Páginas

terça-feira, 31 de outubro de 2017

O seu socorro virá!


Salmos 31.1 a 5 e 14. “Em Ti, Senhor, me refugio; não seja eu jamais envergonhado; livra-me por tua justiça. Inclina-me os ouvidos, livra-me depressa; sê o meu castelo forte, cidadela fortíssima que me salve.

Porque Tu és a minha rocha e a minha fortaleza; por causa do Teu nome, Tu me conduzirás e me guiarás. Tirar-me-ás do laço que, às ocultas, me amarram, pois Tu és minha fortaleza. Quanto a mim, confio em Ti, Senhor. Eu disse: Tu és meu Deus.”

Davi estava passando por uma situação desesperadora quando escreveu este Salmo. Talvez, hoje, você esteja passando por lutas, dificuldades e esteja, literalmente, encurralado. Parece que a única solução é desistir! Desistir da reconciliação do casamento, desistir dessa porta de emprego, desistir da salvação dos seus filhos, desistir da cura desta enfermidade...

Mas você não vai fazer isso! Deus não te deu espirito de covardia, mas de ousadia e de moderação. Você vai passar por isso de cabeça erguida e com os ânimos equilibrados.

Não se sinta impotente diante de uma notícia ruim ou por que as coisas não aconteceram da forma que você idealizou! Deus te fez livre!

Você é livre para entregar os seus dias nas mãos do Senhor e de descansar na sombra do Onipotente! Ele está no controle de tudo! Deixe que Ele dirija sua vida, ainda que o caminho esteja cheio de pedras e obstáculos.

Peça sabedoria, graça e alegria. Sabe, não existe alegria maior do que estar na presença do Senhor.

Anime o seu coração! Não murmure, louve, porque Deus habita no meio dos louvores. Em vez de criar um ambiente de briga, confusão e insatisfação, crie um ambiente onde o Senhor possa agir. Quem faz o clima somos nós! Mesmo que você esteja no deserto, creia no Senhor, porque haverá água! Haverá provisão!

O que você está passando é só uma fase, para que amanhã você viva o melhor! Você vai olhar para traz e pensar: "O que eu vivi não passou de uma leve tribulação, perto da glória que tem se manifestado!".

Tempo de guerra não é tempo de chorar! Na guerra, buscamos forças para lutar, resistir e vencer!


Pense nisso!

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

O poder das palavras!


Provérbios 18.20 e 21: “Do fruto da boca o coração se farta, do que produzem os lábios se satisfaz. A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto.”

As nossas palavras nos alimentam. Quando mais você fala: “Não vai dar certo!”, “Acho que não vou conseguir!”, “Não nasci para isso!”, “Estou com medo”... Quanto mais você exterioriza o que o inimigo quer, mais você invoca o mal para a sua vida!

Salomão compara as palavras ao alimento! Então, se você só professa coisas ruins, do que você se alimentará? De um fruto podre! Será algo que, com certeza, vai prejudicar sua saúde. Não sei... De repente, sua pressão pode subir, pode dar palpitação, tremedeira, problemas intestinais, dificuldades respiratórias... Sem contar o abalo emocional!

Vou dar um exemplo científico desta afirmação. Para os arqueólogos descobrirem a idade de um fóssil, sabe qual exame eles fazem? Ultrassonografia! Esse exame mede a quantidade de som acumulado! O que isso quer dizer? Que as palavras ficam acumuladas! Por isso que o inimigo quer que você declare: “Não vou conseguir!”, “Acho que Deus não me ama!”, “Acho que Deus se esqueceu de mim!”, “Não adianta orar!”, “Não adianta ir à igreja”... Ele quer que você fique intoxicado! Quer que você produza o seu próprio veneno!

A vida e a morte estão no poder da língua. Aquele que bem a utiliza vai se alimentar do seu fruto! Então, você vai mudar sua dieta! Só vai se alimentar de coisas saudáveis! Vai alinhar, a partir de hoje, as suas palavras com os ensinamentos que o Senhor deixou! Você vai fazer da Bíblia o seu manual!

O que está escrito? Que o Senhor é o Seu pastor, e nada te faltará! Então, você vai declarar: “Eu vou fazer o Salmo 23 a minha oração e a minha verdade. Senhor, vem ser o meu pastor, vem ser a minha verdade, vem ser o meu suprimento! Mostre-me o caminho no qual eu devo andar!”.

Quando você deixa Jesus ser o seu pastor, não te falta nada! Isso é uma verdade absoluta! A palavra é viva e eficaz. Nenhuma promessa deixará de ser cumprida!

O fato de muitos não terem sido curados dessa enfermidade não quer dizer que você não será curado! O fato de muitos não terem passado no processo seletivo para essa vaga de emprego não quer dizer que você não vai passar! Lembre-se do que está escrito em Salmo 91.7: “Mil cairão ao seu lado, dez mil a sua direita, mas você, servo amado, não será atingido!”.

O fato de já ter passado muitos anos não quer dizer que o seu milagre não será liberado. Quem disse que Deus só resolve problema novo? Em qual Bíblia está escrito isso?

O feijão nasce da noite para o dia, já o ser humano leva nove meses! O fato de demorar mais não quer dizer que não vai nascer! A perseverança e a fé nos fazem viver as promessas de Deus.

Então, elimine todo o discurso negativo do script da sua vida! Comece a declarar as promessas de Deus: “Tudo o que eu fizer eu vou prosperar, porque eu faço do Salmo 1 a minha verdade!”.

O Salmo 1 é uma das passagens mais conhecidas entre os cristãos, mas poucos a praticam! É um capítulo carregado de conselhos precisos. Vamos pontuar alguns?

Bem aventurado é aquele que não anda segundo o conselho dos ímpios, ou seja, daqueles que não conhecem a Deus, nem se detém no caminho dos pecadores!

Sabe, existem muitas pessoas inconsequentes. Fazem coisas erradas na sua frente, desafiam o teu Deus e, ainda, fazem questão de mostrar que estão melhores do que você!

Olha, nada como um dia após o outro! O tempo mostra quem fez a melhor escolha! De Deus ninguém zomba! O que o homem plantar, isso também ceifará!

Vamos continuar com o Salmo 1: “Bem aventurado é aquele que não se assenta na roda dos escarnecedores, ou seja, daqueles que zombam das coisas espirituais, mas, antes, tem seu prazer na Palavra de Deus e, nela, medita de dia e de noite. Este será como uma árvore plantada junto ao ribeiro de águas e, na estação certa, dará frutos! Tudo o que ele fizer prosperará!”.

Faça desta palavra o seu caminho! Faça desta palavra o seu alimento diário!

Pense nisso!

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Como esperar sem se desesperar?


Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável vontade de Deus.” 

Salmo 40.1: Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou pra mim e ouviu o meu clamor!” 

Eu conheço o Deus que eu sirvo. Ele é fiel e justo para cumprir Sua obra em nossas vidas. Junto com a provação, vem o escape!  Nossa esperança nunca mais será envergonhada.

Quantas vezes, o inimigo te mostrou milhares de motivos para você se conformar? O tempo é um dos maiores argumentos. Mas sabe de uma coisa? Desde quando, Deus só cura doença nova? Será que Deus só dá livramentos financeiros para quem se enfiou no buraco só agora? 

Olha só o que está escrito em Hebreus 11.6 “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”.

O tempo de espera é diferente do tempo da perseverança! Se você duvidou em algum momento da caminhada, perdeu! Tem que começar, novamente, o trabalho espiritual.

Saber querido leitor, existem algumas mulheres que, em vez de pedirem conselhos, já chegam reclamando: “Mas, Bispa, faz dez anos que eu estou esperando para casar”. Mas elas estão orando por isso há apenas seis meses! Então, espera aí... Faz seis meses que você começou a orar e já está começando a reclamar? É muito pra cabeça, não é mesmo?

No período da espera, existem algumas atitudes que você precisa tomar:

Em primeiro lugar, não se conforme!

Eu não sei se sua enfermidade é genética, hereditária, se tudo mundo na sua casa é assim! Eu só sei que, para Deus, não há impossíveis. Eu não sei se este problema existe há 20, 30, 40 anos... Para Deus, não há impossíveis! Quem procura solução encontra Jesus! Quem procura culpado encontra mais problemas!

Em segundo lugar, creia!

A última palavra não é a do médico, é a de Deus!

Em terceiro lugar, persevere!

Tiago 1.2 a 4: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma.”

Em quarto lugar, transforme-se pela renovação da sua mente.

Sabe o que está escrito em Provérbios 23.7 ? Que como imagina o homem em sua alma, assim ele é! Você acha que Davi se imaginava morto debaixo dos pés do gigante? Não! Ele imaginava o gigante destruído. Ele se enxergava capaz de vencer aquela batalha, e venceu!

Comece a se enxergar entrando na igreja com aquela grinalda maravilhosa. Comece a se enxergar trabalhando. Comece a se enxergar curado, como aquele homem que estava preso a uma cama há 38 anos.

João 5.9: “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar.”

Transforme sua mente, praticando a Palavra, perseverando e resistindo ao diabo.

E, em quinto lugar, louve a Deus!

Deus habita nos louvores! Comece a encher todos os ambientes que você frequenta com a Glória do Senhor!

Pense nisso!

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Cada dia é um dia a menos...


Salmo 30.5 “Para a sua ira durar só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã."

O salmista garante que o nosso choro não é permanente. Deus promete enxugar nossas lágrimas. Toda dor que estiver assolando a nossa vida, Ele a transformará em alegria.

A Palavra de Deus é um verdadeiro refrigério para nossa alma. Em Romanos 8.18, está escrito que as aflições deste tempo não podem ser comparadas, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada, no futuro.

Não desista! Mantenha os olhos focados em Jesus Cristo. Ele é nosso escudo, nossa fortaleza e o nosso socorro bem presente, nos momentos de angustia e aflição.

Quando a Palavra de Deus deixa de ser um texto que lemos, para ser a verdade que praticamos, vivemos, em toda e qualquer situação, o Seu sobrenatural.

Ainda que esta noite de choro dure uma semana, um mês, um ano, a nossa certeza é que cada dia é um dia a menos. Cada hora é uma hora a menos.... Estamos cada vez mais próximos do amanhecer de Deus em nossas vidas. E toda a alegria, que este amanhecer  vai trazer, faz com que renovemos nossas forças e enxuguemos nossas lágrimas. Até porque, em tempo de guerra, não se chora, se luta! Sabemos que a alegria vem, a vitória vem!

Tenha certeza, em seu coração, de que luta tem dia para começar e para acabar. O que nunca acaba é a bênção de Deus em nossas vidas!

Hoje, quero te pedir uma coisa: mais do que ficar só pensando desta forma, viva desta maneira! Renove suas forças! Espere em Deus. Creia e ande por esta fé!

Quero finalizar o post de hoje com Isaías 40.1 e 10: “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. Eis que o Senhor virá com poder, e o seu braço dominará, eis que o nosso garladão está com Ele, e diante dele, a sua recompensa.”.


Pense nisso!

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

O que nossas mãos não alcançam, a oração conquista!


Mateus 21.22: “...e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.”

1 Tessalonicenses 5.17: “Orai sem cessar.”

Hoje, eu quero falar com vocês sobre o poder da oração!

A oração renova forças, acalma a alma, alimenta a fé e nos aproxima de Deus. Não há nada que a oração não possa fazer.

Quem dela se alimenta sabe que os joelhos no chão podem derrubar gigantes, abrir o mar, derrubar muralhas e transformar situações, humanamente, irreversíveis.

Quem apresenta a Deus todas as coisas, em oração, é sábio, pois sabe que, desta forma, alcançará o melhor do Senhor.

Hebreus 10.35 a 9: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande garladão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.

Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porem, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma”.
Pense nisso!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Como não perecer no deserto?


Ageu 1.3 a 8 e Ageu 2. 9: “Veio, pois, a palavra do Senhor, por intermédio do profeta Ageu, dizendo: Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?

Ora, pois, assim diz o Senhor dos Exércitos: Considerai o vosso passado. Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para pô-lo num saquitel furado.

Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai o vosso passado. Subi ao monte, trazei madeira e edificai a casa; dela me agradarei e serei glorificado, diz o Senhor.

A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos.”

Nós vemos, nesta passagem, que o povo estava passando por uma situação de assolação. Eles trabalhavam muito, mas não desfrutavam de nada. Além de não colherem os frutos, ficavam no negativo. Era uma situação desesperadora na qual não havia saídas humanas.

O Senhor, então, por meio do profeta Ageu, mostra que existe, sim, um caminho: “Construam um templo para o Senhor! Edifiquem para Ele! Façam uma obra! Com o que vocês têm, em vez de investir nos próprios interesses, invistam na obra de Deus. Edifiquem um lugar no qual vocês possam falar com Ele, onde Ele possa estar junto com vocês nesta situação de calamidade!”. Foi desta forma que o povo hebreu venceu o deserto, quando saiu do Egito.

Antes de seguir este conselho, eles estavam destruídos. Sabe, quando você está no negativo e, por mais que você trabalhe, nunca é o suficiente para cobrir a conta porque os juros são exorbitantes?  Sabe quando você está doente e, por mais que você se cuide, a enfermidade te corrói? Sabe quando, por mais que você se esforce, seu casamento continua em crise?

Como superar situações como estas? Como passar por este deserto e sair mais que vencedor? O segredo é: edificar para Deus! Tenha um lugar onde Ele possa falar com você. Tenha um tempo só para você e para Ele. Desta forma, o Senhor trará à existência o que não existe.

O tempo que você fica na Casa de Deus e o tempo que você se dedica à oração e à meditação da Palavra constroem uma vida de intimidade com o Senhor. Ele, então, vai te direcionando, te dando paz e trazendo o sobrenatural. De repente, vem o suprimento de onde você não esperava. De repente, a cura brota sem detença. Isso ocorre por quê? Porque você edificou uma vida com Deus, um templo!

O jejum, por exemplo, é uma das armas espirituais mais poderosas que existem. Em Isaías 58, o profeta descreve todas as bênçãos que esta consagração traz.

Quando você edifica para Deus, passa a existir, na sua vida, um espaço para os milagres do Senhor.

É tempo de você orar mais, de louvar mais, de guerrear em jejum, de ter votos no altar... É tempo de você se abrir para ouvir a voz de Deus! Assim, você receberá estratégias e sabedoria para passar por essa crise.

Todos os meses, nas igrejas Renascer em Cristo, nós realizamos uma campanha de jejum. Venha guerrear conosco. Você verá que aquilo que é impossível para os homens é possível para Deus.

Lembre-se de que, quando Ele age, ninguém pode impedir! Pense nisso!

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Sem limites para Deus!


Hoje, eu quero te convidar a meditar comigo em 1 Coríntios 11.

Paulo diz: “Sejam meus imitadores, como sou de Cristo”. Isso não significa que seremos como aqueles humoristas que imitam as expressões, as vozes de pessoas famosas e até nos divertem com isso.

Na verdade, ele quis dizer: “Seja meu imitador, nas minhas atitudes, na minha postura, nas minhas reações, nas minhas decisões, na minha maneira de viver, assim como eu sou de Jesus Cristo.”.

Vou pegar um fato isolado, para usar como exemplo: Quando Paulo estava no seu local de oração, apareceu uma moça possuída por um espírito de adivinhão. Ela começou a perturbá-lo todos os dias, atrapalhando aquele momento de consagração.

Essa situação durou muito tempo. Até que Paulo e Silas expulsaram aquele demônio. Só que aquele espirito maligno era uma espécie de fonte de renda para aquela mulher. Ela era muito procurada para fazer adivinhações e, por consequência, seus donos enriqueciam.

Por conta disso, Paulo e Silas foram acusados de forma injusta. O que eles fizeram de errado? Nada! Eles só estavam sendo um instrumento de libertação.

Depois de serem açoitados, foram jogados em um cárcere. Qual seria a reação natural? Eles tinham todos os motivos para ficarem revoltados contra aquelas pessoas e, até mesmo, contra Deus. Mas Paulo e Silas, mesmo acorrentados no fundo do calabouço, começaram a louvar.

A adoração deles foi algo tão forte, que tomou conta de todo o ambiente. Por volta da meia-noite, todos os grilhões foram rompidos sobrenaturalmente, e as portas do calabouço se abriram. O carcereiro ficou transtornado ao ver todos os prisioneiros livres e, por desespero, quis tirar sua própria vida. Mas Paulo o ministrou.

Que poder e autoridade são esses? Eles louvaram com todas as suas forças e trouxeram milagre à existência! Eles foram injustiçados, humilhados, agredidos, mas guardaram a fé, e fizeram dela o seu escudo!

É sobre isso que eu quero falar com você hoje, querido leitor. Nos momentos de extrema pressão, nós revelamos nossas verdadeiras motivações e nossas verdadeiras convicções. Esta história serve para fortalecer a igreja e aqueles que, por qualquer crítica, negam sua fé!

Por que algumas pessoas que falam que amam a Jesus se perdem tão fácil? Isso acontece, porque elas não têm autoridade! Sabe, em vez de só falarmos dos nossos problemas, precisamos falar mais sobre Deus!

Hoje é dia de você restaurar sua relação com o Senhor e zelar por ela. Jesus veio para nos salvar, nos dar poder e autoridade!

Se hoje você está vivendo “um dia daqueles”, está com um parente no hospital, cheio de contas para pagar, com uma sentença de morte.... tenha a certeza de que Deus te dá poder e autoridade para você enfrentar qualquer situação.

O seu clamor, o seu louvor, o seu jejum, os seus votos no altar e a tua comunhão com a igreja fazem com que as portas do inferno não prevalecem contra a sua vida!

Foi assim que aconteceu com Paulo e Silas. Para sermos seus imitadores, precisamos resistir até as últimas consequências! Precisamos ser incorruptíveis e inabaláveis.

Sabe, a gente busca dinheiro, casamento, descanso, mas não clamamos por autoridade. E sabe por que precisamos dela?

Porque está escrito em Salmo 34.19: “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas!”. Isso quer dizer que Deus não nos livra da luta, mas no livra na luta!

Não entregue os pontos! Aquele que te enviou é o mesmo que vai te direcionar, te proteger e trazer o livramento!


Pense nisso!

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

No pain, no gain!


Colossenses 1.9 e 10: “Por esta razão, também nós, desde o dia que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que transborde de pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual; a fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus.”

Quando você conhece qual é a vontade de Deus para sua vida, o medo desaparece. Quando você sabe qual é a vontade de Deus para sua vida, nenhum sacrifício é pesado, principalmente, porque Ele faz parte do que você quer alcançar.

É ilusão acharmos que, sem o mínimo esforço, conquistaremos algo. Por exemplo, se você quer ter conhecimento, não tem segredo, você precisa estudar, se matricular em uma escola, ou em uma faculdade e separar um tempo para esse investimento valer a pena.

Se você quer emagrecer, tem de ter disciplina, procurar um nutricionista, fazer uma dieta adequada, praticar um esporte...

Qualquer meta que você queira atingir requer um investimento. O próprio Deus investiu em nós quando entregou seu próprio filho, Jesus.

A vontade do Senhor envolve crescimento e desenvolvimento, para que nós possamos alcançar Sua imagem e semelhança.

Quando você tem consciência de que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, mesmo que ela envolva um determinado sacrifício, as lutas, as guerras e as adversidades se tornam leves e momentâneas.

O propósito de Deus é nos tornar maduros e livres de todo o mal.

Essa enfermidade veio para que você conheça o poder de cura que há no sangue de Jesus e, principalmente, para que você desenvolva a sua fé!

Essa guerra que você está enfrentando tem um propósito!

Davi enfrentou guerras, porque as riquezas que Israel precisava estavam nas mãos do inimigo. Davi passou por situações desgastantes, passou por dificuldades, precisou ter disciplina, treinar, lidar com as afrontas dos seus adversários e correu risco de morte.

Essa guerra que você está enfrentando na sua casa é para que você conquiste os tesouros que você precisa para ter um lar feliz!

No caso das mulheres, para que elas adquiram sabedoria e equilíbrio para lidar com as situações de crise, e não enlouqueçam a todos com os seus chiliques.

Em relação aos homens, as guerras acontecem para que eles aprendam a assumir a posição de sacerdote do lar, aquele que transmite confiança e segurança para o restante da família.

Mude suas prioridades. Em vez de ficar se comparando aos outros, busque saber qual é o propósito de Deus para sua vida! Busque viver, em cada situação, a vontade d´Ele.


Pense nisso!

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Para nunca mais esquecer!


Salmos 103: “Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.

Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia; quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.

O SENHOR faz justiça e julga a todos os oprimidos. Manifestou os seus caminhos a Moisés e os seus feitos aos filhos de Israel. O SENHOR é misericordioso e compassivo; longânimo e assaz benigno.”

Hoje, eu quero deixar uma mensagem para você, que acha que foi abandonado e esquecido por Deus. Para você, que tem gritado aos quatro ventos: “Onde está Deus? Por que Ele permitiu que eu passasse por tudo isso?”. 

O meu recado é o seguinte: Deus não habita no meio da incredulidade. Deus não habita no meio de murmurações. Deus não habita no meio de xingamentos. Deus não habita no meio do ódio. Deus não habita no meio da mágoa. Deus não habita no meio da mentira. Deus não habita no meio da prostituição. Deus habita em louvores!

Na passagem que eu citei no início deste post, vemos que o salmista se levanta para adorar ao Senhor, para enaltecê-lo, para exaltá-lo, para construir um ambiente onde ele pudesse sentir a presença de Deus.

Ele também nos mostra que as acusações do inimigo não podem nos abalar e nos perturbar, porque somos perdoados e remidos!

O nosso passado só nos afasta do Senhor quando não há arrependimento, quando não mudamos de atitudes, ou seja, quando nós insistimos em remontá-lo. 

Talvez, a sua situação seja diferente! Talvez, você esteja passando pelo dia da enfermidade, pelo dia do desemprego, pelo dia do abandono, pelo dia da depressão. Essa palavra também é para você!

Não tenha medo dos ventos contrários. Creia no Senhor, porque é Ele quem nos tira da cova, sara nossas feridas e nos coroa com Sua graça e misericórdia.

Você não está sozinho. Este sentimento de abandono e de opressão é uma seta do inimigo para te enfraquecer. Não deixe que ele cumpra sua missão, que é roubar, matar e destruir.

Uma boa estratégia para ter sua fé fortalecida é fazer da sua casa, do seu trabalho, do seu carro... um ambiente favorável para a manifestação do Senhor. Crie um ambiente de paz e louvor.

Separe um tempo para Deus. Um tempo só seu e d’Ele, e clame: “Senhor, tire da minha vida este sentimento de impotência e de morte. Tire este sentimento de abandono, de solidão. Eu quero ser livre. Eu não quero mais depender de quem não me ama, de quem não quer o meu bem. Ajuda-me, Senhor! Eu preciso de forças para resistir!”.

Entenda, de uma vez por todas, que você precisa do poder do Espírito Santo! Que você precisa da unção e da presença de Jesus Cristo, que salva e liberta.

Esse é o recado de Deus para a sua vida!

Para você, existe, sim, uma saída, um caminho, uma solução e uma nova chance!


Receba esta palavra e confie, porque o Senhor é bom, e Sua misericórdia é infinita!

Pense nisso!

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Em vez de procurar uma explicação, busque solução!


2 Crônicas 20.1 a 6: “Depois disto, os filhos de Moabe e os filhos de Amom, com alguns dos meunitas, vieram à peleja contra Josafá. Então, vieram alguns que avisaram a Josafá, dizendo: Grande multidão vem contra ti dalém do mar e da Síria; eis que já estão em Hazazom-Tamar, que é En-Gedi.

Então, Josafá teve medo e se pôs a buscar ao SENHOR; e apregoou jejum em todo o Judá. Judá se congregou para pedir socorro ao SENHOR; também de todas as cidades de Judá veio gente para buscar ao SENHOR.

Pôs-se Josafá em pé, na congregação de Judá e de Jerusalém, na Casa do SENHOR, diante do pátio novo, e disse: Ah! SENHOR, Deus de nossos pais, porventura, não és tu Deus nos céus? Não és tu que dominas sobre todos os reinos dos povos? Na tua mão, está a força e o poder, e não há quem te possa resistir.”

Este trecho mostra o momento em que uma grande multidão se levanta contra o reinado de Josafá.

Talvez, ao ler este post, você esteja se identificando com esta história. Você está com medo, porque uma grande luta se levantou. Talvez, você esteja enfrentando um grande desafio financeiro. Ou, quem sabe, uma grande mudança. Talvez, você esteja passando pelo dia da perda, da dor, da enfermidade... Talvez, você esteja enfrentando situações que vão além de suas forças.

Josafá e seu exército estavam aterrorizados com aquelas afrontas. Mas, mesmo sob pressão, eles fizeram a melhor escolha: eles se reuniram! Mas, querido leitor, eles não se uniram para fugir, para lamentar, para murmurar, para questionar ou para buscar uma explicação para o inexplicável. Não! Nada disso. Eles se reuniram para buscar uma solução. E em quem estava a solução? Em Deus, é claro!

Eles se reuniram, jejuaram e oraram: “Na tua mão, está a força e o poder, e não há quem Te possa resistir, Senhor.”.

Que, diante dos momentos de crise, de pressão, de medo, de injustiças, você faça como eles! Busque ao Senhor, porque Ele tudo pode!

Sabe o que aconteceu, depois daquela entrega? Além do que eles pediram, pensaram ou imaginaram. Dúvida? Olha só o que está escrito nos versículos 15, 16 e 17: “Então, veio o Espírito do SENHOR no meio da congregação, sobre Jaaziel, filho de Zacarias, filho de Benaia, filho de Jeiel, filho de Matanias, levita, dos filhos de Asafe, e disse: Dai ouvidos, todo o Judá e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Josafá, ao que vos diz o SENHOR. Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão, pois a peleja não é vossa, mas de Deus.

Amanhã, descereis contra eles; eis que sobem pela ladeira de Ziz; encontrá-los-eis no fim do vale, defronte do deserto de Jeruel. Neste encontro, não tereis de pelejar; tomai posição, ficai parados e vede o salvamento que o SENHOR vos dará, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã, saí-lhes ao encontro, porque o SENHOR é convosco.”

O Senhor deu a eles um grande livramento. O Senhor foi à frente daquela batalha, e eles não tiveram que guerrear!

Creia, porque o Senhor vai à frente desta batalha! E, no final, no lugar dos choros e dos gemidos, você entoará um cântico de vitória!


Pense nisso!