Páginas

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Como esperar sem se desesperar?


Romanos 12.2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável vontade de Deus.” 

Salmo 40.1: Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou pra mim e ouviu o meu clamor!” 

Eu conheço o Deus que eu sirvo. Ele é fiel e justo para cumprir Sua obra em nossas vidas. Junto com a provação, vem o escape!  Nossa esperança nunca mais será envergonhada.

Quantas vezes, o inimigo te mostrou milhares de motivos para você se conformar? O tempo é um dos maiores argumentos. Mas sabe de uma coisa? Desde quando, Deus só cura doença nova? Será que Deus só dá livramentos financeiros para quem se enfiou no buraco só agora? 

Olha só o que está escrito em Hebreus 11.6 “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”.

O tempo de espera é diferente do tempo da perseverança! Se você duvidou em algum momento da caminhada, perdeu! Tem que começar, novamente, o trabalho espiritual.

Saber querido leitor, existem algumas mulheres que, em vez de pedirem conselhos, já chegam reclamando: “Mas, Bispa, faz dez anos que eu estou esperando para casar”. Mas elas estão orando por isso há apenas seis meses! Então, espera aí... Faz seis meses que você começou a orar e já está começando a reclamar? É muito pra cabeça, não é mesmo?

No período da espera, existem algumas atitudes que você precisa tomar:

Em primeiro lugar, não se conforme!

Eu não sei se sua enfermidade é genética, hereditária, se tudo mundo na sua casa é assim! Eu só sei que, para Deus, não há impossíveis. Eu não sei se este problema existe há 20, 30, 40 anos... Para Deus, não há impossíveis! Quem procura solução encontra Jesus! Quem procura culpado encontra mais problemas!

Em segundo lugar, creia!

A última palavra não é a do médico, é a de Deus!

Em terceiro lugar, persevere!

Tiago 1.2 a 4: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma.”

Em quarto lugar, transforme-se pela renovação da sua mente.

Sabe o que está escrito em Provérbios 23.7 ? Que como imagina o homem em sua alma, assim ele é! Você acha que Davi se imaginava morto debaixo dos pés do gigante? Não! Ele imaginava o gigante destruído. Ele se enxergava capaz de vencer aquela batalha, e venceu!

Comece a se enxergar entrando na igreja com aquela grinalda maravilhosa. Comece a se enxergar trabalhando. Comece a se enxergar curado, como aquele homem que estava preso a uma cama há 38 anos.

João 5.9: “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar.”

Transforme sua mente, praticando a Palavra, perseverando e resistindo ao diabo.

E, em quinto lugar, louve a Deus!

Deus habita nos louvores! Comece a encher todos os ambientes que você frequenta com a Glória do Senhor!

Pense nisso!

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Deus não habita no meio da incredulidade


2 Timóteo 4: 1 a 5 “Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino; prega a palavra insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. 

Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as próprias cobiças; como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. 

Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelistas, cumpre cabalmente o teu ministério.”.

Existem leis racionais que aparecem para te tornar um incrédulo, principalmente com relação a seus líderes espirituais. São explicações racionalizadas que fazem bem ao seu ego, impedindo que você aceite correção e direções que contrariem seu comodismo. 

2 Crônicas 20.20: "Crede no Senhor, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas e prosperareis."

Você, baseando-se em um discurso, para de acreditar que jejum pode trazer transformação. Para de ter fé nas armas espirituais, ou vem com aquele papo: “Isso só servia para o Antigo Testamento!”. 

Querido, Deus não habita no meio da incredulidade! 

A partir do momento que você desacredita na efetividade das armas espirituais, você deixa de usá-las. Imagine só se Abraão deixasse de acreditar que quebrar aquelas rochas iria levá-lo a encontrar água e, por fim, cavar um poço em meio a um deserto rochoso?! Pare pra pensar... 40 metros é muito para quem não tinha acesso à tecnologia do ferro.

Eu creio que eles afiavam alguma pedra para poderem rachar as outras. Fico imaginando o trabalho que eles tinham para cavar aquilo. Era um trabalho lento. Cada dia, eles progrediam um pouco, por mais que tivessem muitos homens trabalhando. Vamos supor que, se excepcionalmente, eles conseguissem escavar um metro por dia, eles podiam ter parado no meio do caminho! Imagine o desânimo!

Eu acho que, em alguns momentos, eles pensavam: “Mais um dia que não conseguimos água, será que vale a pena continuar?”. Às vezes, seu raciocínio está assim. “Será que vale a pena todo esse esforço para avançar tão pouco e não enxergar nada daquilo que eu preciso ver?”.

“Será que debaixo dessa pedra, eu vou encontrar água? Ambas não combinam.”. As pedras impedem o avanço das águas, assim como existem tantas coisas que aparecem para te bloquear, para te afastar da igreja e te deixar incrédulo.

Hoje, nós encontramos pessoas que pregam o evangelho de todos os jeitos. O que você quer ouvir? Que você pode mentir, adulterar, se prostituir, que não precisa ser fiel e que não precisa de desafios para crescer? Que é possível ter um relacionamento com Deus sem estar em santidade?

As únicas pessoas que eu conheço que precisavam de desafio eram Jesus, Davi, Paulo, Pedro, Josué… em fim, praticamente todos os servos de Deus da Bíblia. Mas você, não precisa. Você pode viver qualquer outra coisa! Será mesmo?

Cuidado com o “evangelho humanista”, que só prega o que te convém. Será que isso vai te dar paz? O evangelho que você crê te deixa muito incomodado com outros que o praticam de forma diferente e são mais bem-sucedidos?

Você deveria estar cheio de paz e não cheio de ódio. Você devia estar cheio de amor e não cheio de maledicência. Se você fala tanto, é porque é isso que está enchendo o teu coração. Sabe por que isso te incomoda tanto? Porque não é a verdade, e você sabe disso, porque a verdade liberta, ou seja, não atormenta.


Hoje, você vai converter o teu coração a Deus e vai agir segundo o que está escrito na Bíblia! É um caminho certeiro. Mesmo que sejam 200 metros, 200 jejuns, 200 desafios, 200 páginas você vai encontrar água, você vai viver o seu milagre!

Pense nisso e não desista! A nossa fé vence o impossível!

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Pequenas concessões, grandes derrotas!


Provérbios 16.18: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda."

Para você se levantar, você precisa, em primeiro lugar, parar de cair. Precisa parar de tomar atitudes que te deixam envergonhado, prostrado e arrebentado. 

Para sair desse abismo, você precisa identificar o que te fez escorregar, o que te atingiu, o que te fez tropeçar, para você não cair mais nessa cilada.

Em qual momento o homem começou a cair? Quando Eva deu ouvidos à serpente, encheu seu coração de soberba e cedeu às suas provocações: “Olha, eu sou Eva, criada à imagem e semelhança de Deus. Se essa serpente pode, eu também posso!”.

Nessa arrogância, nessa soberba e nesse medo de ficar por baixo, Eva colocou tudo a perder.

O erro, muitas vezes, começa quando nos sentimentos pressionados. Quantas vezes, por medo de falar a verdade, por medo da verdade te deixar para baixo, por medo de ser exposto, por medo de perder uma amizade, por medo de perder uma posição no trabalho, por medo de criar um mal estar, você resolveu mentir?

Existem pessoas que defendem esse tipo de atitude e vêm com aquele papo: “Uma vez só não tem problema! Um pouquinho só não faz mal. Ninguém vai perceber!”.

Para mim, um pouquinho só já faz um grande estrago!

Eu vou dar um exemplo da minha vida. Como uma boa filha de mineira, eu amo doces caseiros. Existem doces que eu não consigo só ficar no primeiro pedaço. Só de sentir o gosto, já dá vontade de comer mais, mais, mais e mais... então, é melhor nem provar.

Voltando à ministração...

Deus havia colocado aquela árvore no paraíso como um lembrete: “Se vocês mantiverem a aliança comigo, em obediência e fidelidade, tudo o que eu entreguei para vocês não será roubado. Aqui, no paraíso, vocês estão seguros! Aqui, vocês sempre terão acesso a mim!”.

O homem não foi criado para ser cheio do mal, mas para ser cheio da presença de Deus.  

Alimentar-se do mal é sempre algo destrutivo. Ainda que você arquitete um plano maligno contra alguém, um plano infalível, o maior prejudicado será você. E, no final das contas, você fica atormentado, porque não foi criado para agir assim.

Quando você decide não depender mais de Deus, quando você não busca mais ser fiel a Ele e quando você decide ser o senhor da sua vida, você fica entregue à própria sorte. Mas, quando você crucifica seus desejos, crucifica o que faz bem para sua carne em favor da sua relação com Deus, você fica protegido de todo o mal, a fé passa a te garantir!

Cada vez que eu obedeço Deus, mesmo contra minha vontade, Ele ouve minha oração, me guarda, me abençoa, me levanta e me deixa firme!

Recapitulando...

Se você quer ser liberto do que te faz cair, você precisa identificar a origem deste mal. Talvez, seja um sentimento, uma provocação ou, até mesmo, pequenas concessões que você abre: “Vou comemorar minha promoção com um trago, com um copinho de cerveja! Vai ser só dessa vez! Não preciso ser radical!”. Não se engane! Os vícios sempre começam com um trago ou com um copinho de cerveja, que a pessoa consome socialmente! Não entre nessa roubada!

Na Palavra, está escrito que temos que fugir da aparência do mal. Se Eva tivesse falado para a serpente: “Eu vou continuar fiel a Deus, ainda que eu não entenda! Eu vou obedecer em favor daquele que me criou! Antes, eu era pó! Eu não era nada! Ele me deu vida, me deu casa, me deu uma família... Não posso abrir mão de tudo isso! Não vou me alimentar desse fruto! Eu não preciso disso!”, a nossa realidade seria outra!

Se ela tivesse agido da maneira correta, ela seria conhecida como uma mulher de aliança! Se ela tivesse pensado diferente, o destino da humanidade seria outro!

Às vezes, você sente tanta pena de si, que se acha no direito de errar, de ser uma pessoa revoltada, triste, amargurada... Mas sabe de uma coisa? Você não tem esse direito! A vida é um dom de Deus!

Nós podemos estocar tudo: roupa, sapatos, comida, água... Mas não há estoque de vida! Vida é uma só e ponto! Busque viver da melhor maneira possível! Busque ser cheio do Espírito Santo! Levante-se, não caia mais no papo da serpente!

Tudo o que você precisa vem de Deus e está em Deus. Sujeite-se a Ele para sua vida ser restaurada. 

Pense nisso!

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Sem fé, é impossível...


Hebreus 11.6: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”

O que Deus me ensinou, ao longo de todos esses anos dedicados ao ministério, é que quem vive milagres não é aquele que precisa, mas aquele crê!

Muitas vezes, nós questionamos: “Fulana recebeu tantos milagres, mas aquele que está em uma condição muito pior não recebe nada! Isso é injusto! Por que isso acontece?”.

Isso acontece, porque o outro não quer depender de Deus ou, simplesmente, rejeita as oportunidades que o Senhor entrega! Quer viver milagres, mas não quer ter relacionamento com o Deus do milagre! Isso não existe! Um depende do outro! Alias, eu não sirvo a Deus pelo que Ele pode me dar, mas pelo o que Ele é! Não é uma relação de troca, é uma relação de amor!

Voltando ao assunto... Eu aprendi que o milagre vem através da transformação que a fé já produziu em nossas vidas.

Tem gente que faz tanta loucura por causa das drogas ou por causa de um relacionamento, e, no final, acabam destruídos.

Assim como tantas escolhas, a fé também traz consequências! A diferença é que ela só traz coisas boas: livramento, paz, domínio próprio, milagre, além do conselho e consolo do Espírito Santo.

Quando fazemos um voto, jejuamos, louvamos, oramos e nos consagramos, estabelecemos uma aliança com Deus! Aliança envolve reciprocidade, envolve entrega e envolve a relação de algo que os dois têm em comum. É algo que precisamos renovar – assim como ocorre nos nossos relacionamentos. Nós temos que, constantemente, renovar nossa aliança de amor (com nosso esposo, esposa, namorado, namorado...), através de atitudes, palavras, trabalho, doação... É dessa forma que nós mantemos uma aliança!

Sabe, sem fé, é impossível agradar a Deus. A fé nos liga ao Senhor. A fé envolve atitudes. Muitas vezes, precisamos passar por cima do nosso ego, dos nossos achismos, dos nossos traumas... Mas vale a pena!

A fé nos transforma! A partir do momento em que você crê, suas reações mudam! É muito fácil distinguir quem tem fé e quem não tem! É só você reparar nas atitudes dos incrédulos!

As pessoas incrédulas são críticas, amargas, invejosas... não podem ver ninguém de bem com a vida... Se você fala que vai mandar um currículo, ela já vem com aquele discurso derrotista de que o mundo está em crise, de que você não tem capacidade ou a formação necessária! Elas não sabem que a última palavra é do Senhor!

Quando alguém vem com aquele papo de que eu sou trouxa por acreditar, eu, simplesmente respondo: “É melhor ser assim do que ser um incrédulo! Do que ser alguém que está morto por dentro!”.

O incrédulo só serve para tirar sua alegria e zombar das coisas de Deus! Mas sabe de uma coisa? Quem não respeita sua fé não te respeita!

Os grandes filósofos incrédulos, mesmo com seu conhecimento e grandes descobertas, não eram pessoas completas! Muitos, inclusive, tiraram suas próprias vidas!

Por outro lado, grandes homens e mulheres, que acreditaram e foram até as últimas consequências, viveram o impossível! A prova disso está na Bíblia! Gigantes foram derrubados, mulheres estéreis deram à luz, o cego começou a enxergar, relacionamentos foram restaurados, pessoas ressuscitaram... A fé em Deus nos faz vencer o mundo! A fé é a nossa linha direta com Deus!

Cuidado com quem você tem depositado sua fé! Fé em coisas erradas é altamente destrutivo. Tem gente que acredita, piamente, que pode ganhar algo mentindo! Talvez, até ganhe, mas será um ganho de morte.

Existem mulheres que acreditam, piamente, que só podem ser realizadas emocionalmente se estiverem com o marido da outra! Acha que, ao destruir o casamento, entrarão na rota do “felizes para sempre!”.

Elas até podem conseguir roubar o marido da outra, mas será uma relação de desgraça para a vida de todos!

Por outro lado, a fé em Deus nos faz vencer o mundo. Isso só acontece, quando decidimos viver na maneira que Ele terminou, quando decidimos enfrentar as situações da maneira que Ele nos ensinou...

Como eu enfrento uma enfermidade? Chamando uma autoridade espiritual para orar,  buscando a cura! Fazer o que for possível. Se você prestar atenção nos milagres que Jesus realizou, certamente, perceberá que a maioria das pessoas ia ao encontro d’Ele. O cego foi atrás de Jesus, o coxo foi atrás de Jesus, os leprosos faziam de tudo para se aproximarem de Jesus. Quem foi atrás de Jesus foi curado! Quem procura acha!

Como nós devemos procurar? Através da oração, através do jejum, através do clamor, através do louvor... Dessa forma, nós quebramos as resistências, e as portas se abrem.

O que nos faz viver um milagre não é nossa necessidade, nosso choro ou nossa loucura, mas a nossa fé!


Pense nisso!

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Sonhos roubados? Nunca mais!


Querido internauta, quero deixar uma mensagem para te inspirar e te motivar neste final de semana. 

Não se arrependa por estar buscando a paz. Eu sei que você poderia entrar em vingança, poderia desfalecer, ou fazer o mal, mas você preferiu buscar a paz, por isso você verá a Glória de Deus.

Se você não tem dado lugar à ira, nem ao furor, você será reconhecido como filho de Deus. Em Mateus 5, está escrito que os mansos são bem aventurados e herdarão a terra. Em nome de Jesus, que o Senhor realmente cumpra cada uma das bem aventuranças na sua vida.

O “Pensamento do Dia” de hoje, para quem tem a "Bíblia da Mulher +QV", está no estudo intitulado de “Os sonhos roubados de Eva”.

Eva tinha um futuro maravilhoso de promessas para viver. Mas ela acabou se deixando levar pala boca do inimigo. Sempre tem alguém para questionar os seus posicionamentos de fé, mas nunca se esqueça de que, no Reino de Deus, não existem perdas, existe semeadura! Seu trabalho não é vão no Senhor.

Você precisa começar o dia, sabendo que ao ouvir a Rádio Gospel FM, ao assistir a Rede Gospel de TV, ao meditar na Bíblia, ao ler os estudos do iGospel e em meu site oficial, Deus tem um propósito, de te ensinar a viver no lugar que o Senhor te colocou.

Talvez, a sua situação a qual você se encontra não tem nada a ver com o paraíso. Pode ser um vale de dor, um lugar de abandono, um ambiente sem recursos, mas é o tempo e o lugar que o Senhor escolheu para você.

Se buscar a Deus e deixar que a palavra d’Ele te conduza, você vai viver um ano maravilhoso, e os seus sonhos não serão roubados. Mas, para isso, você precisa guardar os seus ouvidos. A única opinião que interessa é a de Deus!

Em um de nossos cultos, nós estudamos a história do rei Ezequias. Ele reparou e abriu as portas do templo, tirou toda imundícia do local e acendeu as lâmpadas. Nós, hoje, somos o templo do Espírito Santo. Ele nos restaurou.

Você não vai fechar o seu coração e, muito menos, os seus ouvidos para Deus. Pelo contrário, você vai se abrir e reforçar as portas para que nenhuma malignidade entre, nem sentimentos, nem pensamentos e opiniões de pessoas que vêm para roubar a tua fé e as tuas forças.

Não deixe a lâmpada se apagar. Sabe o que é a lâmpada? É a Palavra de Deus. A Palavra de Deus é luz para os teus caminhos e lâmpada para os seus pés.

Sabe aquelas pessoas que não vêm para trazer solução para a sua vida, mas adoram falar mal dos ungidos de Deus? São juízes, não é? Mas, sabe de uma coisa: nem Jesus julgou. Tem um monte de gente julgando e dando veredictos. Sabe quem era assim? Os “amigos” de Jó. Mas quem deu a última palavra? Deus!

Hoje, você vai buscar a Casa do Senhor. Vai se encher da Palavra que traz transformação. Pode o tempo passar, mas a palavra de Deus jamais se esvaziará. Deus vai saciar a sua fome, vai te conduzir em triunfo e te fazer bem aventurado.

Deus tem planos para você neste ano, assim como ele tinha para Eva. Mantenha-se incorruptível e seja fiel ao Senhor. Não se deixe levar pelo mau humor, pela falta de fé, pela incredulidade e pela rebeldia. Não leve mais destruição para a sua casa e para o seu trabalho. Seja cheio do Espírito Santo.

É como eu sempre falo: Tira essa cara de mexerica, olha para o Senhor. Deixe que Ele ilumine os teus caminhos. Entre em comunhão com Deus e medite na palavra. Faça sua matrícula nos cursos do CEA, aprenda mais do Senhor, porque Ele nos fará viver o impossível.

Anime-se, hoje! Sonhos roubados, nem pensar! Nós somos novas criaturas do Senhor, somos vencedores. Vamos viver todos os sonhos e promessas de Deus, em nome de Jesus! 

Pense nisso!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Entendendo os propósitos de Deus!


Atos 21.7 a 15: “Quanto a nós, concluindo a viagem de Tiro, chegamos a Ptolemaida, onde saudamos os irmãos, passando um dia com eles. No dia seguinte, partimos e fomos para Cesaréia; e, entrando na casa de Filipe, o evangelista, que era um dos sete, ficamos com ele. 

Tinha este quatro filhas donzelas, que profetizavam. Demorando-nos ali alguns dias, desceu da Judéia um profeta chamado Ágabo; e, vindo ter conosco, tomando o cinto de Paulo, ligando com ele os próprios pés e mãos, declarou: Isto diz o Espírito Santo: Assim os judeus, em Jerusalém, farão ao dono deste cinto e o entregarão nas mãos dos gentios.

Quando ouvimos estas palavras, tanto nós como os daquele lugar, rogamos a Paulo que não subisse a Jerusalém. Então, ele respondeu: Que fazeis chorando e quebrantando-me o coração? Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus. Como, porém, não o persuadimos, conformados, dissemos: Faça-se a vontade do Senhor! Passados aqueles dias, tendo feito os preparativos, subimos para Jerusalém.”

A situação era muito complicada. Se Paulo continuasse livre, certamente, seria morto. Em cada cidade visitava, havia um levante do inferno contra a vida dele.

Em uma delas, Paulo expulsou o espírito de adivinhação de uma moça, causando muita indignação, porque muitos homens lucravam com aquela malignidade.

Ali, Paulo foi exposto em praça pública, chicoteado e preso no fundo de um cárcere, sem direito a um julgamento.

Aqueles homens que fizeram essa crueldade eram amantes do dinheiro. Os amantes do dinheiro detestam que os outros sejam livres. Para eles, só existe vida debaixo da escravidão.

Eles enxergam o dinheiro em tudo. Não importa se a pessoa está atormentada, endemoninhada, aflita, em prostituição, em corrupção...

Pessoas assim se levantam em cima de um poder para castigar os que pregam o evangelho, para castigar aqueles que levam a liberdade que está em Jesus Cristo. Foi isso o que fizeram com Paulo.

Em outra cidade que ele visitou, o adultério e a prostituição imperavam. Ele denunciou aquelas atrocidades. Sabe o que aconteceu? Paulo foi apedrejado com tanta força, que foi dado como morto.

Voltando para Atos 21...

Qual era o plano de Deus? Dar a Paulo segurança. Como? Em uma prisão domiciliar. Um local onde ele pudesse escrever suas cartas e fosse preservado.

E como isso foi revelado? Um profeta do Senhor desceu até Paulo, pegou o seu cinto, ligando com ele os próprios pés e mãos, e disse: “Você será preso!”.

Aquela notícia causou comoção geral: “Paulo, não vá!”. Mas Paulo afirmou: “Foi isso o que Deus falou que aconteceria comigo. Eu estou pronto!”.

Paulo sabia que aquela situação era a melhor para aquele momento! Ele decidiu cumprir o plano de Deus.

Sabe, às vezes, você fica reclamando muito e não está percebendo que Deus está te livrando de situações muito piores. Você não percebe que Deus está te protegendo e te guardando.

Em vez de se afastar do Senhor, una-se a Ele. Desta forma, você vai conseguirá entender Seus propósitos. 

Murmuração traz a destruição, mas ser um adorador traz a glória de Deus!

Faça como Paulo: confie incondicionalmente! 


Pense nisso!

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Ele é o nosso escudo!


Salmo 84.11: “Porque o SENHOR Deus é Sol e escudo; o SENHOR dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente.”.

Preste bem atenção neste versículo. Principalmente na parte que está escrito: “Não negará bem algum aos que andam em retidão.”. Por isso que o inferno quer que você ande em caminhos tortos! Sabe qual é o caminho torto? O da murmuração! Quando você reclama e murmura sabe o que acontece? Você entra na escuridão! Você perde a bênção do Sol que ilumina e aquece o coração com a presença do Espírito Santo!

Quando você murmura, você traz o exterminador e não a vida, sabe por quê? Porque você acaba dando vazão a sentimentos malignos e adota atitudes destrutivas. Você acaba andando na loucura, na rebeldia, na maledicência, na fofoca, na prostituição, no vicio, nas drogas…

Mas Bispa, eu não consigo sair dessa! Não consegue? É para isso que Deus enviou Jesus Cristo! Para todo aquele que não consegue mais crer não se perca e tenha a vida eterna! Você gostaria de mudar? Você tem vergonha da sua situação? Creia, levante-se e venha Renascer em Cristo!

Comece a fazer para você um caminho reto! Sabe qual é o caminho reto? Jesus Cristo! “Ah mas aconteceu isso…. Eu vi aquilo…. Fizeram tal coisa…”. Pare de arranjar desculpas! Pare de acusar! Busque solução para sua vida! Em nome de Jesus, pare de chorar, de ficar nessa amargura e nessa loucura! Você acha mesmo que isso vai resolver?

O Senhor é o Sol e o escudo! Quando você busca a Deus e entrega seus caminhos nas mãos d’Ele, você deixa de andar em confusão, em loucuras, indecisões, na depressão e na escuridão dos seus sentimentos.

Ele é o teu escudo e vai te proteger do mal ordenado. Aquilo que veio para te destruir não terá ocasião. Sabe para que serve o escudo? Para deter os dardos que são lançados contra a nossa vida! Você pode até sentir o tranco, mas não vai se ferir.

Mesmo que hoje você esteja enfrentando uma ameaça do inimigo e esteja desesperado, levante-se e busque ao Senhor! Porque andando em fé, você vai conhecer o Sol que iluminará seus caminhos, te dando estratégias e te conduzindo.

Você não será pego de surpresa. Vai enxergar o que vem pela frente e terá condições de se defender!


Pense nisso!

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Como estão suas motivações?


Hoje, eu quero falar sobre motivações. O que são motivações? São impulsos internos que nos levam a tomar uma determinadas atitudes. Elas estão intimamente ligadas aos nossos interesses e intenções.

Ou seja, por melhores que sejam suas atitudes, nem sempre, elas expressam sua verdadeiras intenções. Mais cedo ou mais tarde, elas virão à tona, ou serão o seu destino! Por isso, tome muito cuidado!
  
Sabia que muitas vezes nos tornamos reféns das motivações dos outros? A resultante disso pode ser uma decepção, principalmente quando depositamos nossas esperanças em pessoas ou em grandes instituições. Mas o que determina o fim dessa história é a nossa atitude diante das provocações e perdas.

Vou citar um exemplo clássico deste tipo de relação: Saul e Davi. 

1 Samuel 18.17 a 19: “Disse Saul a Davi: Eis aqui Merabe, minha filha mais velha, que te darei por mulher; sê-me somente filho valente e guerreia as guerras do SENHOR; porque Saul dizia consigo: Não seja contra ele a minha mão, e sim a dos filisteus. 

Respondeu Davi a Saul: Quem sou eu, e qual é a minha vida e a família de meu pai em Israel, para vir a ser eu genro do rei? Sucedeu, porém, que, ao tempo em que Merabe, filha de Saul, devia ser dada a Davi, foi dada por mulher a Adriel, meolatita.”

Queridos, Saul era uma pessoa totalmente perturbada. Ele armou uma cilada para Davi, porque se sentia ameaçado por ele. Saul não estava preocupado em vencer a guerra, ele queria, na verdade, era matar Davi. A intenção não tinha nada a ver com o discurso!

Davi foi para a guerra, deu o melhor de si, arriscou sua vida e o que aconteceu? Em vez de receber a filha de Saul, que era a recompensa por sua fidelidade ao rei, viu Saul entregando-a para outro!

Quantas vezes, Satanás já preparou armadilhas semelhantes para você? No trabalho, na família ou no casamento?

10, 20, 30 anos de casado, ou até mais... Você orou, se preparou, conquistou, sonhou, desejou, construiu... para vê-lo com outra... Ou Tantos anos de dedicação e fidelidade, para você, simplesmente, ouvir da sua esposa: "Eu não te amo mais!". 

Ou, então, você se dedicou ao trabalho, mas do que se dedicou à própria saúde.... Fez horas extras, deu o seu melhor, investiu seu tempo, investiu dinheiro em formação, para, sem nenhum tipo de explicação, ser mandado embora.

Essa frustração que sentimos é o terreno fértil para o inimigo agir e abalar a nossa fé, despertando o pior de nós! Ele quer te mostrar que ser errado vale a pena, e que ser honesto é perda de tempo!

Você vai à igreja, mas deixou de ter sonhos, de ter fé. É algo tão sutil que você nem percebe. Primeiro, você deixa de se relacionar com as pessoas que te levam para mais perto de Deus. Depois, deixa de ir à igreja, deixa de ouvir louvores, deixa de orar...  e corta, literalmente, sua relação com o Senhor.

Saul era inimigo de Davi. Imagine o homem “mais poderoso” da terra estar contra você. Mas ele não quer somente te deixar humilhado, quer te matar, te destruir! Sabe qual era o problema de Davi? Ser bom em tudo. Isso incomodava Saul.

Davi, no meio de tanta injustiça, em vez de abandonar tudo, ficou mais confiante e mais motivado: "Isso aconteceu, porque Deus permitiu e Ele tem o melhor mim! No tempo certo, eu vou colher os meus frutos!". 

E foi assim mesmo... Saul armou outra armadilha para envergonhar Davi, mas em forma de desafio: "Se você trouxer 100 prepúcios dos filisteus, te darei minha outra filha.". 

Que desafio necessário! Para isso, Davi tinha que matar 100 filisteus! Com certeza, na cabeça de Saul, Davi morreria ou não conseguiria nem a metade...

Mas sabe o que Davi fez? Foi à luta e conseguiu 200, o dobro! Davi não era um cara cheio de crises e melindres. Ele não deixou nada abalar suas motivações! Pelo contrário, mostrou quem ele realmente era: um guerreiro! Ele foi honrado e, o melhor de tudo, a outra filha de Saul o amava verdadeiramente!

Quando tirarem tudo o que você tem, faça o dobro! Deus é contigo e Ele te justificará!

1 Coríntios 15.58 “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.”.

Que a sua motivação seja agradar ao Senhor! Dessa forma, você nunca será frustrado ou envergonhado.

Pensem nisso!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Lutas ou oportunidades?


Atos 15.22 “Então, pareceu bem aos apóstolos e aos presbíteros, com toda a igreja, tendo elegido homens dentre eles, enviá-los juntamente com Paulo e Barnabé, a Antioquia: foram Judas, chamado Barsabás e Silas, homens notáveis entre os irmãos.”

Ainda que você, aos olhos humanos, esteja em desvantagem e sem perspectiva de mudança de vida, em Romanos 8.28, está escrito que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e daqueles que são chamados segundo o Seu propósito.

Enxergue, hoje, esta situação como uma oportunidade que Deus está te dando para mostrar ao mundo a sua vitória. O Senhor te fará um referencial a outros, te dará notabilidade, destaque e, por consequência, a liderança que vem do Espírito.

Quando encaramos os problemas e não nos afogamos em murmurações, nas drogas, no álcool, na depressão... Deus nos concede uma capacidade realizadora de tal maneira que um de nós vale por mil e dois, por dez mil. Ele tem como uma das bênçãos espirituais a sabedoria que vem dos céus.

Tiago 1.5: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.”

Deus tem liderança e notabilidade para sua vida, porém isso depende de sua fé e atitude diante das situações. O Senhor Jesus nos diz: “Vós sois luz do mundo e sal da terra”. Deus quer te honrar para que o mundo reconheça em você a presença do Espírito Santo de Deus.

O apóstolo Paulo nos adverte, dizendo que não podemos ignorar os intentos do diabo. 2 Coríntios 2.11: “Para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios”. O inimigo quer te diminuir, subtrair, te destruir e a melhor forma de conseguir isso é tocando em seus sentimentos. Colocando pessoas para te criticar, julgar e desanimar.

Se o trabalho de Satanás é esse, o trabalho do Senhor é nos restaurar, abençoar e acrescentar.

O grande problema é que não sabemos respeitar o tempo.  Em Eclesiastes 3, está escrito que há tempo para todas as coisas debaixo do céu. Há tempo de semear e a há tempo de colher. Entre um e outro, há um intervalo.

A única forma de realmente sermos notados, reconhecidos é nos levantando na força e na sabedoria que vêm de Deus, enfrentando, perseverando e buscando ao Senhor.

O reconhecimento vem por meio de vitórias que temos nos reverses, problemas, carências e assolações pelas quais passamos.

Passamos, muitas vezes, por tribulações, mas precisamos ter a certeza de que não estamos andando para trás. Pode ser incompreensível, mas você está debaixo da Palavra de Neemias 13.2, que diz que o Senhor transforma a maldição em benção, para que Seu nome seja glorificado em nossas vidas.

Persevere! Lembre-se! Esta luta, vergonha ou enfermidade veio para que, através de você, todos vejam a Glória de Deus. Pense nisso! 

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Como ter paz em tempos de guerra?


2 Reis 6.15 a 20: “Tendo-se levantado muito cedo o moço do homem de Deus e saído, eis que tropas, cavalos e carros haviam cercado a cidade; então, o seu moço lhe disse: Ai! Meu senhor! Que faremos? Ele respondeu: Não temas, porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. Orou Eliseu e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos para que veja.

O SENHOR abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu. E, como desceram contra ele, orou Eliseu ao SENHOR e disse: Fere, peço-te, esta gente de cegueira. Feriu-a de cegueira, conforme a palavra de Eliseu. Então, Eliseu lhes disse: Não é este o caminho, nem esta a cidade; segui-me, e guiar-vos-ei ao homem que buscais.

E os guiou a Samaria. Tendo eles chegado a Samaria, disse Eliseu: Ó SENHOR, abre os olhos destes homens para que vejam. Abriu-lhes o SENHOR os olhos, e viram; e eis que estavam no meio de Samaria.”

O rei da Síria resolveu fazer guerra contra Israel. Tudo aquilo que ele planejava, o Senhor revelava ao profeta Eliseu, que, por sua vez, dava as devidas orientações ao rei de Israel.

O rei da Síria ficou enfurecido e começou a desconfiar da existência de um traidor. Os generais garantiram que não havia nenhum homem que tivesse coragem de trai-lo e explicou a verdadeira estratégia do povo inimigo.

Ao saber da existência do profeta Eliseu, o rei convocou um exército e pediu sua cabeça.

O primeiro passo foi cercar o monte em que Eliseu morava. O segundo foi vasculhar todas as casas da região. Ao ver aquele cenário pré-guerra, o ajudante de Eliseu ficou desesperado.

Eliseu, com toda a calma do mundo, disse: “Não temas, porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles!”.

Eliseu pediu a Deus para que visão de seu ajudante fosse aberta! Depois disso, aquele homem passou a enxergar o mundo espiritual e viu que, entre o exército da Síria e eles, havia um exército de anjos, cavalos e carros de fogo, para defendê-los.

O profeta, então, orou e disse: “Fere, peço-te, esta gente de cegueira!”. E o Senhor o atendeu!

Eliseu, então, conduziu o exército inimigo ao centro da cidade, alegando que os levaria para o encontro do homem que eles tanto procuravam.

Depois de conduzi-los ao ponto estratégico, Eliseu pediu a Deus para que os olhos daqueles homens assassinos fossem abertos. O Senhor, mais uma vez, o atendeu. De repente, eles se depararam com o exército de Israel, que estava de prontidão.

O rei de Israel quis aproveitar a oportunidade para aniquilá- los, mas o profeta o repreendeu, dizendo: “Você vai fazer isso com quem o teu braço tiver alcançado. Você alimentará estes homens, e, antes de dispensá-los, você vai dizer: ‘Eu podia tê-los matado, mas Deus foi misericordioso com vocês!’”.

Sabe o que aconteceu depois? Enquanto Eliseu viveu, não houve mais guerra entre a Síria e Israel. O povo, finalmente, viveu um tempo de paz!

Sabe, queridos, nós estamos vivendo dias tão difíceis. Dias em que a gente se vê cercado de atrocidades! São más notícias para todos os lados. Você olha para o lado, tem uma pessoa desanimada! Você olha para o outro, tem alguém murmurando! Você assiste o noticiário, e parece que a TV sangra de tanta violência! É como se um abismo chamasse outro abismo!

Parece que os valores bons ficaram perdidos no meio do caminho. Ninguém mais se respeita, ninguém mais se tolera! Nas redes sociais, então, a gente vê cada crueldade. Fica nítido o desejo que algumas pessoas têm de destruírem as outras! É um absurdo!

Vimos isso até entre pessoas cristãs! Muitas, inclusive, falando mal de alguém que já as abençoou. No primeiro erro, vem a enxurrada de críticas e indiretas! As pessoas se valem mais dos erros do que dos acertos! E você, ao ver toda esta loucura, fica aterrorizado, pois tem medo de ser o próximo alvo.

Sabe, o Senhor cuida de cada um de nós! Ele dá ordem aos seus anjos ao nosso respeito, para que nos guarde em todo o caminho. É o que está escrito no Salmo 91. Tire o dia para meditar nele!

Se você está só enxergando um cenário de guerra, tenho alguns conselhos:

1º) Vá para a igreja e receba a oração do sacerdote!

As escamas do medo e das más notícias vão cair dos seus olhos. Você vai começar a enxergar que a misericórdia de Deus é maior na sua vida e poderosa para te dar livramentos sobrenaturais.

2º) Peça a Deus estratégias!

Em vez de sair brigando com todo mundo, em vez de se destruir, busque ao Senhor! A solução vem do autor e consumador da nossa fé!

3º) Aquiete seu coração!

Nada de fazer justiça com suas próprias mãos, porque Deus está conduzindo esta situação para melhor!

Tudo depende de como você enxerga as situações. Se você enxergar pela fé, debaixo de uma autoridade espiritual que orou por você em santidade, o mal que veio se transformará em bem! Deus transforma maldição em bênção.

Pense nisso!

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

A carência nos leva a fazer as piores escolhas


Hoje, eu quero falar sobre um dos grandes males do século 21, a ansiedade! Ela está intimamente ligada à nossas carências e ao nosso desejo de correspondê-las o mais rápido possível. A resultante disso é a precipitação e a inevitável frustração. 

Quantas vezes, por conta de um desejo momentâneo, perdemos o que nos faria realizados para sempre? Na Bíblia, está escrito que não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado! 

Por medo de ficarem sozinhas, quantas mulheres acabam se relacionando com o homem errado? São submetidas à violência, ao jugo desigual, porque esperar no Senhor é muito pesado! Não é pior viver com o seu maior inimigo?

Hoje, eu quero dar um exemplo clássico de como a carência pode comprometer o futuro: Esaú e Jacó. A história destes dois irmãos está em Gênesis. Mas vamos meditar hoje no capítulo 25, do versículo 27 a 34:

“Cresceram os meninos. Esaú saiu perito caçador, homem do campo; Jacó, porém, homem pacato, habitava em tendas. Isaque amava a Esaú (pai), porque se saboreava de sua caça; Rebeca (mãe), porém, amava Jacó. Tinha Jacó feito um cozinhado, quando, esmorecido, veio do campo Esaú lhe disso: Peço-te que me deixes comer um pouco desse cozinhado vermelho, pois estou esmorecido.

Disse Jacó: Vende-me primeiro o teu direito de primogenitura. Ele respondeu: Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura? Então, disse Jacó: Jura-me, primeiro. Ele jurou e vendeu direito de primogenitura a Jacó. Deu, pois, Jacó a Esaú pão e cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. Assim, desprezou Esaú o seu direito de primogenitura”.

O que é ser primogênito? Na época, o primeiro filho tinha uma série de privilégios: tinha direito a mais terras, confiança dos pais, tinha uma herança maior...

Mas, espiritualmente falando, ser primogênito é ser abençoado em tudo, é ser protegido em todos os lugares, é ter a garantia de que quem o amaldiçoar será amaldiçoado, assim como aquele que o abençoar será abençoado, é ter vitória em todas as guerras, é ser próspero e bem-sucedido.

Tudo isso, Esaú tinha. Mas chegou o dia da carência, da necessidade, da fome... e, em vez de clamar ao Senhor e buscar outras alternativas, ele preferiu se entregar ao pensamento religioso e medíocre: O que adiante ter fé?

Este é o pensamento de quem não conhece a Deus e despreza os valores espirituais. A Palavra diz que ele se tornou um homem atormentado. Foram cinco minutos que comprometeram o resto de sua vida!

Aquele que não suporta uma provação, não suporta o dia mal e, por conta de um momento de carência, coloca a família, o casamento, o emprego e os amigos a perder! Aquele que sempre se coloca em primeiro lugar nunca será feliz!

Quando estamos sob pressão, precisamos nos apegar a Deus com todas as forças! Em vez de botar tudo a perder, você vai fazer como Jesus: depois de 40 dias jejuando no deserto, Ele teve fome, mas não cedeu às tentações de Satanás. Foi provado e aprovado. Sabe o que aconteceu depois? Os anjos do Senhor o alimentaram.

Neste momento, quando você está passando pelo dia de provação, ore: "Senhor, ajuda-me! Eu não vou me corromper.". Sabe, queridos, um erro não justifica outro. Só por que o seu marido está te traindo você vai trair também?

Outro ponto importante: quando o seu irmão passar pelo dia de aflição, seja o seu apoio. Em Mateus 5.7 está escrito: "Bem aventurado os misericordiosos, pois alcançarão misericórdia.". Não podemos esquecer de que a base do evangelho é o amor.

Fique firme! Escolha a bênção de Deus. Não seja como Esaú que, para satisfazer uma carência, para entrar em vantagem, literalmente, vendeu a bênção de Deus.

Quero finalizar o post de hoje, deixando registrado o livro de Salmos 91.14 e 15 “Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angustia, eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.”.


Pense nisso!