Páginas

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

7 motivos para passar a virada do ano na presença do Senhor


Olá, queridos, tudo bem?

Hoje, eu quero deixar um convite muito especial para vocês! Neste sábado, 31 de dezembro, a partir das 22 horas, vamos realizar, nas igrejas Renascer em Cristo, o “Culto da Virada”.

Vamos receber uma palavra profética e entrar em 2017 de joelhos, para permanecermos de pé o ano todo.  

Eu estarei no Renascer Hall (Rua Dr. Almeida Lima, 1290 – Mooca) e o Apóstolo estará na Renascer Arena (Marginal Tietê 1712).

Eu quero aproveitar e destacar neste post sete bons motivos para você passar a virada do ano na Casa do Senhor:

1º Iniciar o ano em comunhão e em família;

Salmo 133.1 e 3: “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos... É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre”


2º Demonstrar gratidão por todas as conquistas e livramentos do ano que se passou;

Salmo 23: “O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará. Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.

Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda.  Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre.”


3º Expressar a Jesus Cristo que Ele é prioridade em sua vida;

Mateus 6.33: “Buscai, assim, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.”


4º Consagrar a Deus as primeiras horas do ano, porque as primícias são do Senhor;

Provérbios 3.9 e 10: Honra ao Senhor com a tua fazenda e com as primícias de toda a sua renda; e se encherão os teus celeiros abundantemente, e transbordarão de mosto os teus lagares.


5º Refletir sobre os erros cometidos e iniciar o ano assumindo novos comportamentos;

1 João 1.9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”


6º Compartilhar testemunhos e experiências, para o fortalecimento da fé;

Salmos 9.1 e 2: “Eu Te louvarei, de todo o meu coração; contarei todas as Tuas maravilhas. Em Ti me alegrarei e cantarei louvores ao Teu Nome, ó Altíssimo.”

Atos 1.8: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há-de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”


7º Mais vale um dia na Casa do Senhor do que mil em outro lugar.

Salmos 84. 1 a 10: “Quão amáveis são os teus tabernáculos, SENHOR dos Exércitos! A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do SENHOR; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo! O pardal encontrou casa, e a andorinha, ninho para si, onde acolha os seus filhotes; eu, os teus altares, SENHOR dos Exércitos, Rei meu e Deus meu!

Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvam-te perpetuamente. Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva. Vão indo de força em força; cada um deles aparece diante de Deus em Sião. SENHOR, Deus dos Exércitos, escuta-me a oração; presta ouvidos, ó Deus de Jacó!

Olha, ó Deus, escudo nosso, e contempla o rosto do teu ungido. Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil”

Pense nisso!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Jesus, o verdadeiro sentido do Natal


Isaías 9.1 a 7: “Mas para a terra que estava aflita não continuará a obscuridade. Deus, nos primeiros tempos, tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas, nos últimos, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios.

O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz. Tens multiplicado este povo, a alegria lhe aumentaste; alegram-se eles diante de ti, como se alegram na ceifa e como exultam quando repartem os despojos.

Porque tu quebraste o jugo que pesava sobre eles, a vara que lhes feria os ombros e o cetro do seu opressor, como no dia dos midianitas; porque toda bota com que anda o guerreiro no tumulto da batalha e toda veste revolvida em sangue serão queimadas, servirão de pasto ao fogo.

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.”

No capítulo 9, Isaías – um dos maiores profetas messiânicos – fala sobre uma situação de obscuridade. Os habitantes da região da Galileia, além do Jordão, foram oprimidos pelos midianitas. Eles estavam em uma situação deplorável, de escassez e sem esperança.

Assim, muitas vezes, é o nosso estado, não físico, mas espiritual. Muitas vezes, nos encontramos em um estado de dor, de tristeza, de destruição e de instabilidade interior. Estado em que nos sentimos desprezados, assim como Jesus Cristo na cruz do Calvário, onde Ele foi humilhado e agredido.

Os moradores daquela região estavam passando por uma situação, humanamente, irreversível, mas uma palavra profética foi liberada: “Haverá solução!”.

Por isso, hoje, você receberá luz! Uma luz transformadora! Uma luz que vai brilhar na sua vida, na sua casa, no seu trabalho... Uma luz que dará fim às trevas.

O abandono não existirá mais, porque o Messias te agasalhará e te levará para um novo tempo.

O jugo opressor, o que tem te massacrado, o que tem te colocado em uma cama de depressão, as palavras que te desestabilizaram e a rejeição não farão mais parte da sua vida. Não passarão de meras lembranças. Existe uma palavra liberada: “A luz vai ofuscar estas trevas!”.

Isso significa que, neste Natal, Jesus Cristo quebrará da sua vida tudo o que te impedia de ir além e vai iluminar os seus caminhos.

Isaías anunciou: “Um menino nos nasceu, um filho se vos deu!”. É o menino Jesus! Aquele que, no Natal, traz um significado para nossas vidas maior do que presentes e ceias fartas! O Natal é o nascimento de Jesus Cristo dentro de nós, porque, em Mateus 28, Ele disse: “Eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.”.

E o profeta messiânico continua: “E o Seu nome é Conselheiro!”. Ele vai te aconselhar e te conduzir ao caminho do amor e da vida!

“O nome d´Ele é Deus forte!”. É o Deus forte que está em 1 João 4.4: “...maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. ”. É o Deus forte que está em Hebreus 13.8: “Jesus Cristo, ontem e hoje, é o mesmo e o será para sempre.”. É o Deus forte que está em 2 Crônicas 32.8: “Com ele está o braço de carne, mas conosco, o Senhor, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras...”.

Ele é indestrutível, inabalável e imutável. É o nosso fundamento e a nossa sustentação. Aquele que n´Ele crê jamais será abalado.

“O nome d´Ele é Pai da Eternidade!”. O Natal é a esperança da salvação eterna. É saber que o morrer é ganho, e que o viver é Cristo. Natal é saber que Ele nasceu, morreu e, ao terceiro dia, ressuscitou. Hoje, o nome d´Ele está acima de todo o nome. Ele virá com poder e grande glória. Quando este dia chegar, todos os olhos verão e todas as línguas confessarão que Ele é o Senhor.

“Ele é o Príncipe da Paz!”. Ele tem para nós a paz que excede todo o entendimento. Ele tem paz em dias de angústia,  paz em dia de escassez, paz em dias de enfermidade, paz em dias de crise, paz em dias de guerra, paz em todo o tempo...

Este e todos os Natais são de Cristo! Que o aniversariante possa nascer e habitar dentro do seu coração.

Que a luz de Jesus Cristo brilhe na sua casa e te conduza em todos os seus caminhos! Ele é o plano perfeito! Pense nisso!

Feliz Natal!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Jesus, o nosso bom samaritano


Hoje, nós vamos meditar em uma das parábolas mais conhecidas entre os cristãos.

O que são Parábolas? São histórias que Jesus contava aos seus discípulos e seguidores para ajudá-los a compreender o Reino de Deus, seus valores e a importância da meditação na Palavra de Deus, através de situações do cotidiano, ou hipotéticas.

Vamos à nossa leitura?

Lucas 10.26 a 37 “Então, Jesus lhe perguntou: Que está escrito na Lei? Como interpretas? A isto ele (interprete da lei) respondeu: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento; e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.  Então, Jesus lhe disse: Respondeste corretamente; faze isto e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: Quem é o meu próximo?

Jesus prosseguiu, dizendo: Certo homem descia de Jerusalém para Jericó e veio a cair em mãos de salteadores, os quais, depois de tudo lhe roubarem e lhe causarem muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o semimorto. Casualmente, descia um sacerdote por aquele mesmo caminho e, vendo-o, passou de largo.  Semelhantemente, um levita descia por aquele lugar e, vendo-o, também passou de largo.

Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou-lhe perto e, vendo-o, compadeceu-se dele. E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele. No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar.

Qual destes três te parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos salteadores? Respondeu-lhe o intérprete da Lei: O que usou de misericórdia para com ele. Então, lhe disse: Vai e procede tu de igual modo.”

Na figura do bom samaritano, nós vemos que, muitas vezes, a nosso socorro não vem daqueles que têm uma formação técnica ou, até mesmo, teológica, mas vem daqueles que são transformados pelo Espírito Santo de Deus.

Também podemos perceber que o nosso socorro vem do Senhor Jesus. Ele é o nosso bom samaritano. Ele pagou um preço alto por nossas vidas e, ainda, deixou o Espírito Santo para que nós pudéssemos ser completamente restaurados e restituídos.

Ele nos livrou dos salteadores, curou nossas feridas, nos acolheu e nos deu uma nova perspectiva de futuro.

Como eu escrevi no início do post, essa parábola é muito conhecida entre os cristãos, mas decorá-la pode, no máximo, te tornar aquele sacerdote. Ela não pode ser apenas decorada, ela precisa ser uma verdade em sua vida. Aquele bom samaritano não tinha tanto conhecimento como os outros homens, mas ele fez a verdadeira pregação do evangelho!

Medite nesta Palavra! Eu tenho certeza de que ela vai trazer muitos outros ensinamentos preciosos, principalmente, sobre compaixão e misericórdia! O Natal é um bom começo para você exercitar estes princípios.

Pense nisso!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Haverá bom futuro!


Rute 1.19 e 20: "Então, ambas se foram, até chegarem a Belém; sucedeu que, ao chegarem ali, toda a cidade se comoveu por causa delas, e as mulheres diziam: Não é esta a Noemi? Porém ela lhes dizia: Não me chameis de Noemi; chamai-me de Mara, porque grande amargura me tem dado o Todo-Poderoso."

Noemi, em uma época de fome e de muitas dificuldades, saiu de Belém com seu marido e ambos foram para Moabe. Na terra dos moabitas, ela, subitamente, perdeu os filhos, o marido e tudo o que mais amava.

Eu creio que Noemi, nessa situação, deveria ter se irado contra Deus e questionado: “Por que não me levou junto? Assim, o Senhor me poupava de tanto sofrimento! Não sobrou mais nada, somente as minhas noras! Nem netos, eu tive!”.

Querido, quantas vezes, o inimigo vem com esse discurso: “Olha, você não tem mais futuro! Não tem mais perspectiva”. Talvez, você tenha 40 ou 50 anos e acha que Deus não pode trazer nada de novo para a sua vida.

De repente, seu marido te deixou, ou sua esposa faleceu, ou você foi traído, perdeu seu emprego, foi abandonado e acha que, por causa disso, não há mais caminho, não há direção. Mas esta sentença está quebrada, em nome de Jesus.

Noemi, pra quem não sabe, significa “graça e favor de Deus”, mas o sofrimento foi tanto, que ela decidiu mudar seu nome para Mara, que quer dizer “águas amargas”.

O inimigo quer mudar o seu nome, quer que você seja conhecido como problemático, falido, endividado, bandido, desonesto e depressivo. Sabe de uma coisa? Uma situação difícil não define quem você é.

Jesus veio para nos dar um novo nome. O nome de Jesus vence a morte. Você não vai se acomodar nessa situação de calamidade. O fato de você não enxergar solução, não significa que Deus não está ao seu lado, que você não tem um povo, ou que você não tem um lugar para habitar.

Noemi não se enxergava vitoriosa, mas sua nora disse: “Eu não vou te deixar, seu povo é o meu povo e o Seu Deus é o meu Deus”. Noemi não enxergava que tinha um povo, mas Rute enxergava.

Querido, não caia na mentira de Satanás de que você não tem futuro. Os dias de alegria e de vitória virão. Nenhuma calamidade dura para sempre, mas a bênção de Deus é eterna.

Hoje, você vai buscar o poder de Deus. Mesmo que você tenha errado, não deixe a acusação te afastar do Senhor, Ele tem um caminho de transformação para você. Levante-se, porque Deus vai te sustentar com Sua destra fiel. Você nunca será provado além do que você pode suportar. Lembre-se de que, com a luta, o Senhor sempre te dará um escape.

Sabe qual foi o final da história que acabamos de ler? Noemi teve dias de riso. Rute deu-lhe um neto. O resgatador se levantou.

Ela se casou com Boaz ,e ambos foram progenitores da linhagem de Davi. O filho deles, Obede, era avô do grande rei de Israel.

Eu quero finalizar o estudo de hoje deixando o versículo de Zacarias 9.12: “Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também, hoje, vos anuncio que tudo vos restituirei em dobro.”.

Pense nisso e creia, porque haverá bom futuro e será muito melhor do que você pensou! 

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Você não está só!


Jeremias 20.11: “Mas o Senhor está comigo como um poderoso guerreiro, por isso, tropeçarão os meus perseguidores e não prevalecerão; serão sobremodo envergonhados.

E, porque não se houveram sabiamente sofrerão afronta perpétua, que jamais esquecerá”.

Quantas vezes, nós não nos sentimos perseguidos por uma enfermidade? Aquela que vem e fala, às vezes até pela boca dos médicos – afinal de contas, eles precisam falar o que estão vendo : “Olha, ele não vai acordar!”, “Não vai passar deste mês” ou “É melhor se conformar”. Mas o Senhor está ao seu lado, e Ele é o poderoso guerreiro! Essa sentença, essa enfermidade e esses perseguidores tropeçarão, porque o Senhor se levantará para te defender.

Quem sabe, sua saúde esteja perfeita, mas sua vida financeira... É tanta humilhação, que você se sente a pessoa mais miserável da face da terra! Vive entristecido, sem condições de ter o básico na sua casa e vive cercado de pensamentos depressivos: “Será que Deus se esqueceu de mim? Todos são abençoados, menos eu! Comigo, tudo é mais difícil, penoso e doloroso!”.

Olha! O Senhor está contigo, e Ele é o poderoso guerreiro! Este é o tempo de você derrubar gigantes. Em nome de Jesus, Deus tem preparado para você o melhor lugar nesta terra. Tenha consciência de que dinheiro não traz paz! Alegre-se nas coisas que o Senhor já te entregou: família, amigos, igreja, saúde...

Jesus veio, morreu na cruz e ressuscitou para nos mostrar que não há impossíveis para Ele.

Precisamos entender que, para vencermos o impossível, precisamos ser perseverantes. Não será por força e nem por poder, mas será pelo Espírito Santo de Deus!

Em primeiro lugar, peça sabedoria! Em vez de ficar se sentindo magoado: “Ah! Meu Deus! Por quê? Eu não quero mais saber de nada! Não quero nem ouvir mais...”. Pare com isso! Isso não resolve! Chega de dar chilique! Chega de manha! Deus não te criou para ser um filho mimado, mas para ser um guerreiro e um conquistador! Em vez de reclamar, clame!

Em Jeremias 33.3, está escrito: "Clame a mim, te responderei e te anunciarei coisas grandes e firmes que ainda não sabes!".

Estamos no Ano de Israel, ano das maiores conquistas das nossas vidas, ano de termos experiências transformadoras e decisivas. 

O último conselho que eu quero deixar hoje é: persevere! Não deixe o tempo da espera corroer os seus sonhos e te trazer desgaste emocional. Jacó ficou 20 anos sem poder voltar para a casa de seus pais. Mas o Senhor o supriu em tudo!

Lembre-se de que nunca é tarde para ser feliz! Lance sobre o Senhor a tua ansiedade e deixe-o cuidar de você! Lembre-se de que Ele é fiel, justo e um guerreiro poderoso!


Pense nisso!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Cuidado com suas carências!


Hoje, eu quero falar sobre um dos grandes males do século 21, a ansiedade! Ela está intimamente ligada às nossas carências e ao nosso desejo de correspondê-las o mais rápido possível. A resultante disso é a precipitação. 

Quantas vezes, por conta de um desejo momentâneo, perdemos o que nos faria realizados para sempre? Na Bíblia, está escrito que não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado! 

Por medo de ficarem sozinhas, quantas mulheres acabam se relacionando com o homem errado? São submetidas à violência, ao jugo desigual, porque esperar no Senhor é muito pesado! Não é pior viver com o seu maior inimigo?

Hoje, eu quero dar um exemplo clássico de como a carência pode comprometer o futuro: Esaú e Jacó. A história destes dois irmãos está em Gênesis. Mas vamos meditar, hoje, no capítulo 25, do versículo 27 a 34:

“Cresceram os meninos. Esaú saiu perito caçador, homem do campo; Jacó, porém, homem pacato, habitava em tendas. Isaque amava a Esaú (pai), porque se saboreava de sua caça; Rebeca (mãe), porém, amava Jacó. Tinha Jacó feito um cozinhado, quando, esmorecido, veio do campo Esaú lhe disso: Peço-te que me deixes comer um pouco desse cozinhado vermelho, pois estou esmorecido.

Disse Jacó: Vende-me primeiro o teu direito de primogenitura. Ele respondeu: Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura? Então, disse Jacó: Jura-me, primeiro. Ele jurou e vendeu direito de primogenitura a Jacó. Deu, pois, Jacó a Esaú pão e cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. Assim, desprezou Esaú o seu direito de primogenitura”.

O que é ser primogênito? Na época, o primeiro filho tinha uma série de privilégios: tinha direito a mais terras, confiança dos pais, tinha uma herança maior...

Mas, espiritualmente falando, ser primogênito é ser abençoado em tudo, é ser protegido em todos os lugares, é ter a garantia de que quem o amaldiçoar será amaldiçoado, assim como aquele que o abençoar será abençoado, é ter vitória em todas as guerras, é ser próspero e bem-sucedido.

Tudo isso, Esaú tinha. Mas chegou o dia da carência, da necessidade, da fome... E, em vez de clamar ao Senhor e buscar outras alternativas, ele preferiu se entregar ao pensamento religioso e medíocre: O que adiante ter fé, se ela, agora, não está suprindo minha necessidade?

Este é o pensamento de quem não conhece a Deus e despreza os valores espirituais. A Palavra diz que Esaú se tornou um homem atormentado. Foram cinco minutos que comprometeram o resto de sua vida!

Aquele que não suporta uma provação, não suporta o dia mau e, por conta de um momento de carência, coloca a família, o casamento, o emprego e os amigos a perder e aquele que sempre se coloca em primeiro lugar nunca serão felizes. 

Quando estamos sob pressão, precisamos nos apegar a Deus com todas as forças! Em vez de botar tudo a perder, você vai fazer como Jesus: depois de 40 dias jejuando no deserto, Ele teve fome, mas não cedeu às tentações de Satanás. Foi provado e aprovado. Sabe o que aconteceu depois? Os anjos do Senhor o alimentaram.

Neste momento, quando você está passando pelo dia de provação, ore: "Senhor, ajude-me! Eu não vou me corromper.

Sabe, queridos, um erro não justifica outro.". Só por que o seu marido está te traindo, você vai traí-lo também?

Outro ponto importante: quando o seu irmão passar pelo dia de aflição, seja o seu apoio. Em Mateus 5.7 está escrito: "Bem aventurado os misericordiosos, pois alcançarão misericórdia.". Não podemos esquecer que a base do evangelho é o amor.

Fique firme! Escolha a bênção de Deus. Não seja como Esaú, que, para satisfazer uma carência, para entrar em vantagem, literalmente, vendeu a bênção de Deus.

Quero finalizar o post de hoje, deixando registrado a passagem bíblica de Salmos 91.14 e 15: “Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angustia, eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.”.


Pense nisso!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Quatro bons motivos para esperar em Deus


Romanos 15.13: “E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo.”

Quando sua esperança está firmada em uma promessa que vem do Senhor e você tem consciência de que o ciclo d’Ele será concluído, você passa a habitar em moradas de paz.

Talvez, você esteja achando que não dá mais tempo de viver o milagre, que, para você, tudo acabou, que o Senhor te esqueceu... Talvez, você esteja magoado, porque o Senhor não fez as coisas do seu jeito, ou no seu tempo. Mas, quando sua esperança está no Senhor, ela, de maneira nenhuma, será frustrada. Não aconteceu do seu jeito, porque o Senhor tem caminhos e pensamentos mais altos.

Não abra mão dos seus sonhos, mas procure, através de uma vida de oração, encher o seu coração de fé.

Muitas pessoas acabam se frustrando, pois, inconscientemente, respondem suas próprias orações. Elas acham que seus sentimentos, na verdade, são uma resposta de Deus. A resultante deste engano é o fracasso. Você acha que Deus errou, mas, na verdade, você criou expectativas sem fundamentos.

Queridos, a melhor opção é confiar no Senhor, independente do que aconteça. Ele vai encher seu coração de paz e de alegra, para que você tenha forças.

Sabe, eu aprendi que os maiores milagres acontecem no período da espera, mas isso quando a gente sabe esperar.

Quando você sabe esperar, você se alegra com aquilo que você sabe que você vai viver. Você olha para aquela cura, mesmo estando enfermo, e já se alegra, porque a fé enxerga. A esperança em Deus nos faz enxergar a manifestação do milagre. Vai ser tão forte e tão sério, que você vai esquecer todos os momentos de choro!

Vale a pena esperar

Certo dia, no final do culto, o Apóstolo Estevam e eu fomos procurados por uma mãe querida. O filho dela, infelizmente, perdeu parte de sua vida no vício das drogas. Ele chegou a ficar um ano sem consumir nada, mas, com o tempo, começou a dar algumas derrapadas. Ele ficou desesperado porque já não conseguia mais resistir. Por esse motivo, ele e a mãe nos procuraram.

Depois de orar por ele, o Apóstolo disse: “Vamos te encaminhar para o centro de recuperação da nossa igreja. Você vai ficar lá até se fortalecer. Em nome de Jesus, você já está liberto, mas precisa sair dos ambientes que te deixam mais vulnerável. Você precisa se fortalecer para conseguir resistir às tentações!”. Ele e a família teriam que passar por um período de espera. Espera que os levaria para um novo tempo.

Queridos, em todos estes anos de ministério, eu aprendi que:

Em primeiro lugar, a espera nos fortalece.

Quanto mais esperamos, mais resistentes ficamos.

Em segundo lugar, a espera nos prepara.

Existem muitas pessoas que querem casar, mas não estão preparadas para isso. Não estão preparadas para assumir uma casa, uma família, as responsabilidades do lar... Sabe o que acontece quando você não está preparado para receber algo? Você acaba abortando e matando a promessa de Deus.

Se você está esperando no Senhor, aproveite este tempo para se preparar. Desta forma, quando a promessa vier, você poderá aproveitá-la 100%.

Em terceiro lugar, a espera mostra a glória de Deus.

Ao verem suas atitudes de fé, as pessoas que estão ao seu redor vão reconhecer que Deus habita em você: “Como é que, mesmo passando por isso, ele não deixou de crer?”, “Que fé é essa?”, “Como ele consegue passar por isso sem perder a paz e a alegria?”. Isso, no final, será uma linda pregação, porque ela vai transmitir o amor de Deus. Nossas lutas acabam pregando muito mais do que nossos períodos de calmaria.

Deus quer te usar para que você seja luz do mundo e sal da terra.

Em quarto lugar, a espera prova a nossa fé.

Queridos, depois de provada, a nossa fé traz aprovação, derruba todas as barreiras do inferno e te leva a viver além do que você pensou ou imaginou. É isso o que Deus tem para a sua vida!


Receba esta palavra, renove suas forças, porque aquele que vem virá e não tardará. Que o teu crer seja cheio de paz e de alegria, em nome de Jesus. Pense nisso!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Mensagem especial para o Dia da Família


Às vezes, nos sentimos azaradas perto de outras pessoas que tiraram a “sorte” e têm uma família maravilhosa. Mas será mesmo? Será que é tudo uma questão de sorte? Não! Famílias bem-sucedidas não acontecem por acaso. É preciso combinar energia, talento, vontade, visão e determinação. 

As coisas que realmente importam demandam tempo, reflexão, planejamento e definição de prioridades, sempre baseados na visão de Deus para o nosso casamento, para nossa família. É necessário trabalhar nisso e fazer sacrifícios. Você precisa querer e pagar o preço.

Pagar o preço diz respeito, entre outras coisas, a desenvolver algumas qualidades que você deve ter. Por exemplo, você precisa saber ouvir, ser do tipo que aprende sempre, ser um estudante perpétuo, não se cansar de fazer perguntas, estimulando o cérebro das pessoas da família. Valorize também as diferenças! Seja coerente e procure viver todos os princípios que você ensina. Tenha aquela humildade que toca, transforma e suaviza o coração, fazendo com que os outros queiram ser iguais a você. Seja o idealista do tipo que inspira e desperta o desejo de realizar e elevar os outros. Seja trabalhador e guerreiro! 

Ufa!!! Parece até uma missão impossível ser tudo isso, não é mesmo? E ainda tem mais... Também é importante ser coerente com os propósitos de Deus para sua família. Quando estamos vivendo de acordo com as nossas crenças, lutando para seguir a direção certa, geralmente, nossos filhos aceitam nossos valores.

Mas, veja bem! Apesar de tudo isso, ainda assim, o que faz a diferença em famílias bem-sucedidas é corrigir a rota, ou seja, entender o motivo de Deus ter te dado uma família e ver se ela ainda se encontra dentro destes propósitos ou, de repente, se perdeu... até mesmo com as bênçãos e com o que Deus já acrescentou! 

Eu diria que boas famílias, até mesmo, as melhores ficam fora da rota 90% do tempo. O segredo é que elas têm um senso de distinção, têm consciência do propósito e chamado de Deus para elas como família; conhecem o caminho da comunhão com Deus e de como ouvir Sua voz continuamente para saber qual será o próximo passo, o que precisa ser reavaliado e mudado, e, estão, sempre corrigindo o destino. O que isso significa? Significa que o fato de não abrirem mão de estarem na presença de Deus, de nunca avançarem no tempo que é do Senhor, no dia que é do Senhor , antes buscam honrá-lo e estão abertas para ouvir Sua voz e serem guiados por Ele. É isso que lhes garante o sucesso como família.

Os membros de uma família feliz realmente creem no Senhor e, por isso, desfrutam da segurança de Suas promessas nas horas críticas, de dor, de perdas, de decepções entre eles. E mais, creem em Seus profetas, por isso, prosperam em suas ações para acertar e corrigir o rumo das situações que vão se apresentando. Traduzindo: 2 Crônicas 2:20 não é para eles só um versículo bonito que decoraram, mas sim a sua verdade praticada. Assim, podem retomar o plano de voo inicial, as metas, onde querem e devem levar suas casas e filhos. O sucesso de sua família depende da visão, do plano e da habilidade para corrigir o curso.

Quando você e sua família saem da rota, isto é, apresentam problemas, a solução está na visão, no plano, coragem e disposição de continuar corrigindo o curso quantas vezes forem necessárias. Isso significa habilidade para renovar-se, desculpar-se, começar de novo e fortalecer as relações. Não compare sua família com nenhuma outra. Por mais parecidas que sejam as situações, não são. 

Muitas vezes, pensamos que as outras famílias são perfeitas, enquanto a nossa está destroçada. Contudo, todos têm seus próprios desafios e sua própria cruz para carregar. Sua visão de futuro tem que ser bem maior do que os problemas. Em outras palavras, sua capacidade de vislumbrar um futuro melhor tem que ser mais poderosa do que todo o sofrimento acumulado no passado ou qualquer dificuldade do presente. 

A visão deve ser maior do que a bagagem, a ponto de determinar o que deve ser carregado e o que deve ser eliminado. Por isso, hoje mesmo, junto com o amor da sua vida, pare e escreva uma Declaração de Missão Familiar – os valores e propósitos devem estar contidos nesta declaração –.

A visão precisa ser compartilhada e aceita  por todos. É como montar um grande quebra-cabeça em grupo. É necessário que todos tenham em mente a figura completa para que usem os mesmos critérios para tomar decisões, pois, se os critérios e valores forem diferentes, o caso está instaurado. Mas, se todos estiverem de acordo e seguindo a mesma direção, esse pequeno batalhão – sua família – saíra vitorioso em todas as batalhas.

Ser uma família bem-sucedida não é ter ausência de problemas, mas é ter problemas, vencê-los e permanecer ainda mais unida e fortalecida, depois de tudo. "

Eu quero finalizar este post com o louvor "Deus da Família", que eu compus para o Renascer Praise. É uma linda oração:


Pense nisso!

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

O que importa é renascer!


João 3.1 a 7: “Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este, de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele. A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.

Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te dizer: o que importa é nascer de novo.”

Esta passagem mostra uma conversa que Jesus teve com Nicodemos, um homem influente e estudioso. Ele conhecia tudo sobre as escrituras sagradas, mas não vivia nada!

Queridos, sinceramente, o que adianta eu conhecer algo que não funciona na minha vida? O que adiante ter uma religião, se ela não me liga a Deus? Se ela não me torna uma pessoa melhor?

Eu tenho que buscar ter um contato verdadeiro com o Senhor. Tenho que buscar ser transformado. Era exatamente isso que Jesus queria que Nicodemos entendesse. O Senhor mostrou que aquele homem só poderia viver o que estava na Bíblia, se ele nascesse de novo, ou seja, se ele recebesse vida em seu interior.

Sabe, queridos, existem muitas pessoas que estão mortas por dentro. Elas apenas existem! A vida que aquele homem tinha não era suficiente para que ele pudesse discernir as verdades espirituais. É como se você estivesse diante de uma pessoa morta no caixão e dissesse: “Olha, eu já encontrei a solução para todos os seus problemas!”, “Já encontrou uma maneira de você se reconciliar com sua família!”. “Já descobri como você pode ser curado desta enfermidade!”. Essa pessoa terá alguma reação? Obviamente, não! Assim também é aquele que não tem vida no espírito. Ele não tem vida para viver a cura que Deus tem, não tem vida para viver a bênção da família, não tem vida para ser transformado, não tem vida para ser bem-sucedido. Mas tem vida para de destruir, tem vida para falar mal dos outros, tem divida para se afundar mais ainda em um vício, tem vida para se endividar, tem vida para arrebentar com sua família...

Enquanto a gente não entender que algo em nossa vida precisa mudar, nunca sairemos deste marasmo! Enquanto a gente não entender que é necessário nascer de novo, nada vai mudar. Não tem como ter resultados diferentes agindo da mesma maneira. Mas, quando você se abre para mudar, você vive o melhor da terra. Entregue sua vida para Jesus, peça para Ele te ensinar.

Talvez, você esteja pensando: “Eu tenho motivos para ser assim!”. Será mesmo? Talvez, você esteja, honestamente, enganado! Talvez, você esteja se iludindo, acreditando que uma mentira é a verdade ou não está enxergando onde você está errando. Talvez, você esteja desgastado por uma situação que te jogou ladeira abaixo.

Venha renascer em Cristo! Deus tem uma nova vida para você! Ele te amou de tal maneira, que entregou seu único filho, para que você tenha a vida eterna!


Pense nisso!