Páginas

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Não seja devorado pelos seus problemas


Daniel 6.11 a 28:Então, aqueles homens foram juntos, e, tendo achado a Daniel a orar e a suplicar, diante do seu Deus, se apresentaram ao rei, e, a respeito do interdito real, lhe disseram: Não assinaste um interdito que, por espaço de trinta dias, todo homem que fizesse petição a qualquer deus ou a qualquer homem e não a ti, ó rei, fosse lançado na cova dos leões? Respondeu o rei e disse: 

Esta palavra é certa, segundo a lei dos medos e dos persas, que se não pode revogar. Então, responderam e disseram ao rei: Esse Daniel, que é dos exilados de Judá, não faz caso de ti, ó rei, nem do interdito que assinaste; antes, três vezes por dia, faz a sua oração.

Tendo o rei ouvido estas coisas, ficou muito penalizado e determinou consigo mesmo livrar a Daniel; e, até ao pôr-do-sol, se empenhou por salvá-lo. Então, aqueles homens foram juntos ao rei e lhe disseram: Sabe, ó rei, que é lei dos medos e dos persas que nenhum interdito ou decreto que o rei sancione se pode mudar. 

Então, o rei ordenou que trouxessem a Daniel e o lançassem na cova dos leões. Disse o rei a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, que ele te livre. Foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova; selou-a o rei com o seu próprio anel e com o dos seus grandes, para que nada se mudasse a respeito de Daniel.

Então, o rei se dirigiu para o seu palácio, passou a noite em jejum e não deixou trazer à sua presença instrumentos de música; e fugiu dele o sono. Pela manhã, ao romper do dia, levantou-se o rei e foi com pressa à cova dos leões. Chegando-se ele à cova, chamou por Daniel com voz triste; disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus vivo! Dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões? 

Então, Daniel falou ao rei: Ó rei, vive eternamente! O meu Deus enviou o seu anjo e fechou a boca aos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; também contra ti, ó rei, não cometi delito algum.

Então, o rei se alegrou sobremaneira e mandou tirar a Daniel da cova; assim, foi tirado Daniel da cova, e nenhum dano se achou nele, porque crera no seu Deus.  Ordenou o rei, e foram trazidos aqueles homens que tinham acusado a Daniel, e foram lançados na cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao fundo da cova, e já os leões se apoderaram deles, e lhes esmigalharam todos os ossos.

 Então, o rei Dario escreveu aos povos, nações e homens de todas as línguas que habitam em toda a terra: Paz vos seja multiplicada! Faço um decreto pelo qual, em todo o domínio do meu reino, os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel, porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre; o seu reino não será destruído, e o seu domínio não terá fim. Ele livra, e salva, e faz sinais e maravilhas no céu e na terra; foi ele quem livrou a Daniel do poder dos leões. Daniel, pois, prosperou no reinado de Dario e no reinado de Ciro, o persa.”

Hoje, eu tenho uma palavra de Deus para a sua vida. Quem sabe você foi jogado em lugar de humilhação. Quem sabe você foi jogado em uma cova de enfermidade. Quem sabe seus sonhos tenham sido dilacerados na cova dos impossíveis. Colocaram uma pedra nesta cova, e você tem sido devorado pelos seus problemas.

Se você se levantar para clamar a Deus, ir à igreja e, decididamente, dizer: “Eu não vou ser devorado! Eu não vou servir de alimento para esta situação!”, você sairá desta situação ileso como Daniel, ainda que os grandes da terra tenham colocado uma pedra em cima desta cova!

O teu testemunho ainda há de mostrar para eles que você tem um Deus!

Levante-se e busque ao Senhor, ore, clame: “Deus de Daniel, me tire desta cova. Envie o Seu anjo para me salvar!”.

Não murmure, não reclame, clame! Clame por salvação

Em nome de Jesus, o anjo do Senhor vai ouvir sua oração!

Aquilo que foi preparado para te matar será um instrumento que o Senhor vai usar para te honrar e para te prosperar.

Você não vai viver mais com um traumatizado, mas como aquele que é honrado pela sua fé, como aquele que tem experiências, no dia da angustia, com o Deus fiel!

Pense nisso!


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Como eu aprendi a passar por momentos difíceis da melhor maneira possível


Hoje, eu quero repartir com vocês um versículo que me ajudou demais em um período em que eu me senti abandona e perdida! Eu não sabia nem como começar o dia! Aliás, eu já acordava chorando, desesperadamente!

Eu programava o despertador para as cinco horas da manhã. Quando ele tocava, eu não levantava, eu, simplesmente, me jogava da cama e, quase sem forças, colocava meu joelho no chão e começava a orar!

Em um desses momentos de oração, Deus me visitou, através da passagem bíblica de Isaías 11.2, que diz: “Repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor.”.

Essa Palavra me ajudou, porque eu estava desorientada, não sabia o que fazer, como fazer... Mas, a partir daquele dia, minha postura e minha oração mudaram: “Senhor, eu sei que o Espírito de conselho e de fortaleza está sobre Ti, por isso, mostre-me a direção certa e me dê forças, para que eu não desista no meio do caminho”.

Na passagem que acabamos de ler, também está escrito que repousa sobre Ele também o Espírito de sabedoria e de entendimento.

Eu precisava entender o momento pelo qual eu estava passando e ter sabedoria para vivê-lo da melhor maneira possível.

Quando nós passamos pelas dificuldades sem murmurar, confiando em Deus, Ele nos honra.

Naquele período difícil, eu orava para que o Senhor colocasse as palavras certas em minha boca, porque eu não queria ser como a mulher de Jó.

Eu pedi para que Ele derramasse sobre mim o Espírito de temor, porque eu não queria que o sofrimento me afastasse do amor d´Ele. Eu queria zelar por essa relação, acima de tudo!

Buscá-Lo se tornou um hábito para mim. Quando eu fiz daquela Palavra a minha verdade, passei a encarar as situações de outra maneira. Tudo ficou mais leve!


É esse o conselho que eu quero deixar para vocês! Não viva em função dos problemas. O conselho, a força, o entendimento e a sabedoria que você tanto precisa para enfrentar cada luta estão a uma oração de distancia! 

Pense nisso!

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

A certeza de que tudo coopera para o nosso bem!


Salmos 141.1 a 10: “SENHOR, a ti clamo, dá-te pressa em me acudir; inclina os ouvidos à minha voz, quando te invoco. Suba à tua presença a minha oração, como incenso, e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina. Põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios. 

Não permitas que meu coração se incline para o mal, para a prática da perversidade na companhia de homens que são malfeitores; e não coma eu das suas iguarias. Fira-me o justo, será isso mercê; repreenda-me, será como óleo sobre a minha cabeça, a qual não há de rejeitá-lo.

 Continuarei a orar enquanto os perversos praticam maldade. Os seus juízes serão precipitados penha abaixo, mas ouvirão as minhas palavras, que são agradáveis, ainda que sejam espalhados os meus ossos à boca da sepultura, quando se lavra e sulca a terra. 

Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos: em ti confio; não desampares a minha alma. Guarda-me dos laços que me armaram e das armadilhas dos que praticam iniquidade. Caiam os ímpios nas suas próprias redes, enquanto eu, nesse meio tempo, me salvo incólume”.

Faça deste Salmo a sua oração! Em vez de reclamar, você vai clamar a Deus! Em vez de murmurar, você vai louvar! Em vez de se entregar à depressão, você vai se reanimar no Senhor e voltar para a igreja.

Caminhe com a certeza de que todos estes desafios vão cooperar para o seu bem, desde que você seja guiado pelo Espírito Santo, não por suas emoções!

Todas estas dificuldades vão cooperar para o seu bem, quando você colocar o Senhor em primeiro lugar!

Antes de abrir a sua boca, busque, em Deus, sabedoria e equilíbrio.

Nesta passagem que acabamos de ler, o salmista fala: "Coloque guardas em minha boca...". 

Por que ele pede isso? Porque em Provérbios 18 está escrito: "A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto."

Se tudo o que você falou hoje virasse o seu alimento, ele te envenenaria ou te fortaleceria?

Se tudo que você falou sobre sua família virasse um alimento, ele os mataria ou os sustentaria?

Peça para que o Senhor proteja seus lábios, para que você não peque contra Ele e não traga mais morte e destruição para as pessoas que você ama.

O mundo foi criado através da Palavra! Tudo o que não tinha existência passou a existir.

Cuidado para que, através das palavras, você não traga à existência o mal que não existia na sua casa!  Você tem o poder de trazer vida e de transformar qualquer ambiente!

Não seja uma pessoa provocável, explosiva! Não tenha medo das armadilhas que o inimigo preparou! Deus é fiel e não permite que a mentira e a injustiça prevaleçam!

Zele para que suas atitudes e o seu discurso expressem sua fé em Jesus Cristo! 

Não se entregue mais ao desespero e às loucuras deste mundo, porque Deus é contigo, e Ele está no controle de tudo!

 Pense nisso!

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Para Deus, não há impossíveis!


Hebreus 11.32 a 35:  “E que mais direi? Certamente, me faltará o tempo necessário para referir o que há a respeito de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas, os quais, por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas, fecharam a boca de leões, extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros.

 Mulheres receberam, pela ressurreição, os seus mortos. Alguns foram torturados, não aceitando seu resgate, para obterem superior ressurreição...”

Nesta passagem, o escritor dá exemplos de superação. Este poder de superação vem do Espírito Santo.

Precisamos entender que o inimigo sempre vai tentar nos convencer de que não podemos, de que não vamos conseguir e de que não somos capazes.

Quando assumimos estas condições, a solução para os nossos problemas fica cada vez mais distante.

Seu abatimento, sua revolta e sua falta de fé fazem com que situações, que poderiam ser passageiras, permaneçam e te consumam.

Volte para os caminhos do Senhor, peça perdão, e peça para que Ele te ensine a vencer essa guerra!

Deus já ensinou tantos outros guerreiros! Vou citar o exemplo de Josué! Imagine você rodear os muros de uma cidade, que equivalia a três estádios do Itaquerão? Imagine você ver muros intransponíveis e, mesmo assim, crer que você terá condições de derrubá-los?

Foi isso o que aconteceu com Josué e com o seu exército. Eles rodearam seis vezes os muros e, na sétima vez, eles gritaram! O que aconteceu? As muralhas ruíram! O que eles fizeram para isso acontecer? Seguiram uma direção do Senhor.

Sabe, a fé abre caminhos. O milagre não depende das suas condições, mas da sua fé!

Quem entrega sua vida a Jesus, em vez de encarar aquele problema e falar: “As muralhas são impossíveis de serem derrubadas!”, vai dizer: “Estão próximas de cair!”

Quando você tem Jesus, você passa a enxergar as situações de uma maneira diferente! O Espirito Santo começa a trabalhar no seu interior, e o mal cai diante de você.

Levante-se e receba o poder de superação, porque, para Deus, não há impossíveis. 

Você verá o Espírito Santo transformando tudo aquilo que veio para te derrubar em um grande milagre!


Pense nisso!

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Esta luta tem dia e hora para acabar!


Salmo 30.5: “Para a sua ira durar só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã."


O salmista garante que o nosso choro não é permanente. Deus promete enxugar nossas lágrimas. Toda dor que estiver assolando a nossa vida, Ele transformará em alegria.

A Palavra de Deus é um verdadeiro refrigério para nossa alma. Em Romanos 8.18, está escrito que as aflições deste tempo não podem ser comparadas, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada. 

Não desista! Você vai conseguir passar pelas aflições que estão tentando te amedrontar e te fazer sofrer. Mantenha os olhos focados em Jesus Cristo. Ele é nosso escudo, nossa fortaleza e o nosso socorro bem presente nos momentos de angustia e aflição.

Quando a Palavra de Deus deixa de ser um texto que lemos, para ser a verdade que praticamos, vivemos, em toda e qualquer situação, o Seu sobrenatural.

Ainda que esta noite de choro dure uma semana, um mês, um ano, a nossa certeza é que cada dia é um dia a menos. Cada hora é uma hora a menos.... Estamos cada vez mais próximo do amanhecer de Deus em nossas vidas. E toda a alegria, que este amanhecer  vai trazer, faz com que renovemos nossas forças e enxuguemos nossas lágrimas. Até porque, em tempo de guerra, não se chora, se luta! Sabemos que a alegria vem, a vitória vem!

Tenha certeza, em seu coração, de que luta tem dia para começar e para acabar. O que nunca acaba é a bênção de Deus em nossas vidas!

Hoje, quero te pedir uma coisa: mais do que ficar só pensando desta forma, viva desta maneira! Renove suas forças! Espere em Deus, porque Ele tem planos superiores para a sua vida!

Creia e ande por esta fé!

Isaías 40.1 e 10 “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus. Eis que o Senhor virá com poder, e o seu braço dominará, eis que o nosso garladão está com Ele, e diante dele, a sua recompensa.”.

Pense nisso!

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Escolha o caminho da luz!


Atos 26.12 a 19: “Com estes intuitos, parti para Damasco, levando autorização dos principais sacerdotes e por eles comissionado. Ao meio-dia, ó rei, indo eu caminho fora, vi uma luz no céu, mais resplandecente que o sol, que brilhou ao redor de mim e dos que iam comigo.  

E, caindo todos nós por terra, ouvi uma voz que me falava em língua hebraica: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa é recalcitrares contra os aguilhões. Então, eu perguntei: Quem és tu, Senhor? Ao que o Senhor respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. 

Mas levanta-te e firma-te sobre teus pés, porque por isto te apareci, para te constituir ministro e testemunha, tanto das coisas em que me viste como daquelas pelas quais te aparecerei ainda, livrando-te do povo e dos gentios, para os quais eu te envio,  para lhes abrires os olhos e os converteres das trevas para a luz e da potestade de Satanás para Deus, a fim de que recebam eles remissão de pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim. Pelo que, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial...”

Paulo ia para Damasco disposto a dar carta de prisão para aqueles que confessavam o nome de Jesus. Em Atos 9, está escrito que ele respirava ameaças e morte.

De repente, no meio do caminho, ele viu uma luz e ouviu a voz de Deus, que o enviou para pregar o evangelho.

Aquela experiência mudou a vida de Paulo e o transformou em um novo homem. Aquele que perseguia os cristãos tornou-se um dos maiores pregadores da história.

Hoje, eu quero te perguntar: Quais vozes você tem escutado? As vozes que te tornam uma pessoa amarga, incrédula, estressada, desanimada, enlouquecida...?

O que você enxerga para o seu futuro?

Sabe, está na hora de você ter uma experiência com Deus!

Sabe o que você precisa para sair desta depressão? Ouvir a voz do Espírito Santo e receber luz no seu interior, porque seus pensamentos e sentimentos têm te colocado em ambiente de trevas.

Hoje mesmo, você vai levantar sua mão e orar: “Senhor, derrama sua luz na minha vida e me dê a visão que me liberta desta morte, deste medo, destes pensamentos de destruição e destes sentimentos de morte!”.  Abra o seu coração! Se você fizer isso, você será liberto!

De repente, assim como Paulo, você pode estar trilhando o caminho errado e alimentando sentimentos de morte, mas esta luz vai te tirar das trevas!

Clame por Jesus, e sua vida será transformada! 

Pense nisso!

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

O perdão é o caminho para a liberdade!


Mateus 18.23 a 35: “Por isso, o reino dos céus é semelhante a um rei que resolveu ajustar contas com os seus servos. E, passando a fazê-lo, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos. Não tendo ele, porém, com que pagar, ordenou o senhor que fosse vendido ele, a mulher, os filhos e tudo quanto possuía e que a dívida fosse paga.  Então, o servo, prostrando-se reverente, rogou: Sê paciente comigo, e tudo te pagarei.

E o senhor daquele servo, compadecendo-se, mandou-o embora e perdoou-lhe a dívida. Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos que lhe devia cem denários; e, agarrando-o, o sufocava, dizendo: Paga-me o que me deves. Então, o seu conservo, caindo-lhe aos pés, lhe implorava: Sê paciente comigo, e te pagarei. Ele, entretanto, não quis; antes, indo-se, o lançou na prisão, até que saldasse a dívida.

Vendo os seus companheiros o que se havia passado, entristeceram-se muito e foram relatar ao seu senhor tudo que acontecera. Então, o seu senhor, chamando-o, lhe disse: Servo malvado, perdoei-te aquela dívida toda porque me suplicaste; não devias tu, igualmente, compadecer-te do teu conservo, como também eu me compadeci de ti?  

E, indignando-se, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que lhe pagasse toda a dívida. Assim também meu Pai celeste vos fará, se do íntimo não perdoardes cada um a seu irmão.”

Muitas coisas na sua vida não vão para frente porque o lugar da bênção está sendo ocupado pelo ódio, pela mágoa e pela falta de perdão.

É complicado e muito difícil perdoar quem nos fez mal ou quem prejudicou alguém que amamos. É triste ser vítima de atos de ingratidão e de injustiça.

É triste ver aquele relacionamento que você tanto investiu acabar, porque, para aquela pessoa, não é mais conveniente estar ao seu lado.

Eu não sei o que aconteceu com você.  O que eu sei que é que você pode até ter razão para não querer perdoar, mas você precisa ter um movito maior para sair de tudo isso! Um deles é a sua liberdade! Talvez a pessoa que te prejudicou não mereça perdão, mas você merece ficar livre deste tormento.  Você sabia que a falta de perdão nos deixa nas mãos dos atormentadores?

Na Bíblia, há um exemplo clássico deste tormento. Em Hebreus 12, nós vemos a história de Jacó e Esaú. Eles eram irmãos gêmeos. Esaú nasceu primeiro e teria que, teoricamente, receber o direito de primogenitura, mas Deus havia escolhido Jacó.

Esaú ficou tão descompensado, que não conseguiu usufruir as bênçãos que já havia recebido de Deus! Ele ficou enlouquecido e tomado pelo ódio!

Ele buscou um caminho de arrependimento, mas não encontrou porque, no fundo, nunca conseguiu perdoar seu irmão.

Não podemos nos esquecer de que o trabalho do diabo é matar, roubar, destruir e te amarrar em sentimentos e situações que te impedem de viver o grande do Senhor, são verdadeiras cordas infernais.

Além da falta de perdão, existem outras situações que nos mantém acorrentados:

1ª) Em vez de buscar solução, procurar sempre um culpao.

Em vez disso, deseje perdoar e seguir em frente. 

2ª) Acusação.

Isso ocorre quando não nos sentimentos dignos de progredir, por causa dos erros do passado!

Hoje, você vai quebrar estas cordas infernais! Chegou a hora do basta!

Saia desta situação e venha renascer em Cristo. Entregue sua vida a Ele. Ele vai te salvar deste ódio, desta amargura, desta acusação, deste tormento... e te dará um novo caminho.


Pense nisso!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Alegria de viver!


2 Coríntios 12.7  a 10 “E, para que não me ensoberbece com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de não me exalte. Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. 

Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.”

Hoje, eu quero falar sobre alegria! Você deve estar se perguntando: O que está passagem tem a ver com este tema?  Calma, vou te explicar!

Você já viu algum bebê nascendo bêbado? Claro que não! A pessoa se torna um alcoólatra com o tempo. A curiosidade vira prazer, o prazer vira dependência, e a dependência se transforma em um vício. A pessoa bebe quando está triste, para afogar as magoas... bebe quando está feliz, para comemorar... bebe quando anoitece, para relaxar... bebe quando amanhece, para bater ressaca!  Mas, no fundo, é uma fonte de alegria ilusória!

A alegria é um dom de Deus! A alegria que vem d´Ele não é algo natural! Ela não depende de artifícios, situações e recompensas para se manifestar! Quando estamos cheios do Espírito Santo, ela é constante!

O álcool traz reações e sensações. Não precisa ser muito inteligente para saber quando a pessoa está sob o efeito de bebidas alcoólicas. Ela fica atrapalhada, com os ânimos alterados, tem dificuldades de realizar algumas atividades e o seu hálito já denuncia!

Da mesma forma, quem está cheio do Espírito Santo têm reações, atitudes e algumas características! São marcas que edificam, abençoam, contagiam, animam e não causam constrangimentos. A alegria é uma delas!

Você fica alegre quando acorda, porque é mais um dia que o Senhor te deu... Você está alegre ao entardecer, porque Deus já fez grandes realizações, e ainda vem muito mais pela frente... Você fica alegre ao anoitecer, porque mesmo que você tenha enfrentado dificuldades, o Senhor te conduziu em vitória e você não perdeu a paz!

Você se alegra com as coisas boas, mesmo que sejam simples! Você fica feliz com as coisas ruins, porque a sua alegria está na salvação, na esperança que você tem no Senhor!

Nesta passagem que lemos no começo, Paulo fala sobre o espinho que ele tinha na carne! Um espinho é algo pequeno, mas incomoda, inflama e infecciona.

Paulo orou e clamou por três vezes, para que aquele espinho fosse retirado. Mas Deus foi bem claro: Não adianta pedir. Eu não vou tirar este espinho, mas eu vou te dar poder, força e autoridade, a tal ponto que ele será insignificante! Você nem vai perceber que ele existe. Este espinho é um propósito que Eu tenho na sua vida.

Paulo poderia ficar arrogante com muita facilidade, aquele espinho, de alguma forma, o limitava, para ele entender que Deus está acima de tudo. Todos os atributos que Paulo tinha foram concedidos pelo Senhor! Paulo dependia de Deus para tudo, e ele não podia se esquecer disso! A soberba poderia destruir seu ministério.

Por incrível que pareça, aquele espinho era uma prova de amor! Da mesma forma, o Senhor faz conosco! Essa luta, esse desafio, essa enfermidade e essa confusão têm um propósito maior! Deus não é déspota, Ele é um Pai de amor!

O amor de Deus nos conserva e nos preserva! Quando Paulo entendeu isso, tudo ficou mais leve!

Existem pessoas que se perdem por causa do dinheiro, por causa da aparência, perdem-se na fama... Será que Deus não permitiu que você não alcançasse determinados patamares, porque Ele não te ama, ou por que Ele quer te preservar? Nada dessas coisas que eu acabei de citar são garantia de felicidade!

Aquele espinho era para que Paulo lembrasse que a graça do Senhor bastava! Sabe o que é graça? É um favor imerecido, é viver o inesperado, é viver livramentos, é ter vitórias, mesmo no despreparo, é ter conquistas antes inatingíveis... é viver o sobrenatural!

Depois daquela experiência, Paulo não foi mais o mesmo. O discurso dele mudou: Está tudo certo, vou me alegrar nas tribulações e nas guerras, porque nada disso vai me deter; a graça do Senhor está sobre mim... Tudo será efêmero perto da glória que me será revelada!

Eu sei bem o que é isso! Eu tenho essa alegria! Essa alegria resistente, insistente, persistente e permanente no meu espírito!

Se você está passando pelo dia da perda, da falência, do roubo, da enfermidade, da depressão, da injustiça, da traição, do abandona... que você, assim como Paulo, entenda que é só um espinho! 

Existem pessoas que, mesmo estando cheias de platinas e pinos pelo corpo, não sentem dor. Existem pessoas que, mesmo sem possuir os membros inferiores, conseguem chegar mais longe do que qualquer outro ser humano. Nós temos tantos atletas paraolímpicos brasileiros que bateram recordes mundiais!

O dinheiro, sua condição social, familiar e física não te limitam, o que te limita são os seus afetos!

Esse espinho é pra te lembrar que a grandeza vem do Senhor. Quando você faz d´Ele o Teu pastor, nada te faltará!


Pense nisso!

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Lute com as armas certas!


2 Coríntios 10.4: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas”.

Quando falamos sobre guerra espiritual, muitas pessoas acabam ignorando os sofismas. O que é sofisma: Simplificando, é aquilo que parece, mas não é.

Vou citar um exemplo! Você olha para o seu casamento e afirma: “Acabou!”. Mas será que acabou mesmo? Acabou ou existe uma arma espiritual que vai anular este sofisma?

Na verdade, não acabou! É você que não está lutando pelo seu casamento com as armas certas. Não adianta chorar, não adianta berrar, não adianta tentar achar um culpado! Ajuda, sim, usar armas espirituais que podem mudar este cenário. 

Há armas espirituais que trazem luz para os caminhos do seu marido, por exemplo, para que ele enxergue as escolhas erradas que ele tem feito. Há armas espirituais que podem transformar seus desejos, a ponto de ele não querer mais se associar com essas malignidades.

É isso que o jejum, a oração e o louvor fazem! As armas espirituais são libertadoras. Existem pessoas que estão presas em fortalezas. Fortalezas da prostituição, fortalezas das drogas, fortalezas do ódio, fortalezas da baixa autoestima...

Sem a guerra espiritual, não tem acordo. Sabe quem Deus ouve? Não é aquela pessoa que está se lamentando, mas é aquela que clama com fé!

Não se conforme com esta situação que você está vivendo. Conformar-se é tomar forma!

Levante-se, erga a cabeça e venha renascer em Cristo! Vá para a Igreja. Lute com as armas que o Senhor te deu. Em vez de ter uma vida de lamentações, tenha uma vida de oração.

Você vai ver o seu casamento ser transformado, você será renovada em forças! Você vai resistir no dia mau e vai ter vitórias no Senhor.

Sabe, existem pessoas que não conseguem se controlar, não querem errar, mas erram. Não têm forças. Não gostariam de agir como agem, não gostariam de falar o que falam. Do que elas estão precisando? De uma libertação! A pessoa só é liberta quando a luz de Deus raia no seu interior. De repente, ela começa a enxergar com uma nova perspectiva e não consegue mais ser como era. Ela passa a conhecer a verdade, e, através dela, é liberta!

Hoje, eu quero te falar que, em Cristo, há libertação. Em Cristo, há uma nova vida. Para Ele, não existem situações irreversíveis.

Se você tem uma situação na sua vida pendente, você precisa de revelação, de luz! Esta luz é Jesus Cristo. Você também precisa aprender a usar as armas espirituais, que passam também pelo perdão e pela nossa humilhação diante de Deus.

A mudança não começa nos outros, mas em nós. Começa quando a gente resolve não sofrer mais e decide buscar solução.

Em vez de se relacionar com o problema, você vai se relacionar com a solução. E esta solução está a uma oração de distância. 


Pense nisso!

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Quem vive o melhor da terra: quem tem ou quem desfruta?


Na vida de quem Deus faz milagres? Quem realmente desfruta dos bens desta terra? Quem realmente é abençoado e pode se alegrar com as coisas?

Eu conheço uma pessoa que trabalha na área de fotografia. Ela tem muitos clientes. E, por conta disso, ela já conheceu o mundo inteiro. Com aquilo que ela ganha, ela jamais poderia viajar de classe executiva como tem viajado, não poderia se hospedar nos hotéis que tem se hospedado e, muito menos, frequentar os restaurantes que tem frequentado. Mas ela é uma serva do Senhor e comprometida com o altar. 

Em suas viagens, os próprios clientes não conseguem sair do hotel de tanto trabalho, mas ela, além de trabalhar, consegue desfrutar de cada lugar que ela visita.

Eu conheço pessoas que moram em casas maravilhosas, que tem iates, mas que ficam parados, porque os donos nunca têm tempo para usá-los. Muitas vezes, os próprios funcionaram usam, ainda que seja para testar e garantir a manutenção, mas, no final das contas, quem curte são eles. Ou seja,  existem pessoas riquíssimas que têm acesso ao “melhor da terra”, mas que não conseguem usufruir de nada.

Quem vive o melhor da terra? Quem tem ou quem desfruta?

Eu conheço mulheres que são casadas com homens milionários e vivem um inferno. São pobres de amor, carinho e atenção. Tem os sapatos e as bolsas mais caras, mas passam a noite em claro sem saber com quem os maridos estão.

Conheço homens que são casados com mulheres lindas, com o corpo “perfeito”, mas que sofrem, porque o que elas têm de beleza têm de loucura!

Existem pessoas que são cheias de saúde, mas acabam ficando doentes, porque não se cuidam. 

Quem tem o melhor da terra? A que tem saúde ou aquela que desfruta da saúde que tem?

Conheço pessoas que têm problemas de visão e que mal conseguem enxergar direito, mas que se alegram com os mínimos detalhes da vida. Viajam, brincam, se divertem e até tiram fotos.

Quem vive o melhor da terra?

A resposta em Isaías 1: 19 “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.”.

Para viver o melhor da terra, em primeiro lugar, você precisa querer!"

Hoje, você vai tomar uma decisão: “Senhor, eu quero viver o melhor da terra. Quero viver o melhor que o Senhor tem pra mim.”.

De repente, o que é melhor para outro não é o melhor para você.

Em segundo lugar, você precisa ouvir a Palavra de Deus e praticá-la.

Você não vai mais fazer as coisas do seu jeito. Você já não parou para pensar que, do seu jeito, não está dando certo? Você vai fazer do jeito de Deus, porque quem acredita em Deus e nos seus profetas prosperará.

Você vai prosperar e viver o melhor da terra, com condição humana ou sem condição, tendo saúde ou não tendo, tendo a beleza ou não tendo. A bênção do Senhor está sobre a sua vida!

Entregue sua vida nas mãos de Deus, busque-o em primeiro lugar, e todas as coisas te serão acrescentadas.


Pense nisso!

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Será que você está no caminho certo?


No livro de Rute, logo no primeiro capítulo, há um relato sobre a história de um homem que, para fugir da escassez, decidiu procurar um lugar melhor para sua família morar. Detalhe: Ele esteva completamente desesperado.

Vamos entender melhor a situação dele, lendo o Rute 1.1 a 5: “Nos dias em que julgavam os juízes, houve fome na terra; e um homem de Belém de Judá saiu a habitar na terra de Moabe, com sua mulher e seus dois filhos. Este homem se chamava Elimeleque, e sua mulher, Noemi; os filhos se chamavam Malom e Quiliom, efrateus, de Belém de Judá; vieram à terra de Moabe e ficaram ali. 

Morreu Elimeleque, marido de Noemi; e ficou ela com seus dois filhos, os quais casaram com mulheres moabitas; era o nome de uma Orfa, e o nome da outra, Rute; e ficaram ali quase dez anos. Morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando, assim, a mulher desamparada de seus dois filhos e de seu marido.”.

Elimeleque saiu da terra que habitava, debaixo de pressão e estresse. Talvez, você não esteja vivendo uma situação de calamidade, mas, está cansado do lugar que você mora.

Existem muitas pessoas que me procuram e já vêm com aquele discurso carregado de imaturidade: “Eu vou morar em outro país. Não aguento mais!”, “Bispa, eu não aguento mais o meu chefe, vou largar tudo! Pensando bem, vou mudar de carreira!”, “Bispa, eu decidi sair de casa, não aguento mais minha família”...

Talvez, você tenha começado a semana com esses pensamentos. Mas sabe de uma coisa? Antes de tomar qualquer decisão, pergunte-se: Na hora do estresse, onde eu tenho depositado minhas sementes? Qual é a base da minha vida?

Elimeleque saiu com a esposa e filhos, vendeu tudo o que tinha e investiu todos os seus recursos em uma terra que ele considerava próspera, uma terra em que ele via todo mundo dando certo, todo mundo prosperando e evoluindo.

Ele achou que havia fugido da seca, das dificuldades financeiras e que havia encontrado o paraíso. Mas, sabe o que aconteceu? Ele e os dois filhos morreram, e a família ficou na miséria! Restaram somente três mulheres viúvas.

Mas, Bispa, qual foi o erro de Elimeleque? Ele deduziu que aquele seria o melhor caminho! Ele caminhou de acordo com o que ele via, ou seja, não buscou uma direção do Senhor!

Da tragédia, uma trajetória!

No meio de toda aquela loucura e tristeza, Noemi, viúva de Elimeleque, conversou com suas noras a as aconselhou a voltarem para suas terras. Orfa chorou, mas decidiu seguir o conselho da sogra! Rute, por outo lado, decidiu ficar. Ela não agiu de acordo com os seus interesses, mas de acordo com aquilo que recebera de Deus.

Rute era fiel e leal! Mesmo com a morte do marido, não entregou os pontos. Muitos, no lugar dela, teriam ido embora sem titubear. Assim como existem pessoas que te caçoam, porque você vai à igreja. Talvez, no seu grupo de amigos, você seja o único cristão.

E daí que você é minoria? Essas pessoas que zombam da sua fé podem resolver todos os seus problemas? Com certeza, não!

Honre sua aliança com Deus, assim como Rute fez! Ela honrou também a aliança que tinha com a sogra e com o marido, que, ainda por cima, estava morto! Investiu toda a sua vida em uma senhora viúva e pobre. Não foi nada fácil! Rute teve que desdobrar para sustentar a casa!

Sabe como termina esta história? Com a restituição de Rute e Noemi! Elas voltaram para Israel e Rute casou com Boaz um homem integro e, por coincidência, o mais rico da terra.

Tem um detalhe nesta história que, com certeza, vai te emocionar! Naquela época, o primeiro filho, de alguém que era viúva, levava o nome do marido que morreu! O que isso quer dizer? Noemi teve um neto! Rute teve mais filhos e entrou na genealogia de Jesus!

Quem você quer ser nesta história: Elimeleque (o estressado), Orfa (a precipitada) ou Rute (a fiel)?

Você tem certeza de que essa atitude que você está prestes a tomar é a direção que Deus tem para sua vida?

Muitos podem questionar o seu envolvimento na igreja ou sua aliança com Deus, dizendo que você está perdendo tempo! Será que está perdendo mesmo?

Busque Deus em primeiro lugar!

Salmos 37:5 "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n´Ele, e o mais Ele fará.".

Pense nisso!

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Foi bom esperar!


Gênesis 15. 1 a 6: “Depois destes acontecimentos, veio a palavra do SENHOR a Abrão, numa visão, e disse: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande. Respondeu Abrão: SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? 

Disse mais Abrão: A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro.

A isto respondeu logo o SENHOR, dizendo: Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro. Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça.”

Eu sempre tenho o costume de falar sobre o poder da ressurreição, mas, desta vez, eu quero destacar a história de Abraão, também conhecido com “pai da fé”.

A sepultura de Abraão era sua própria casa. Ali, até então, estava enterrado o maior sonho dele: ter um filho com Sara, seu grande amor.

Por que Abraão pode ser considerado um exemplo de fé? Porque ele deu ouvidos a um Deus que ele não conhecia. Ele deu ouvidos ao Deus que os pais dele não serviam.

Para todos, poderia ser uma loucura, mas Abraão tinha convicção de que, mesmo estéril, Sara poderia dar a ele um filho.

Os anos passaram, e Deus continua reafirmando sua promessa... E Sara? Continuava estéril. Cada dia, humanamente falando, eles estavam mais distantes de realizar seu maior sonho. Eles já estavam avançados de idade. 

O desespero, então, bateu à porta: “E se Deus não me der um filho de Sara? A cada dia, vou ficando sem forças. Estou envelhecendo. Daqui a pouco, eu posso ficar infértil. E se Deus não realizar a promessa?”.

O Senhor disse a ele: “Não temas”. Abraão creu, e isso lhe foi imputado por justiça.

O Senhor é o nosso escudo. A recompensa pela sua perseverança virá!

Não conte mais seus problemas, conte as estrelas do céu. Saia desta sepultura e olhe para o alto. Olhe para a grandiosidade do teu Deus!

Assim como Abraão, creia! Tire os "e se" do seu vocabulário! Abraão, querido internauta, não só teve um filho, como foi pai de nações!

Eu não sei qual obra o Senhor realizará na sua vida. Mas eu tenho certeza de que será no tempo certo e do jeito certo! As promessas d´Ele não podem falhar. 

Vale a pena, sim, esperar no Senhor.


Pense nisso!

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

O céu não está em crise


Estamos enfrentando uma fase econômica muito difícil em nosso país! São dias de crise, de falta de esperança e de más notícias. Mas, historicamente, o povo de Deus vive a diferença! O Senhor nos levantou para sermos luz do mundo! O Senhor nos levantou para mostrar que existe diferença entre aqueles que servem e aqueles que não servem a Deus.

Precisamos entender que o mundo pode estar em crise, mas o céu não está. É de lá que vem o nosso socorro!

Hoje, eu quero mostrar o quanto nossas atitudes podem cooperar ou dificultar no cumprimento do plano do Senhor:

Quero te convidar a meditar comigo em 2 Crônicas 16.7 e 8 “Naquele tempo, veio Hanani a Asa, rei de Judá, e lhe disse: Porquanto confiaste no rei da Síria e não confiaste no SENHOR, teu Deus, o exército do rei da Síria escapou das tuas mãos. 

Acaso, não foram os etíopes e os líbios grande exército, com muitíssimos carros e cavaleiros? Porém, tendo tu confiado no SENHOR, ele os entregou nas tuas mãos.”

Asa era filho de um rei que vivia com medo de ser atacado. Seu exército era pequeno e fraco! Para preservar seu povo, ele decidiu, então, fazer aliança com os inimigos! Mas, infelizmente, fez o pior negócio. A Casa de Deus ficou destruída, e o povo não tinha mais ofertas para entregar ao Senhor! Tudo o que eles produziam era saqueado por estrangeiros!

Mesmo que a nossa realidade seja diferente, nós passamos por situações similares! Vou dar um exemplo! Quando você usa o cheque especial, qual é a taxa de juros? Em torno de 10%! Equivale ao dízimo que é do Senhor! Você não tem para entregar o dízimo, mas tem para o banco!

 Voltando à história...

Aquele reino vivia de guerra em guerra! Quando Asa assumiu, decidiu fazer tudo diferente: “Não vamos mais alimentar o inimigo! Vamos restaurar a Casa de Deus! Vamos tirar os outros deuses! Vamos entregar o que é de Deus para Deus!”.

Sabe o que aconteceu? O povo voltou a prestar cultos ao Senhor, começou a ofertar, entregar os dízimos...

Deus os prosperou e lhes concedeu um período de paz! Eles chegaram a vencer exércitos imensos! Tiveram vitória contra os líbios, contra os etíopes...

Sabe, nós precisamos entender que a nossa vitória também está ligada à nossa perseverança e, acima de tudo à nossa fé. 

Existem pessoas que se afastam de Deus em momentos de extrema crise e em momentos de extrema prosperidade! Isso é muito perigoso! Nós não podemos esquecer o que o Senhor já fez por nós! 

A arrogância e a ingratidão nos tornam presa fácil nas mãos do inimigo! Nós não podemos esquecer que a nossa vitória está mais condicionada à nossa postura no mundo espiritual do que pela força do nosso braço! E, acima de tudo, precisamos ter uma relação de amor com Deus, não de troca!

Depois de dez anos, o povo esqueceu os momentos de paz! A fé esfriou! O que aconteceu? Um reino se levantou e montou uma fortaleza ao redor do império de Asa. Ninguém podia entrar, e ninguém podia sair de Judá! Ou seja, eles não podiam importar e exportar nada! A fonte de abastecimento secou! Foi uma das piores crises econômicas que aquele povo já enfrentou!

Em vez de buscarem a Deus e fazerem votos no altar, eles cometeram abominações! Pegaram os tesouros que estavam na Casa do Senhor e fizeram uma aliança com o povo inimigo. Asa preferiu trilhar o mesmo caminho que o pai!

O profeta Hanani o alertou sobre as consequências de suas escolhas: “Essa vitória escapou da sua mão, porque em vez de honrar sua aliança com Deus, você fez aliança com os inimigos! Daqui para frente, você só vai viver guerras!”. E foi exatamente isso o que aconteceu!

Em nome de Jesus, restaure o seu altar com o Senhor! Sabe quando você vai começar a viver vitória em sua vida financeira? Quando você colocar Deus em primeiro lugar!

Quando a gente honra Deus em primeiro lugar, as vitórias não escapam de nossas mãos!  Vem aquela loucura, mas o Senhor vai dando o livramento, vai abrindo portas e vai librando o que estava retido!

Através da sua vida, o Senhor, que é dono de todo o ouro e toda a prata, vai mostrar a diferença! 

Lembres-se: Deus abençoa os retos, os íntegros e os fiéis da terra!

Pense nisso!