Páginas

sexta-feira, 7 de julho de 2017

O poder da oração!


Mateus 7.7: “Pedi, e darse-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á”.

Qual oração funciona? Não foi exatamente esta pergunta que me atormentava, mas sim o inconformismo diante de uma enfermidade. A pessoa, que por um lado tinha vitórias, pois teve melhoras e reações que surpreendem até os próprios médicos, em contrapartida, se mantinha cativa, afastada, impotente!

Realmente, eu precisava que Deus falasse comigo. E, em meio ao clamor e à oração, buscando a Deus para que me ensinasse qual oração, como orar para alcançar esta cura – porque era um caso irreversível, incurável – o Espírito Santo vem e me ensina, começando com uma pergunta: “Qual oração se deve orar para que o enfermo seja sarado?”.

Tiago 5.14 a 16: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor. E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica dos justo”.

Eu, de pronto, respondi: “A oração da fé, Senhor!”, citando logo o trecho da Palavra de Deus que eu tenho não só decorado, mas também praticado. Então, o Espírito Santo, com a unção que vem d´Ele e que nos ensina todas as coisas (1 João 2.27), continua a me falar: “Então, ore mais esta oração, a oração da fé! Não deixe o seu coração se abater ou entrar em dúvidas por causa da demora, da piora do quadro, ou mesmo da falta de recursos, de estímulos e esperanças vindas dos homens.”.

E aí o Espírito Santo me ministrou, através de uma parábola, como Jesus fazia com os seus discípulos, usando fatos do cotidiano...

Veja bem... Se você quiser se comunicar visualmente e oralmente, através da internet, com alguém que está do outro lado do Mundo, seu computador precisa ter pelo menos um megabyte de conexão, ou seja, cerca de 1.000.000 bytes.

Ok, Bispa, mas o que isso tem a ver com a oração e a cura que eu preciso? Tem tudo a ver! Sabe por quê? Porque a oração do justo é eficaz e tem poder!

Então, não é que sua oração não foi respondida ou que você não orou com fé... É que, apesar de poderosa, sua oração tinha apenas um byte, precisava de mais 999.999... Se você perseverar na oração e não abrir mão do seu milagre, vai encher o incensário, como está escrito em Apocalipse, e a resposta virá.

Apocalipse 5.8: “E, quando tomou o livro, os quatro seres viventes e os 24 anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro, cheias de incenso, que são as orações dos santos”.

Apocalipse 8.3 a 5: “Veio outro anjo e fiou de pé junto ao altar, com um incensário de ouro, e foi-lhe dado muito incenso para oferecê-lo com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que se acha diante do trono; e da mão do anjo, subiu à presença de Deus a fumaça do incenso, com as orações dos santos. E o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o tirou da terra. E houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto”.

Pode ser que faltem 999.999 bytes. Mas pode ser que faltem apenas dois ou três!

Hebreus 10.35 a 9: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande garladão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porem, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma”.

Persevere! Clame! Ore! Creia! Não abra mão do seu milagre! Esta cura pode não ter aqui, na esfera humana, mas tem no Reino dos Céus e só os que se esforçam se apoderarão dela.

Não sei se o seu desafio é uma doença incurável, uma situação emocional, que parece não ter solução.... Não importa, creia até o fim!

Você foi chamado para ser aquele, que pela perseverança, alcança a promessa.


Pense nisso!