdadeiro – aquele que envolve respeito, doação, entrega, companheirismo, fidelidade, confiança, lealdade e muito carinho –.


Pense nisso!

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

E se...


Gênesis 15. 1 a 6: “Depois destes acontecimentos, veio a palavra do SENHOR a Abrão, numa visão, e disse: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande. Respondeu Abrão: SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? 

Disse mais Abrão: A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro.

A isto respondeu logo o SENHOR, dizendo: Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro. Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça.”

Hoje, eu quero continuar falando sobre ressurreição, mas, desta vez, eu quero destacar a história de Abraão, também conhecido com “pai da fé”.

A sepultura de Abraão era sua própria casa. Ali, até então, estava enterrado o maior sonho dele: ter um filho com Sara, seu grande amor.

Por que Abraão pode ser considerado um exemplo de fé? Porque ele deu ouvidos a um Deus que ele não conhecia. Ele deu ouvidos ao Deus que os pais dele não serviam.

Para todos, poderia ser uma loucura, mas Abraão tinha convicção de que, mesmo estéril, Sara poderia dar a ele um filho.

Os anos passaram, e Deus continua reafirmando sua promessa... E Sara? Continuava estéril. Cada dia, humanamente falando, eles estavam mais longe de realizar seu maior sonho. Eles estavam envelhecendo.

O desespero, então, bateu à porta: “E se Deus não me der um filho de Sara? A cada dia, vou ficando sem forças. Estou envelhecendo. Daqui a pouco, eu posso ficar infértil E se Deus não realizar a promessa?”.

O Senhor disse a ele: “Não temas”. Abraão creu, e isso lhe foi imputado por justiça.

O Senhor é o nosso escudo. A recompensa pela sua perseverança virá!

Não conte mais seus problemas, conte as estrelas do céu. Saia desta sepultura e olhe para o alto. Olhe para a grandiosidade do teu Deus!

Assim como Abraão, creia! Abraão não só teve um filho, como foi pai de nações!

Eu não sei qual obra o Senhor realizará na sua vida. Mas eu tenho certeza de que será no tempo certo, da forma certa, ou seja, será perfeito!


Pense nisso!

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Sempre existirá um caminho


João 11.34 a 42: “E perguntou: Onde o sepultastes? Eles lhe responderam: Senhor, vem e vê! Jesus chorou. Então, disseram os judeus: Vede quanto o amava. 

Mas alguns objetaram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer que este não morresse? Jesus, agitando-se novamente em si mesmo, encaminhou-se para o túmulo; era este uma gruta a cuja entrada tinham posto uma pedra.

Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira mal, porque já é de quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram, então, a pedra.

E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou porque me ouviste.  Aliás, eu sabia que sempre me ouves, mas assim falei por causa da multidão presente, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isto, clamou em alta voz: Lázaro, vem para fora!

Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir.”

Essa é a palavra que eu quero repartir com você hoje: Está na hora de remover a pedra desta sepultura! Está na hora de tirar a pedra do seu coração. Está na hora de tirar a pedra dos teus sonhos! Está na hora de tirar a pedra que te separa da ressurreição.

Talvez, ao ler este texto, você esteja pensando: “Bispa, não existe mais vida no meu casamento!”. Infelizmente, isso é muito comum. Você tem vida para a farra, para o ódio, para a mágoa, para a decepção, mas, para o seu relacionamento, não! Só sobraram a cinzas e as lembranças de um tempo distante.

Talvez, a morte tenha se manifestado na área espiritual. Você ia à igreja quase todos os dias, meditava na Palavra de Deus, tinha um ministério, colocava louvores em sua casa, tinha momentos de oração, mas, hoje, o que você tem? Uma tristeza profunda e muito rancor.

Você trilhou um caminho de inconsequência, loucuras e perdição. Agora, na sua opinião, não existe mais um caminho de volra. Você matou o seu chamado e colocou uma pedra encima. Quantas pessoas me procuram diariamente e falam: “Bispa, eu cometi tantos erros. Eu aprontei demais. Agora, não existe mais vida dentro de mim. Estou perdido!”.

Talvez, a morte que você enfrentou seja na área profissional. Por causa de uma atitude precipitada, você jogou uma grande oportunidade no lixo.

Sabe qual é o problema? Ter vida para as situações do passado, mas não ter vida para o novo.

Não importa a situação pela qual você esteja passando. No Senhor, existe, sim, um caminho de vida!

Para ressuscitar o que estava morto dentro de você, é necessário:

Em primeiro lugar, levar Jesus Cristo para o local que você transformou em uma sepultura.

Leve Jesus Cristo para o dia daquela discussão. Leve Jesus Cristo para o dia daquela traição. Leve Jesus Cristo para o dia daquela humilhação. Leve Jesus Cristo para aquele dia em que você, cheio de ingratidão, falou contra o lugar que te abençoo, te trouxe cura e mudou sua história. Você fez da igreja, que é um lugar de salvação, o seu cemitério.

Em segundo lugar, abra-se para viver os milagres de Deus, mesmo que, para você, não tenha mais jeito.

Para Maria e Marta, Jesus poderia ter curado Lázaro antes. Para elas, Jesus havia chegado tarde demais. Mas elas não contaram com o poder da ressurreição.

Para Deus, não há impossíveis, não há limites!

Em terceiro lugar, queira ser consolado!


Tire esta pedra, tire está dureza do seu coração! Deixe o som da ressurreição entrar! 

Pense nisso!

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Quais são suas motivações?

Hoje, eu quero falar sobre motivações. 

O que são motivações? São impulsos internos que nos levam a tomar uma determinada atitude. Elas estão intimamente ligadas aos nossos interesses e intenções.

Ou seja, por melhores que sejam suas atitudes, nem sempre quer dizer que suas intenções são boas e, mais cedo ou mais tarde, elas virão à tona, ou serão o seu destino! Por isso, tome muito cuidado!
  
Sabia que muitas vezes nos tornamos reféns das motivações dos outros? A resultante disso pode ser uma decepção, principalmente quando depositamos nossas esperanças em pessoas ou em grandes instituições. Mas o que determina o fim dessa história é a nossa atitude diante das provocações e perdas.

Vou citar um exemplo clássico deste tipo de relação: Saul e Davi. No “Pensamento do Dia” de hoje, vamos falar sobre isso.

1 Samuel 18.17 a 19: “Disse Saul a Davi: Eis aqui Merabe, minha filha mais velha, que te darei por mulher; sê-me somente filho valente e guerreia as guerras do SENHOR; porque Saul dizia consigo: Não seja contra ele a minha mão, e sim a dos filisteus.  Respondeu Davi a Saul: Quem sou eu, e qual é a minha vida e a família de meu pai em Israel, para vir a ser eu genro do rei? Sucedeu, porém, que, ao tempo em que Merabe, filha de Saul, devia ser dada a Davi, foi dada por mulher a Adriel, meolatita.”

Queridos, Saul era uma pessoa totalmente perturbada. Ele armou uma cilada para Davi, porque se sentia ameaçado por ele. Saul não estava preocupado em vencer a guerra, ele queria matar Davi. A intenção não tinha nada a ver com o discurso!

Davi foi para a guerra, deu o melhor de si, arriscou sua vida e o que aconteceu? Em vez de receber a filha de Saul, que era a recompensa por sua fidelidade ao rei, viu Saul entregando-a para outro!

Quantas vezes, Satanás já preparou armadilhas semelhantes para você? No trabalho, na família ou no casamento?

10, 20, 30 anos de casado, ou até mais... Você orou, se preparou, conquistou, sonhou, desejou, construiu... para vê-lo com outra... Ou Tantos anos de dedicação e fidelidade, para você simplesmente ouvir da sua esposa: Eu não te amo mais!

Ou então, você se dedicou ao trabalho, mas do que se dedicou a própria saúde.... Fez horas extras, deu o seu melhor, investiu seu tempo, investiu dinheiro em formação, para ser simplesmente mandado embora.

Essa frustração que sentimos é o terreno fértil para o inimigo agir e abalar a nossa fé, fazendo brotar o pior de nós! Ele quer te mostrar que ser errado vale a pena, e ser honesto é perda de tempo!

Você vai à igreja, mas deixou de ter sonhos, de ter fé. É algo tão sutil que você nem percebe. Primeiro, você deixa de se relacionar com as pessoas que te levam mais perto de Deus. Depois, deixa de ir à igreja, deixa de ouvir louvores, deixa de orar...  e corta, literalmente, sua relação com o Senhor.

Saul era inimigo de Davi. Imagine o homem “mais poderoso” da terra estar contra você. Mas ele não quer somente te deixar humilhado, quer te matar! Sabe qual era o problema de Davi? Ser bom demais. Isso incomodava Saul.

 Davi, no meio de tanta injustiça, em vez de abandonar tudo, ficou mais confiante e mais motivado: Isso aconteceu, porque Deus permitiu e Ele tem o melhor mim! No tempo certo, eu vou colher os meus frutos!

E foi assim mesmo... Saul armou outra armadilha para envergonhar Davi: Se você trouxer 100 prepúcios dos filisteus, te darei minha outra filha.

 Que desafio necessário! Para isso, Davi tinha que matar 100 filisteus! Com certeza, na cabeça de Saul, Davi morreria ou não conseguiria nem a metade...

Mas sabe o que Davi fez? Foi à luta e conseguiu 200, o dobro! Davi não era um cara cheio de crises e melindres. Ele não deixou nada abalar suas motivações! Pelo contrário, mostrou quem ele realmente era: um guerreiro! Ele foi honrado e o melhor de tudo, a outra filha de Saul o amava verdadeiramente!
Quando tirarem tudo o que você tem, faça o dobro! Deus é contigo e Ele te justifica!

Quero finalizar o Pensamento de hoje, com 1 Coríntios 15.58: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.”.

Que a sua motivação seja agradar ao Senhor! Dessa forma, você nunca será frustrado ou envergonhado.


Pensem nisso!

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Como escrever uma nova história?

Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo no livro de Josué 2.

Sabe, estive pensando... Quantas vezes nós já não desejamos uma mudança radical? Simplesmente, pegar tudo o que já vivemos, amassarmos, como se faz com uma folha de papel, e jogar fora... Assim, quem sabe, ele levaria todas as dores, perdas, lembranças ruins e só permaneceria o que é bom! Aí, então, escolher um belo papel de carta para escrever uma nova história, para fazer escolhas novas e acertar desta vez!

Foi isso o que aconteceu com Raabe, a prostituta que morava sobre os muros de Jericó e onde os dois espiões enviados por Josué ficaram escondidos e libertos da morte!

Raabe ouviu, como nós temos ouvido, os milagres que Deus estava fazendo com o povo de Israel. De como o Senhor os livrou da escravidão do Egito e ainda venceram o que ninguém tinha coragem de desafiar. Ela ouviu e se enxergou liberta da escravidão, da prostituição, vencendo preconceitos, barreiras sociais, culturais, religiosas e até de autoridades que a oprimiam, já que ela era obrigada a ser uma prostituta cultual. Ou seja, seu “deus” fez dela uma prostituta.

Quantas mulheres, por amar e cultuar o dinheiro, tornaram-se prostitutas? Quantas não conseguem vencer as barreiras sociais, culturais e até mesmo de uma religiosidade que prega um evangelho superficial, porque a igreja é mais parecida com um clube social, do que com o local em que adoramos a Deus? Pois é! Quantas não foram vencidas por “reis e reinos” deste tempo: traumas, abusos, violência, humilhações... e foram morar “encima do muro”, já descaracterizadas, sem personalidade, levadas por qualquer um que entrasse em sua casas, sendo moedas de troca, vendendo seu corpo, por carência ou por necessidade?

Sabe, vivemos em um mundo de muitas “Raabes”, em que o “príncipe deste século”, ao saber que acolhemos alguém ou algo que possa nos trazer o Reino de Deus, não pensa duas vezes em entrar em nossas vidas, a fim de matar tudo que possa nos transportar para um Novo Reino, que nos tornar participantes do povo de Deus.

Se você realmente quer ou precisa de uma nova página, para escrever uma nova história, é preciso:

1)Acolher os enviados de Deus e as Palavras que eles trouxerem, defendendo-os de tudo e de todos que os querem matar e acolhê-los.

Não se conforme em só ouvir milagres! Lute para vivê-los (Tiago 1: 22 a 25).

2)Tenha a Palavra de Deus como verdade absoluta e pratique-a, sem se importar com a opinião dos outros!

Só vive transformação quem muda de atitude e encara o que o escraviza, agindo pela fé em Deus e em seus profetas (2 Crônicas 20: 20 e 2 Crônicas 24: 1 a 25)

3)Abre-se para que o Senhor escreva uma nova história em sua vida!

Muitas vezes, não queremos uma mudança radical, porque estamos ligadas, emocionalmente, ao passado. Agimos como a mulher de Ló que, apesar de livre, literalmente, não conseguia se desligar de Sodoma e Gomorra.

Sabe, há perdas necessárias para que o novo de Deus se manifeste. Isso dói; às vezes, nos coloca em situações de perda total... mas é só questão de tempo, para que o plano do Senhor se manifeste! Raabe foi completamente transformada, constituiu uma família e entrou na genealogia de Jesus!


Pense nisso!

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Confie na vontade de Deus

Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo na passagem bíblica de Colossenses 1.9 e 10: “Por esta razão, também nós, desde o dia que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que transborde de pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual; a fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus.”.

Quando você conhece qual é a vontade de Deus para sua vida, o medo desaparece. Quando você sabe qual é a vontade de Deus para sua vida, nenhum sacrifício é pesado, principalmente, porque ele faz parte do que você quer alcançar.

É ilusão acharmos que sem o mínimo esforço conquistaremos algo. Por exemplo, se você quer ter conhecimento, não tem segredo, você precisa estudar, se matricular em uma escola, ou em uma faculdade e separar um tempo para esse investimento valer a pena.

Se você quer emagrecer, tem que ter disciplina, procurar um nutricionista, fazer uma dieta adequada, praticar um esporte...

Qualquer meta que você queira atingir requer um investimento. O próprio Deus investiu em nós, seres humanos, quando entregou seu próprio filho, Jesus.

A vontade do Senhor envolve crescimento e desenvolvimento, para que nós possamos alcançar Sua imagem e semelhança.

Quando você tem consciência de que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, mesmo que ela envolva um determinado sacrifício, as lutas, as guerras e as adversidades tornam-se leves e momentâneas.

O propósito de Deus é nos tornar maduros e livres de todo o mal.

Essa enfermidade veio para que você conheça o poder de cura que há no sangue de Jesus e, principalmente, para que você desenvolva a sua fé!

Essa guerra que você está enfrentando tem um propósito!

Davi enfrentou guerras, porque as riquezas que Israel precisava estavam nas mãos do inimigo. Davi passou por situações desgastantes, por dificuldades, precisou ter disciplina, treinar, lidar com as afrontas dos seus adversários e correu risco de morte.

Essa guerra que você está enfrentando na sua casa é para que você conquiste os tesouros que você precisa para ter um lar feliz!

No caso das mulheres, para que elas adquiram sabedoria e equilíbrio para lidar com as situações de crise, e não enlouqueçam a todos com os seus chiliques.

Em relação aos homens, as guerras acontecem para que eles aprendam a assumir a posição de sacerdote do lar, aquele que transmite confiança e segurança para o restante da família.

Mude suas prioridades. Em vez de ficar se comparando aos outros, busque saber qual é o propósito de Deus para sua vida! Busque viver, em cada situação, a vontade d´Ele.


Pense nisso!

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

O poder das palavras!

Provérbios 18.20 e 21: “Do fruto da boca o coração se farta, do que produzem os lábios se satisfaz. A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

As nossas palavras nos alimentam. Quando mais você fala: “Não vai dar certo!”, “Acho que não vou conseguir!”, “Não nasci para isso!”, “Estou com medo”... Quanto mais você exterioriza o que o inimigo quer, mais você invoca o mal para a sua vida!

Salomão compara as palavras ao alimento! Então, se você só professa coisas ruins, do que você se alimentará? De um fruto podre! Será algo que, com certeza, vai prejudicar sua saúde. Não sei... De repente, sua pressão pode subir, pode dar palpitação, tremedeira, problemas intestinais, dificuldades respiratórias... Sem contar o abalo emocional!

Vou dar um exemplo cientifico desta afirmação. Para os arqueólogos descobrirem a idade de um fóssil, sabe qual exame eles fazem? Ultrassonografia! Esse exame mede a quantidade de som acumulado! O que isso quer dizer? Que as palavras ficam acumuladas! Por isso que o inimigo quer que você declare: “Não vou conseguir!”, “Acho que Deus não me ama!”, “Acho que Deus se esqueceu de mim!”, “Não adianta orar!”, “Não adianta ir à igreja”... Ele quer que você fique intoxicado! Quer que você produza o seu próprio veneno!

A vida e a morte estão no poder da língua. Aquele que bem a utiliza vai se alimentar do seu fruto! Então, você vai mudar sua dieta! Só vai se alimentar de coisas saudáveis! Vai alinhar, a partir de hoje, as suas palavras com os ensinamentos que o Senhor deixou! Você vai fazer da Bíblia o seu manual!

O que está escrito? Que o Senhor é o Seu pastor, e nada te faltará! Então, você vai declarar: Eu vou fazer do Salmo 23 a minha oração e a minha verdade. Senhor, vem ser o meu pastor, vem ser a minha verdade, vem ser o meu suprimento! Mostre-me o caminho que eu devo andar!

Quando você deixa Jesus ser o seu pastor, não te falta nada! Isso é uma verdade absoluta! A palavra é viva e eficaz. Nenhuma promessa deixará de ser cumprida!

O fato de muitos não terem sido curados dessa enfermidade não quer dizer que você não será curado! O fato de muitos não terem passado no processo seletivo para essa vaga de emprego não quer dizer que você não vai passar! Lembre-se do que está escrito em Salmo 91.7: “Mil cairão ao seu lado, dez mil a sua direita, mas você, servo amado, não será atingido!”.

O fato de já ter passado muitos anos não quer dizer que o seu milagre não será liberado. Quem disse que Deus só resolve problema novo? Em qual Bíblia está escrito isso?

O feijão nasce da noite para o dia, já o ser humano leva nove meses! O fato de demorar mais não quer dizer que não vai nascer! A perseverança e a fé nos fazem viver a promessa de Deus.

Então, elimine todo o discurso negativo do script da sua vida! Comece a declarar as promessas de Deus: Tudo o que eu fizer eu vou prosperar, porque eu faço do Salmo 1 a minha verdade!

Salmo 1 é uma das passagens mais conhecidas entre os cristãos, mas poucos a praticam! É um capítulo carregado de conselhos precisos. Vamos pontuar alguns?

Bem aventurado é aquele que não anda segundo o conselho dos ímpios, ou seja, daqueles que não conhecem a Deus, nem se detém no caminho dos pecadores!

Sabe, existem muitas pessoas inconsequentes. Fazem coisas erradas na sua frente, desafiam o teu Deus e, ainda, fazem questão de mostrar que estão melhores do que você!

Olha, nada como um dia após o outro! O tempo mostra quem fez a melhor escolha! De Deus, ninguém zomba! O que o homem plantar, isso também ceifará!

Vamos continuar com o Salmo 1Bem aventurado é aquele que não se assenta na roda dos escarnecedores, ou seja, daqueles que zombam das coisas espirituais, mas, antes, tem seu prazer na Palavra de Deus e, nela, medita de dia e de noite. Este será como uma árvore plantada junto ao ribeiro de águas e, na estação certa, dará frutos! Tudo o que ele fizer prosperará!

Faça desta palavra a sua verdade! Faça desta palavra o seu caminho! Faça desta palavra o seu alimento diário!


Pense nisso!